Resenha || O Sol Também é uma Estrela - Nicola Yoon

20.4.17

Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Ano: 2017
*Recebido em parceria com a Editora
Onde comprar: Amazon
Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.
Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.
O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?


"O Sol também é uma estrela" é o segundo livro da autora Nicola Yoon, escrito sob  três pontos​ de vista: Natasha - uma adolescente jamaicana que mora nos EUA desde 6 anos, mas que está prestes a ser deportada, depois que se pai comete alguns erros, que, por consequência, eles são descobertos que estão no país ilegamlmente. Daniel - filho mais novo de imigrantes coreanos, está com o caminho traçado pelos pais a entrar em Yale, cursar medicina e casar-se com uma mulher coreana e tem um irmão mais babaca de todos os tempos e por fim - e o mais interessante dos pontos de vista - teremos o universo; ele nos mostra a história de todos aqueles que de alguma maneira são tocados por eles, que de alguma forma os dois mudaram a vida daqueles que mesmo que momentaneamente por suas vidas. 
"É difícil amar alguém que não ama a gente"."Não é possível convencer alguém a amar a gente."
Enquanto Natasha é completamente pragmática, onde tudo para ela tem uma explicação cientifica, não há acasos ou coincidências, Daniel é um poeta; ele acredita no amor, destino, que as coisas acontecem por que há um motivo para ser daquela maneira. E vê-los debater a razão e a emoção é simplesmente maravilhoso; leva o leitor também a se questionar se não há explicação para o que até o momento era inexplicável. 
"Quando nossos olhos se encontram, sendo uma espécie de déjà vu, mas, em vez de parecer que estou repetindo alguma coisa do passado, parece que experimento algo que vai acontecer no futuro."
O livro é um romance lindo, mas não se atém só a isso, ele nos leva a debater com a deportação de Natasha, a criação rígida de Daniel, as questões raciais. Nicola tratou cada assunto de forma delicada, dando a devida seriedade que eles merecem. Foi muito bem debatido e esclarecido no decorrer de todo livro.

E por falar em Nicola... que escrita! Ela nos conduziu em um enredo fantástico, nos mostrou que há, sim, possibilidade de haver diversidade na literatura, que podemos debater todo e qualquer assunto de forma clara e aberta. Amei, cada momento que passei com seus doces personagens, amei cada aprendizado que tirei de cada linha que li. 

Uma escrita sensível e envolvente, na qual somos lançados a um universo único. Uma obra tocante, que nos faz sentir tão profundamente as sobre as razões de cada acontecimentos, que nos faz refletir acima de tudo sobre aceitação. Vale muita pena conferir.
Dizemos a nós próprios que existem motivos para as coisas que acontecem. Mas, na verdade, só estamos contando histórias para nós mesmos. Inventando. Elas não significam nada."

8 comentários

  1. Oi Patricia, Nicola parece ser realmente uma escritora bem sensível e que sabe transportar isso para seus livros, ao menos é o que sempre leio em resenhas de suas histórias e apesar de ainda não ter lido nenhum de seus livros, tenho muita vontade e espero começar a conhecer a escrita dela por esse em especial que parece ser muito bom. Todas as discussões que existem no livro são importantes e fiquei curiosa pra saber como a autora apresenta o ponto de vista do universo no livro. Curti a resenha e espero logo logo poder ler o livro ;)

    ResponderExcluir
  2. Ainda estou querendo conhecer a escrita da autora, já muito a respeito do livro e sei como a autora consegue mexer com o coração do leitor com esses casais encantadores conseguindo nos alegrar.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  3. Li recentemente aquele outro livro dela e nossa, a autora consegue escrever de uma forma que passa sentimentos mesmo, que deixa uma aprendizagem e uma sensação gostosa na gente. Parece que esse livro é outro exemplo disso e estou bem animada. A história tem tantas coisas para se pensar, não só um romance mas questões humanas e que a gente consegue ver por aí todo dia. É algo importante de se ter em mente, acho legal que passe um esclarecimento para o leitor, que a gente possa ver aquela situação mais de perto e consiga entender melhor. Adoro quando um livro consegue passar tudo isso!
    Gostaria muito de ler esse, parece que vale muito a pena ^^

    ResponderExcluir
  4. Deve ser muito legal o romance dos dois pois são um casal bem improvável, pois ele acredita em algo que ela não acredita, fiquei me perguntando se ela muda de ideia em relação ao destino. Muito bom abordar o tema do preconceito é triste pois infelizmente ele ainda existe

    ResponderExcluir
  5. Que resenha linda, acho que me passou toda a essência do livro. Pela história, parece um livro bem sensível, já me encantei com os personagens s2
    Adoro quando o livro passa mensagens positivas, parece que a leitura é muito mais gratificante assim.
    Amei a dica! Já vai para a listinha de desejados haha

    ResponderExcluir
  6. Oi, Patricia!!
    Fiquei bem interessada em ler mais esse livro da Nicola Yoon!! Gostei muito do primeiro livro dela e espero gostar mais ainda desse livro!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  7. Patrícia!
    O livro tem sido bem comentado pela blogosfera o que dá sempre aquela curiosidade em poder conferir a leitura.
    Ver diversos assuntos relevantes, além do romance, ser abordado aqui de forma delicada, mostra o quanto a escrita é sensível.
    “A sabedoria é a única riqueza que os tiranos não podem expropriar.” (Khalil Gibran)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
  8. eu nunca li nada da nicola
    e ultimamente tenho me decepcionado com os YA/NA que eu li
    mas esse me deixou curiosa o universo é narrador? que legal
    sem falar que não é só sobre o romance mas a autora aborda outras coisas junto
    acho que vou dar uma chance

    ResponderExcluir

© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por