Resenha: Um Verão Para Recomeçar - Morgan Matson

Editora: Novo Conceito
Páginas:352
Ano: 2017
*Recebido em parceria com a Editora

Taylor Edwards nunca se sentiu importante, muito menos alguém que se destaca.
Além disso, ela tem a estranha mania de fugir quando as coisas ficam meio complicadas. No dia do seu aniversário, Taylor recebe uma terrível notícia: o pai dela está muito doente. Ela até tenta fugir novamente, mas agora sua família precisa de toda ajuda e união possível.
Então eles tomam a seguinte decisão: passar o verão juntos na casa do lago.
Taylor não vai à casa do lago, onde ela e a família passavam o verão, desde que tinha doze anos, e ela definitivamente nunca planejou voltar. No lago Phoenix, ela reencontra sua ex- melhor amiga, Lucy, e Henry Crosby, sua primeira paixão.
De repente, Taylor se vê cercada por lembranças que preferia ter deixado no passado. Apesar do medo e de querer fugir mais do que tudo, a única coisa que resta a ela é ficar com seu pai e enfrentar os dias da melhor maneira possível.
Nesse verão em família, vivendo momentos tristes e felizes ao mesmo tempo, Taylor percebe que ela tem uma segunda chance de refazer laços familiares e até, quem sabe, poder viver um grande amor.
Um verão para recomeçar é um notável romance sobre esperança, amor e superação.
Para começar, devo avisar que esse livro é completamente envolvido em uma carga emocional muito grande e é uma lição de auto conhecimento e amadurecimento emocional.

No livro vamos acompanhar a família Ewards, principalmente a Taylor, a filha do meio.

Depois que o pai, Rob, recebe a noticia que ele terá apenas alguns meses de vida, é acordado que toda a família vai aproveitar o verão juntos na casa do lago, onde não ia há 5 anos.

Taylor, é um garota de 17 anos que tem muita dificuldade em mostrar seus sentimentos e que sempre opta pelo caminho mais fácil, a fuga. Ela sempre se compara com os irmãos e sente que não tem nada de especial que é a diferente da família, mas isso não foi sempre assim, tudo mudou há 5 anos, em um verão quando Taylor tinha apenas 12 e era a melhor amiga da Lucy e namorada do Henry e que durante um confronto ela fugiu e magoou os dois.

Ao chegar a casa do Lago Phoenix, Taylor tem que lidar com o problema de saúde do pai, a convivência familiar que antes era escassa e agora é obrigatória e enfrentar os problemas do passado. A cada dia ela aprende que as coisas não são tão difíceis de lidar, que a fuga não é o melhor caminho e que a família é o nosso porto seguro e que podemos sempre pedir perdão para as pessoas que magoamos.

É lindo acompanhar a Taylor com o pai, os cafés da manhã cheios de historias de quando ele era mais novo, a união que a família vai ganhando com o passar dos dias, proximidade com os irmãos, a retorno das amizades antigas e alegria das novas amizades e principalmente ver a Taylor passar por tudo e aprendendo a ser uma pessoa forte emocionalmente e amadurecendo e encarando as coisas de outra forma.
"... Sentada ali e ouvindo e interferindo quando necessário, me ocorreu que nunca tínhamos feito isso em casa: simplesmente ficar juntos, conversando sobre detalhes de nossas vidas. Se estivéssemos em casa, meu pai estaria trabalhando, e nós três estaríamos fazendo coisas diferentes. E, apesar das circunstâncias que nos trouxeram ali, não pude deixar de me sentir feliz por esse momento que compartilhávamos juntos, finalmente como uma família."
Para mim todos os personagens são importantes, pois todos vão evoluindo ao decorrer do livro. Gostei muito da cena em que a Taylor pede desculpas a Lucy, e a cena do cinema na margem do lago, acompanhar as partes engraçadas apesar da doença do pai e das pequenas coisas que ia se tornando significativas para o pai e a família Edwards.

Não posso dizer que esse livro é um livro bobinho sobre adolescentes, ele é um livro de adolescentes bem reais e que tem que encarar suas emoções, perdas e superação. É um livro como já disse com uma grande carga emocional, um leitura mais densa e que não se consegue ler muito rápido pois acabamos muito envolvidos emocionalmente. Confesso que chorei no final, estava chorando sem sentir, quando me dei conta estava chorando e muito envolvida nos acontecimentos finais. A Morgan Matson me ganhou com esse livro e com certeza lerei outros livros dela.

11 comentários:

  1. Marília!
    Um livro adolescente que envolve ter de enfrentar tantos sentimentos pesados e diversos, deve ser enriquecedor, apesar da grande carga emocional que ele traz e também emoções e sentimentos de perda e amizade.
    Deve ser um livro lindo!
    Bom final de semana!
    “Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada.” (Immanuel Kant)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá !!
    Não conhecia o livro mas ele parece ser bem gostoso de ler.
    Apesar de serem problemas problemas intrigas de adolescentes ele parece ser uma historia bem envolvente e emocionante.

    Já vou preparando os lencinhos para o final .

    Já anotei !!
    A capa é linda *-*
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Jesus estou vendo que este livro é a minha cara ,como é que eu deixei ele passar assim,adoro este tipo de história e sua resenha me ganhou,quero muito ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. À primeira vista tinha achado que seria só um romance. Mas achei muito legal esse tom de amadurecimento na história e de como a personagem se vê numa situação ruim onde é obrigada a crescer e enfrentar suas emoções da melhor maneira. Gostei disso na trama, que tenha essa carga emocional forte é bom. Faz o livro ser mais impactante e acho que iria gostar de ler por essas emoções que ele deve acabar passando.

    ResponderExcluir
  5. Achei a estória bem interessante, pois não é só um livro que fala sobre adolescentes mas, sim sobre maturidade, amizades e perdão. Gostei bastante da indicação.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Adoro livros com adolescentes e todos os conflitos que eles enfrentam nessa fase.
    Ainda não conhecia o livro e gostei bastante da premissa.
    Não fala apenas das futilidades dessa época, mas sim da essência e do que realmente importa <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, me interessei por ele justamente por não tratar de temas bobos, só pelas resenhas que já li fico imaginando o que vai acontecer.
    Se você chorou no final, já imagino que eu vou desidratar.
    Quero muito ler!!

    ResponderExcluir
  8. Eu não conhecia esse livro, mas gostei bastante da sua resenha dele. Achei legal isso deles irem passar esse verão em família na casa do lago, para ficarem juntos nos últimos meses do pai. Esse parece ser um livro bem envolvente, e acho que também iria gostar bastante dele.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Eu conhecia esse livro só pela capa, mas não sabia nada sobre ele. O enredo dele parece ser muito bom, e gosto bastante de livros assim, que tentam "reconectar" a família, e achei muito bom eles irem passar esse verão em família. Já imagino como o livro vai terminar, e acho que também vou chorar muito com ele! Adorei a dica!
    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Já tinha lido uma resenha desse livro, porém não me lembro onde mas vejo que a historia e encantandadora, tem uma premissa muito maravilhosa, nela mostra o que a pessoa sente quando esta com problemas serios e começar a repensar sobre o que fez na vida e que bom que o pai soube pedir desculpa a filha por tudo e aprendendo a criar laços com ela. um livro muito fofo!

    ResponderExcluir
  11. já se ti imensa vontade de ler esse livro lindo. Amei a resenha . bjus

    ResponderExcluir