Resenha - Todos de Pé Para Perry Cook - Leslie Connor

9.5.17

Editora: HarperCollins
Páginas: 288
Ano: 2017
Onde Comprar: Amazon
*Recebido em parceria
Perry Cook, aos 11 anos, só conheceu uma casa: o Instituto Penal Misto Blue River. Mas apesar de ter nascido e sido criado em uma penitenciária, ele não deseja viver em nenhum outro lugar; lá ele tem a mãe, a benevolente diretora e um grupo de prisioneiros divertidos e bondosos que lhe ensinam lições valiosas todos os dias. Quando, porém, o novo promotor descobre a permanência irregular de Perry em Blue River, ele resolve libertar o menino, mesmo contra a vontade dele. Em sua jornada para se reunir com a mãe, Perry vai mergulhar não só em uma investigação sobre o crime que a levou à prisão mas também em uma jornada emocionante e divertida, perfeita para fãs de Extraordinário e O menino do pijama listrado.


Perry Cook é um menino de 11 anos que foi criado na prisão, afinal sua mãe foi presa enquanto ainda grávida. Isso não é algo comum, é claro.. Mas é uma prisão de segurança mínima e a diretora da instituição fez com Perry pudesse crescer com sua mãe e com todos os benefícios possíveis, como lazer, educação, amor e todo o possível necessário na crianção de uma criança. Tudo parecia perfeito.. Mesmo que Perry esteja em uma prisão ele tem acesso a tudo do bom e melhor que possa ter, digamos assim.. Mas quando um novo promotor descobre essa situação as coisas se complicam e o promotor leva o menino para sua casa.. Muitas coisas novas acontecendo, como a possível saída em condicional de sua mãe; mas que parece estar tendo empecilhos estranhos ou atrasos; uma nova casa e realidade e uma amiga, mas também a sensação de tudo virado de pernas pro ar e de sofrer as consequências de preconceitos que antes sequer pensava a respeito.
"Não importa onde você more, você faz parte de algum tipo de comunidade. E pode contribuir com ela."
A história é intercalada pelo ponto de vista de Perry e um outro narrador. Isso é bem bacana, pois além de termos o ponto de vista do Perry, temos também detalhes sobre como sua mãe foi parar na prisão entre outros. Pode parecer estranho, mas Perry teve muito amor e tudo no qual ele acredita que precisa presente na penitenciária, pois estar ali não tem preço, ele teve os cuidados, lidava com as detentas que todas cuidavam dele também de certa maneira, além de ter sido criado por sua mãe e não em lares adotivos. Com o novo arranjo do promotor ele vê sua vida mudar completamente; passa a ter uma vida normal. Escola, amigos, anseios, medos, tudo muito novo.. Apesar disso Perry tenta registrar cada momento para que sua mãe possa saber como é o mundo fora da penitenciária através de suas lentes.

Impossível não amar Perry, impossível não amar sua história. Um livro que veio para tocar o leitor de maneira profunda e real!

Sei que parece meio bizarro pensar, há.. Mas esse menino cresceu privado de liberdade.. Mas ele cresceu com amor. Sim! Cresceu no meio de pessoas que foram presas por motivos diferentes, mas pessoas que em sua maioria demonstram que a vida ensina e todos nós temos direito a uma nova oportunidade! Uma nova chance! E mais uma vez o livro também aborda um tema atual e forte que é o bullying, pois Perry sofre na pele o preconceito de ter uma mãe presidiária.
"O motivo que colocou você aqui não é a única coisa que define quem você é. Você está aqui para se erguer... limpe sua alma e sinta-se honrado de novo."
Comprem esse livro!
Leiam! Vocês irão se apaixonar!

15 comentários

  1. Primeira resenha que leio sobre a obra e confesso que me deixou super curiosa.
    A história do Perry parece ser super gostosinha de ler
    Viver numa penitenciárias, ser amigo dos presos... e toda a aventura fora... UAU! Parece ser uma história muito bem desenvolvida, criativa e com um certo diferencial né?
    Fiquei interessada e com certeza vou querer ler essa obra <3
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  2. Parece que o livro é muito legal mesmo. Tinha visto uma resenha dele que me deixou interessada e ver mais coisas positivas me anima a ler. Gostei desse estilo da narrativa dele porque deve ser bom ter uma ideia do que o Perry passa mas sem ser só isso, tendo uma visão externa pra complementar a história. E pelo jeito deixa uma lições lindas. Crescer com pessoas que foram presas poderia ser muito estranho mas pelo visto ele acaba aprendendo muitas coisas e nos mostrando uma nova perspectiva. Parece uma história muito bonita =)

    ResponderExcluir
  3. Olá! Não conhecia o livro, mas a história parece ser linda...emocionante e encantadora, sua resenha me deixou bastante curiosa para conhecer a história do Perry, como foi para ele crescer em uma cadeia, e como será para ele viver fora dela.

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Quando vi esse livro pela primeira vez, achei a historia doida bem diferente principalmente por todo esse contexto e ambiente que temos no livro, com certeza a historia parece mesmo ser um pouco doida, mas acho bem interessante e relevantes os temas que a autora discute através desse livro, me deixando curiosa para poder ler !!

    ResponderExcluir
  5. Oi Karini!!!
    Já é a segunda resenha que leio a respeito e a historia conseguiu me conquistar logo de cara o protagonista vivendo aquela vida desde quando nasceu e depois ter que deixar e sem saber como será sua nova vida embarcando em uma aventura de descobrimentos.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Karini, ainda nã tinha visto nenhuma resenha desse livro, mas achei super interessante e fiquei com vontade de ler e saber como Perry vai conseguir lidar com a vida fora da prisão, o bullying, e sim achei estranho essa ideia de que uma criança fica presa com mãe, que já tá a onze anos numa prisão de segurança minima?! A capa tá fofa e anotei a dica ;)

    ResponderExcluir
  7. Já tinha visto esse livro nas redes sociais, mas essa e a primeira resenha que leio e fiquei encantada pela história desse personagem, pelo fato de que mesmo privado da liberdade conseguia se manter feliz, pelo fato de ter sempre muito amor, carinho e companhia, no entanto quando sai para o mundo real vejo que vai ter de enfrentar muitos altos e baixos. Por isso já quero ler esse livro.

    ResponderExcluir
  8. Karini!
    A situação é um tanto conflituasa mesmo a princípio, já que criar uma criança na prisão pode parecer horrível, porém ele teve o que é o melhor da vida: O AMOR!
    Dece ser um livro que quebra os paradigmas do que imaginamos, do que é socialmente correto.
    Gostaria de poder ler.
    “A sabedoria dos homens é proporcional não à sua experiência mas à sua capacidade de adquirir experiência.” (George Bernard Shaw)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nossa não estava dando muito crédito para este livro mais parece uma história bastante bonita e comovente fiquei com vontade de ler.bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Karini!
    Imagino como deve ter sido difícil para o nosso protagonista ter de lidar com tudo isso. Crescer em um ambiento pouco habitual e ainda ser tirado dele, não deve ser fácil. Fiquei super interessada na história.
    Beijokas
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Que historia linda, amei muito esse livro com certeza irei compra para ler, fiquei tão supressa pelo filho amar a propia mesmo estando presa e um amor incodicional..Perfeita a historia, nem eu mesma sei o que fala dela!

    ResponderExcluir
  12. Oi Karini ;)
    Não conhecia o livro, mas sua resenha me deixou muito interessada!
    Nunca li um livro narrado por uma criança nesse estado. Mas a premissa da história meio que me lembrou do livro "Quarto", em que o amor incondicional de uma mãe muda a vida do filho!
    Obrigada pela indicação!
    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Depois de ler as suas impressões fiquei muito tentado a adquirir para conhecer de pertinho o Perry, pois sabemos que antigamente algumas poucas mães conseguiam criar os filhos dentro dos presídios e até hoje algumas conseguem amamentá-los por algumas semanas.
    É muito aterrorizante tentar imaginar como a mente do Perry se consolidou tendo como cenário somente as celas e muros. Deve ter sido um choque e tanto ele sair, hein?
    Adorei saber da crítica do livro! Realmente, é horrível as pessoas associarem prisão com somente pessoas ruins. Tem algumas que foram presas por não pagamento de pensão, outras que acabaram sendo cúmplices de casos que nem sabia o que estava acontecendo e ainda tem aqueles que foram parar atrás das grades por armações ou erro em algum documento. Além dessa capa ser linda de amorzinho!

    ResponderExcluir
  14. Gostei da premissa do livro achei a história magnífica. Acho que nunca li nenhum livro com uma história dessa, e por causa da sua resenha fiquei super instigada para ler.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  15. Esse livro me passa a impressão de ser de uma sensibilidade incrível. Livros narrados por criança tocam o coração de uma forma muito pura. Mesmo que estando em um cenário complicado. Sem dúvidas eu quero ler esse livro. Vou me emocionar demais. Adorei a resenha, fico muito feliz que você tenha gostado. É ótimo quando queremos ler um livro e vemos críticas tão positivas a ele. E essa capa é linda. A editora fez um belo trabalho.

    ResponderExcluir

© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por