Resenha II Rainha de Copas - Queen of Hearts #1 - Colleen Oakes

Editora: Universo dos Livros
Páginas: 216
*Recebido em parceria com a Editora
Nem todo conto de fadas tem um final feliz... Como princesa do País das Maravilhas e futura Rainha de Copas, os dias de Dinah são uma monotonia sem fim. São muitos chás, tortas e uma série de humilhações causadas pelo Rei de Copas, seu pai. O momento mais esperado de seus dias é quando é visitada por Wardley, seu melhor amigo de infância, e futuro Cavaleiro de Copas - e o amor de sua vida. Quando a coroação de Dinah se aproxima, uma sequência de eventos sangrentos sugere que algo errado está acontecendo nos extravagantes salões do palácio. A princesa terá de desvendar esses mistérios antes que ela perca a cabeça para um inimigo sagaz. Personagens conhecidos como o Gato de Cheshire, o Coelho Branco e o Chapeleiro Maluco fazem parte da narrativa que encantará os leitores com uma nova perspectiva do País das Maravilhas, criado por Lewis Carroll.
A trama é narrada em terceira pessoa e tem como protagonista Dinah, a futura Rainha de Copas do País das Maravilhas. O primeiro livro da saga "Queen of Hearts" mostra como foi a vida da Dinah, alguns anos antes da sua coroação. 

A sua mãe morreu quando ela era uma criança e o rei a insulta e não tem afeto algum pela filha. Por conta das humilhações que sofre do pai, os empregados do castelo a destratam. São poucos os que gostam de Dinah, como Harris e Emily. Seus momentos de alegrias são quando encontra com seu melhor amigo Wardley, que também é a paixão secreta dela.

Dinah gosta de treinar lutas de espadas e usar roupas confortáveis, uma imagem que geralmente não é associada a princesas. Quanto mais próximo de sua coroação, mais incidentes suspeitos acontecem ao seu redor, e a jovem começa a investigar e a descobrir a verdade sobre o País das Maravilhas. 

Como podemos imaginar, alguma coisa importante aconteceu em sua vida, pois ela se tornará uma vilã. Mas será que ela é completamente má?
"Um dia, esse será meu Grande Salão. Todas essas cartas irão se curvar diante de mim, quando eu reinar ao lado de meu pai, e cortarei cabeças de quem rir ou até de quem olhar pra mim". (p. 17)
A trama é estonteante e a composição dos personagens é muito bem executada. A escrita de Colleen Oakes transporta o leitor a um novo País das Maravilhas, onde nem tudo é o que parece.

Há várias referências ao País das Maravilhas, como por exemplo, personagens como o Chapeleiro Maluco, a própria Rainha de Copas, O Gato de Cheshire e as decapitações de cabeças. Porém as semelhanças param por aí. Colleen Oakes cria um novo universo dentro do conhecido mundo de Lewis Carroll.

Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa é magnífica e chama a atenção.
"Reinar o País das Maravilhas não é para os de coração mole, e a coroa pesa, você sabe disso". (p. 45)

2 comentários:

  1. Carolina!
    Adoro todas as releituras dos contos de fadas e ver uma releitura de Alice no país da Maravilhas, enche meus olhos.
    Quero acompanhar tudo que acontece com a Rainha de Copas.
    “Não há nada que faça um homem suspeitar tanto como o fato de saber pouco.” (Francis Bacon)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Ola,
    Achei super bacana a proposta do livro, pois temos o ponto de vista da Rainha de copas, e eu irei amar saber o que aconteceu para ela se tornar a vilã, já irei adicionar a minha lista de desejados.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir