Resenha || Faca de Água - Paolo Bacigalupi

21.2.17

Editora: Intrínseca
Páginas: 400
Ano: 2016
*Acervo Pessoal - Vale a pena compartilhar
Num futuro árido e tumultuado, em que a água ganhou o status de commodity mais valiosa, o direito de uso das fontes e dos rios é alvo de disputas ferrenhas. Uma guerra entre governos, órgãos públicos e empresários, na qual vale tudo. Enquanto advogados e burocratas armam-se com infinitos processos judiciais, mercenários e militares subjugam proprietários de terra, implodem estações de tratamento e interrompem o abastecimento de regiões inteiras. Nesse cenário surge Angel, um faca de água, um dos muitos mercenários com a missão de cortar e desviar o fornecimento de água a mando de quem paga mais. Lucy é uma jornalista premiada que decidiu revelar para o mundo a realidade da Grande Seca. Maria é uma jovem cuja vida foi destruída pelos efeitos das mudanças climáticas. Quando o direito de usar a água significa dinheiro para alguns e sobrevivência para outros, o que esses três personagens não sabem é que seu encontro é um marco que poderá mudar tudo. Um novo fiel da balança que sempre pendeu para o mesmo lado. Futurista, mas nada improvável, Faca de Água é um thriller que perpassa por questões econômicas, ambientais e éticas numa narrativa que extrapola o gênero, daquelas que se lê de uma tacada só e depois leva-se um longo tempo assimilando.


Olá Leitores, hoje trazemos uma leitura do nosso acervo pessoal para compartilhar com vocês. Não somos parceiros da Editora, mas a história nos chamou atenção a ponto de querermos dividir aqui no blog. Vamos conferir:

A história é narrada em terceira pessoa e se passa em um futuro onde a água é o bem mais valioso. As terras são áridas, o ar é poeirento e as pessoas sofrem com problemas respiratórios graves, pois quase não ocorrem mais chuvas.
Os governos foram desmantelados e agora existem líderes de determinadas regiões que construíram complexos onde as pessoas habitam. Esses complexos funcionam com grande discrepância social, onde os pobres vivem em sua maioria em habitações semelhantes à favelas tendo que usar bombas de águas coletivas fornecidas pela Cruz Vermelha (e pagar por cada gota de água retirada) e os ricos e importantes vivem no que seriam hotéis de luxo, onde podem tomar banhos prolongados, lavar roupas e utilizar a água da forma que achar melhor.

Esses complexos lutam constantemente pela autonomia dos rios, lagos e lagoas existentes. Enquanto a propriedade não é decidida burocraticamente, a água vai sendo utilizada. Porém, isso não agrada os líderes que não querem desperdiçar a água em outro complexo, então eles tem mercenários conhecidos como Faca de Água, que tem como função "cortar" o fornecimento da água desses rios. É em meio a esse cenário que os protagonistas desse livro vivem.

"Alguém tem que sangrar para que o outro possa beber."
Angel Velasquez é um faca de água que trabalha para Catherine Case, a líder de Nevada, uma mulher que comanda um dos complexos existentes mais prósperos. Angel é enviado para uma missão importante em Phoenix, onde um dos espiões de Catherine encontra-se assustado demais e pedindo constantemente para ser retirado de lá.
Phoenix é um lugar caótico, onde a taxa de homicídio é alta e a criminalidade é vista como algo banal. Os corpos são despejados em piscinas vazias e acabam se tornando "mais um corpo".

Lucy é uma jornalista e  tem amizade com James Sanderson, um advogado do departamento de águas que é brutalmente assassinado. A última conversa que os dois tiveram levantou suspeitas sobre a atividade do amigo e ela resolve investigar sua morte, mas vai se enrolar em uma complexa teia de conspiração.
"Antes ela ficara de fora, relatando. Agora era pessoal. Mais como um diário que escrevia durante a noite. Amargo. Cru. Exposto e intimista. Repleto de loucura, perda e decepção. O tipo que alguém no limite incerto da sanidade mantém enquanto passa de Tecate para tequila". (p. 152)
Maria é uma jovem órfã que aprendeu a se virar da melhor maneira possível. É inteligente, perspicaz e disposta a implementar as suas ideias para manter a si mesma e sua melhor amiga Sarah em segurança.

A trama é muito bem desenvolvida. O início do livro é lento e arrastado, por conta de muitos termos próprios desse futuro. Porém, assim que ultrapassamos os primeiros capítulos, o livro torna-se uma leitura fantástica.
"- Somos todos a mesma gente. Assim como todos somos guardiões de nossos irmãos. Às vezes nos esquecemos disso. Quando tudo está caindo aos pedaços, as pessoas acabam esquecendo. Mas no fim? Estamos todos juntos nisso". (p. 270)
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. As bordas das páginas são pretas como a capa e dão um ar mais apocalíptico ao livro. A revisão está impecável e a capa, apesar de simples, combina bem com o conteúdo.

9 comentários

  1. Primeira resenha que leio sobre a obra e fiquei super interessada.
    Essa questão da falta da água e do povo lutando por ela me chamou bastante a atenção.
    Me parece ser uma história bem desenvolvida e os personagens principais também.
    Apesar de não ler muitos livros do gênero, vou colocar esse na minha listinha.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Eu amei a premissa deste livro. Apesar de ser uma história fictícia ela infelizmente parece retratar o futuro que nos aguarda daqui a alguns anos. É muito triste pensar, que se um dia realmente chegar a faltar água, as pessoas mais ricas poderão esbanjar esse bem, enquanto outras terão que fazer o impossível para conseguir ao menos o suficiente para sobreviver. Adorei a recomendação de leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nossa!
    São várias histórias paralelas e vários personagens que irão se cruzar nessa ficção bem criada e não tão longe da nossa realidade, porque em breve, haverão monopólios em relação a água, já que não estamos cuidando de conservar agora.
    Claro que quero conferir.
    “Saber encontrar a alegria na alegria dos outros, é o segredo da felicidade.” (Georges Bernanos)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. OI.
    Nossa que livro é esse!
    Fiquei curiosa demais para conferir, apesar de ter desanimado um pouco em saber que o livro tem um ritmo meio fraco ni início, mas não vou desanimar não, adorei os personagens e fiquei ansiosa para saber o que acontece depois e tudo mais, esse vai para minha lista com certeza.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. O livro ser meio lento e arrastado no começo me desamima um pouco. Mas achei muito interessante essa coisa de mercenários e por esse elemento leria

    ResponderExcluir
  6. Ai um tema de livro que me da um pouquinho de medo por ele meio que um dia pode ser tornar a nossa realidade mana e isso em si é bem assustador. Eu não duvido que a editora intrínseca tenha realizado um bom trabalho na hora de publicar o livro, a editora é conhecida por se mostrar bem cuidadosa. O fato de que o livro é meio arrastado no inicio não deixa a história menos atrativa e se eu tiver oportunidade irei ler esse livro.

    ResponderExcluir
  7. Essa historia no livro, acredito ser um espelho do futuro. Acredito que no futuro a água sera algo bastante valioso, no qual haverá um disposta e poder sobre ela. Então gostei bastante pois passara um conhecimento maior sobre o valor da água e tudo por trás do mundo do poder. Adorei essa resenha, essa com certeza estará na lista de leitura desse ano

    ResponderExcluir
  8. Que livro mais interessante!! Adorei a premissa dele, é uma história que pode virar realidade!! Não duvido que no futuro acha várias brigas com relação a água!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Esse livro me deixou muito curiosa, ainda não conhecia essa historia, mas gostei muito do tema que a autora aborda, parece ser uma trama muito complexa e cheia de mistérios, fiquei curiosa para saber mais sobre essas personagens tão diferentes e se tiver oportunidade quero ler esse livro !!

    ResponderExcluir

© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por