Resenha || As Cordas Mágicas - Mitch Albom

Editora: Arqueiro
Página: 352
*Recebido em parceria com a Editora
Francisco Presto nasceu numa pequena cidade da Espanha em plena guerra civil. Com a infância marcada por tragédias, Frankie se torna pupilo de um professor de música cego, que se dedica a lhe ensinar tudo o que sabe.
Ao completar 9 anos, ele foge para os Estados Unidos carregando consigo apenas seus bens mais preciosos: um violão e seis cordas mágicas.
Com um talento fora do comum para tocar e cantar, Frankie rapidamente alcança o estrelato e influencia o cenário musical do século XX, apresentando-se ao lado de nomes consagrados como Elvis Presley e Little Richards.
No entanto, seu dom se transforma em um terrível fardo quando ele percebe que pode afetar o futuro das pessoas: uma corda de seu violão fica azul cada vez que uma vida é alterada.
No auge do sucesso, assombrado por seus erros e por seu estranho poder, Frankie sai de cena por anos, apenas para ressurgir para um espetacular e misterioso adeus.
Cordas Mágicas tem início no velório de Francisco Presto que parece ter morrido de maneira não natural. A história é narrada em terceira pessoa e vai intercalando entre passado e presente pelo ponto de vista de diversos personagens que passaram pela vida de Francisco e também pela música. Com isso conhecemos toda a sua história desde o anonimato ao momento que ele se torna um dos artistas mais consagrados.

Francisco foi adotado por um comerciante. Mesmo aos seis anos, Francisco é um menino com um talento imenso para a música e com isso seu pai resolve contratar um violinista para lhe ensinar. O Violinista deficiente visual, percebe com a alma, que Francisco possui um grande talento e com isso lhe ensina com afinco tudo o que sabe, para que assim Francisco possa evoluir em seu talento. E aí se tem início à sua trajetória musical.
"VIM BUSCAR O MEU PRÊMIO.
Ele está ali dentro do caixão. Na verdade, já é meu. Mas um bom músico aguarda respeitosamente até as notas finais serem tocadas. A melodia desse homem acabou, mas os que estão de luto por ele vieram de muito longe acrescentar umas poucas estrofes. Uma espécie de coda, de conclusão. 
Vamos ouvir.
O céu esperar."
Cordas Mágicas é um livro poético e reflexivo que levanta muitas questões sobre o ser humano em si e seu desenvolvimento pessoal diante de diversas situações incluindo um "grande talento" que pode ser benéfico, mas que também traz situações não esperadas ou que o levam para um caminho errado.

No livro a música é a grande protagonista e nos fala diretamente em diversos momentos com sua poesia e sensibilidade, efetivamente "cordas mágicas" que tem o poder de transformar por onde tocam. Além disso a história nos traz fatos e história reais que se entrelaçam com o a história criada por Mitch Albom.
"Eu tenho o poder de fazer você recordar-se das coisas. Absorvo suas memórias; quando me ouve, você revive as lembranças. Uma primeira dança. Um casamento. A canção que tocava quando você recebeu uma grande notícia. Nenhum outro talento proporciona uma trilha sonora para sua vida. Sou a música.."
Cordas Mágicas não é um livro que de cara eu curti, viajei por momentos monótonos, porém isso melhora e se transforma no decorrer da leitura e a experiência foi bastante positiva. Me surpreendi muito com o texto e a maneira que o autor nos apresenta os fatos de sua narrativa. 
Recomendo.

13 comentários:

  1. Amei sua resenha! Me deixou com muita vontade de ler. Deve ser um livro com muito a nos ensinar. Sem contar que deve ser uma história linda. Sem dúvidas vou procurar e adicionar a meta de 2017!

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro e não gostei muito dele :/ Não chamou muito minha atenção

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro também, mas achei interessante, parece ser uma história emocionante e traz ensinamentos para todos que leem, espero que seja isso mesmo. Gostei da resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  4. A capa deste livro é muito bonita, gostei do título, eu não conhecia este livro, lendo um pouco mais sobre o que se trata a história na sua resenha fiquei bem interessada e curiosa, pretendo ler futuramente.

    ResponderExcluir
  5. Karini!
    Acredito que gostaria do livro, porque uma escrita poética e tendo como protagonista a própria música de ser encantador.
    Uma pena não ter gostado tanto do livro.
    “Há mais, muito mais, para o Natal do que luz de vela e alegria; É o espírito de doce amizade que brilha todo o ano. É consideração e bondade, é a esperança renascida novamente, para paz, para entendimento, e para benevolência dos homens.” (Desconhecido)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  6. Oi Karini, tava bem querendo ver uma resenha desse livro e apesar de ter achado a capa lindíssima, cheguei a conclusão de que ele não iria prender minha atenção, ao menos não por agora, mas gostei de saber mais dele e quem sabe no futuro eu não me anime ;)

    ResponderExcluir
  7. eu curti sua resenha mas não me interessei muito pelo livro, não é o tipo de livro que me prende muito... acho que não iria prender minha atenção e eu iria acabar abandonando... mas os temas abordados parecem ser bons .

    ResponderExcluir
  8. Achei ele bem interessante quando vi, mas esperava por algumas resenhas pra saber se valia a pena ler, conhecer melhor a história e tal. Ele parece ser bem reflexivo e gosto de livros assim, eles fazem a gente pensar e isso é bacana. Acho que iria gostar de conferir esse =)

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Ainda não conhecia esse livo, mas achei interessante uma historia que fala sobre a musica, e do modo diferente que a historia acaba abordando esse tema, parece ser um livro bem reflexivo, ainda mais já se sabendo o final !!

    ResponderExcluir
  10. A capa é linda, a história é interessante, mas não curti muito, fiquei na duvida se era baseado em fatos reais ou não. Talvez eu leia no futuro.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Esse livro não parece ser tão bom, principalmente por ter esse lado poético, já que não gosto muito de poesias! Provavelmente não lerei, já que sei que não gostarei.

    ResponderExcluir
  13. Eu amei esse livro, li recentemente e foi um dos melhores do ano, adorei o ponto de vista da Música e a maneira que os fatos foram mostrados. A infância do personagem é muito sofrida e me vi com pena em vários momentos. Indico muito, a capa é linda, o enredo conquista e o romance fica como um excelente plano de fundo.

    ResponderExcluir