Resenha: Time Humanos - Justine Larbalestier & Sarah Rees Brennan

Editora: Galera Record
Páginas: 352
Ano: 2017
*Acervo Pessoal
A história ideal para quem ama ou odeia livros de vampiros. Mel nunca gostou de vampiros. A ideia de se transformar em alguém que não está nem vivo, nem morto lhe dá calafrios. Vampiros perdem a capacidade de sorrir, param de ter sentimentos.... Isso sem falar que durante a transformação, se as coisas derem errado, você se torna um zumbi. E aí eles matam você. É um risco grande demais! Quando a melhor amiga de Mel, Cathy, e Francis Duvaney se apaixonam, a garota fica apavorada. Francis é arrogante, formal, metido a esperto e esplêndido demais. Ora, vivo aquele vampiro não está. E quando começa a suspeitar de que Francis está usando Cathy num plano que não tem nada a ver com amor, Mel passa a dedicar seus dias a desvendar a verdade por trás do vampiro, a fazer sua amiga enxergar que aquele é um amor sem futuro, sem jeito, abominável..., mas talvez, quem sabe, ela esteja sendo um pouco preconceituosa...
A história é narrada em primeira pessoa por Melanie, uma garota de 17 anos de idade que mora em New Whitby, no Maine. New Whitby é conhecida como a cidade dos vampiros, pois os vampiros e humanos coexistem. 

Melanie tem três melhores amigos: Cathy, Anna e Ty. Ty é um ex-namorado da protagonista. Eles se deram conta de que eram mais amigos do que namorados, pois não havia muita química entre eles. Anna é filha da diretora do colégio onde estudam, o Craunston High.

Enquanto Melanie não é fã de vampiros (ela prefere manter distância deles), Cathy é uma pessoa que ama tudo que é relacionado a vampiros.
“Se houvesse a opção “vampirologista” em um dos testes vocacionais — é possível ser psiquiatra de vampiros, doador de vampiros, ou estudante de assuntos vampirescos —, Cathy a marcaria todas as vezes. Mas é claro que “vampirologista” não existe. É só algo que eu inventei para definir quem é muito fã desse tipo de ser.”
Francis Duvarney é o novo aluno no colégio. E um vampiro. Quando Cathy e ele se aproximam, Mel começa a ficar preocupada com a amiga, questionando o verdadeiro motivo de um ser tão mais velho estar interessado em uma garota de 17 anos. Como se isso não bastasse, Anna começa a agir estranho e confessa para Mel que seu pai fugiu com uma vampira e abandonou a família através de um sms. 

Mel se auto intitulou a salvadora das amigas e está determinada a agir da forma que acha que é a melhor para as duas: primeiro, afastar Francis de Cathy e em seguida, descobrir o que está acontecendo na casa da Anna.

Conforme ela começa a sua investigação, novos personagens vão surgindo. Ao visitar o Shade, Mel se depara com Camille, uma vampira que trabalha como investigadora e Kit, seu filho, que é humano. 

O interessante nessa relação entre Kit e Camille é que Kit foi abandonado por seus pais biológicos quando bebê e criado por vampiros, portanto, ele não tem muita noção de como funciona as interações entre os seres humanos. Enquanto ele e Mel começam a se aproximar mais para investigar as duas situações, Mel vai ensinando a ele como é ser humano, enquanto Kit vai ensinando a Mel o que é ser um vampiro.

Melanie é uma personagem cheia de boas intenções, mas é teimosa e não admite que suas amigas tenham opinião contrária a sua. Apesar de entender suas preocupações, pode-se dizer que ela é uma personagem imatura e em alguns momentos, até mesmo birrenta.

Cathy é o que consideraríamos uma alma velha. Seu comportamento mais tranquilo, seus gostos mais refinados (da maioria das adolescentes), faz com que seja razoável compreender a aproximação dela com Francis. Porém, é importante destacar que ela também é impulsiva quando toma uma decisão. Alguns poderiam dizer que ela é decidida, mas na minha opinião, ela é precipitada.

O destaque do livro na minha opinião é a questão de Anna e sua família. Foi uma história bem construída, detalhada e com um desfecho bem interessante.

O livro também fala de zumbis, que são criaturas que não conseguiram passar pela transformação. Para conter uma epidemia de zumbis existe a Unidade de Extermínio de Zumbis.
“New Whitby não é uma cidade apenas de vampiros. Nunca foi. Muitos humanos vieram para cá também. Pessoas que tinham vampiros na família e pessoas que não tinham, gente que chegou por aqui e acabou ficando. A família da minha mãe veio da China para os Estados Unidos por causa das estradas de ferro. Percorreram o país de ponta a ponta, vendendo coisas para mineradores de ouro, e se estabeleceram aqui. A gente acaba se ajustando aos lugares, e nenhum lugar no mundo é perfeito. Sempre há algo com que temos de lidar: muito calor, muito frio, pouca vida noturna. No caso da nossa cidade, há vida noturna até demais. E com caninos afiados.” 

8 comentários:

  1. Carolina!
    Gosto demais de livros de fantasia com vampiros e ainda tem os zumbis.
    Apesar de ser um livro mais adolescente e ter a protagonista um tanto imatura e que não gosta de vampiros, primeiro quero acompanhar como será a relação dela com Camille que é vampira e com Kit que é humano, bem como entender melhor o núcleo familiar de Anna!
    Desejo um mês repleto de realizações!
    “A música é uma revelação superior a toda sabedoria e filosofia.” (Ludwig van Beethoven)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adoro livros de vampiros, tenho uma parte da estante toda dedicada a eles, ainda não conhecia esse livro, mas fiquei morrendo de vontade de ler, pela resenha a Melanie acho que a Melanie me irritaria um pouco por ser imatura e não aceitar uma opinião contraria a sua, porém mesmo assim parece ser um livro super gostoso de ler.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Já faz algum tempo que não leio nenhum livro sobre vampiro,confesso que não conhecia este livro achei ele bem legal uma boa leitura pra passar o tempo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Sou apaixonada por livros de vampiros e todo tipo de fantasia, e esse parece ser bem interessante! Mais um pra minha lista!! kkkkk

    Bjsssss

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Apesar de parecer uma leitura um pouco mais adolescente, gostei da indicação. Gosto de livros de fantasia, com personagens vampiros e zumbis! Fiquei curiosa para saber mais da história e conhecer os personagens.
    Ótima resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Que livro interessante, tem uma fantasia super diferente, já que muitos livros mostra o vampiro sob a sombra. Nesse, me deixou super curiosa com trama, tem aquela premissa maravilhosa e uma curiosidade sobre esses relacionamentos deles juntos. Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  7. Oi Carolina, não gosto muito de vampiros, e dos livros que eu li nunca ele é o protagonista. Até gosto de zumbis, mas já estou cansada de personagem imaturo, então não deu vontade de ler.

    ResponderExcluir
  8. Oi! Apesar de ter perdido o interesse em histórias sobre vampiros, achei interessante a proposta do livro e fiquei curiosa sobre as coisas que Kit ensina para Mel a respeito deles. Também fiquei tentando imaginar a relação ente vampiros e humanos nessa história, já que os dois juntos não da certo hahah Beijoss

    ResponderExcluir