Resenha II O Príncipe do Prazer - Série Notorious #5 - Nicole Jordan

12.11.16

Editora: Essência
Páginas: 352
*Recebido em parceria com a Editora

O marquês de Wolverton, Dare para os íntimos, é conhecido em todo o Reino Unido pela sugestiva alcunha de Príncipe do Prazer. Alto, forte, loiro e com penetrantes olhos verdes, dono de um charme arrasador e uma habilidade ímpar de lidar com cada curva do corpo das mulheres, ele tem o figurino perfeito para esse papel. Porém, essa sua afamada expertise nada mais é do que uma fuga da dor de ter sido traído pelo grande amor de sua vida: a bela Julienne. Sua vida tem uma reviravolta quando o caprichoso destino volta a colocá-lo frente a frente com a francesa, agora transformada em atriz famosa. Ao ser convocado para investigar um perigoso traidor da coroa, que trama em favor de Napoleão Bonaparte, ele precisará do talento para a dissimulação de Julienne para desmascarar o criminoso.


A trama é narrada em terceira pessoa e o prólogo se passa em Kent, na Inglaterra, em agosto de 1807.
Dare e Julienne Laurent viviam um amor esplendoroso, daqueles que fazem com que todos fiquem arrebatados por seus sentimentos. Os dois viviam se encontrando em uma cabana, pois o avô de Dare, o marquês de Wolverton, era contra o casamento deles. Afinal, seu herdeiro precisava casar-se com alguém a sua altura e Julienne é socialmente incompatível.
Por mais que Dare quisesse fugir com a jovem, ela sabia que um dia esse rompante iria fazer com que ele se arrependesse, pois certamente seu avô o deserdaria.
"Apesar do calor de sua declaração apaixonada, um arrepio súbito percorreu a jovem francesa com força o bastante para fazê-la estremecer. Ela não podia afastar o medo de que a felicidade deles não durasse". (p. 12)
Sete anos se passam e a história transcorre em Londres, no ano de 1814. Dare tornou-se um devasso, um homem que se entrega as bebidas e as mulheres, aproveitando ao máximo ao prazer. O noivado dos dois terminou com uma grande traição de Julienne e Dare nunca a perdoou.

Porém, o reencontro dos dois acende uma chama de sedução, mas Dare está muito envolvido em sua vingança pessoal para enxergar a verdade. Julienne agora é uma aclamada atriz do Teatro Drury Lane. A primeira vista, tudo o que as pessoas enxergam é uma mulher de sucesso, alguém talentoso que conseguiu se destacar. Porém, Julienne é alguém quebrada por dentro. Os acontecimentos do passado a marcaram de tal forma que ela não foi realmente capaz de seguir em frente.
"Ela não podia se permitir qualquer envolvimento com Dare novamente, e certamente não nos termos dele. Uma dor daquele tipo iria destruí-la. Ela levara anos para deixar o passado para trás, e agora tudo o que ela queria era esquecer". (p. 52)
Dare, agora um espião da coroa britânica, recruta a bela jovem a fim de desmascarar um perigoso traidor da Inglaterra, conhecido como Caliban. O que deveria ser apenas um jogo de espiões, torna-se um jogo de sedução, onde ambos se negam a expor seus sentimentos e a revelar as verdades do passado. Agora, correndo perigo por conta da perseguição a Caliban e tendo o passado sendo revirado novamente, os dois terão que decidir se o que sentem vale a pena lutar.

O livro tem muito romance, mas também um grande jogo de intrigas e maquinações. É impossível imaginar tudo pelo que Julienne passou e o quanto a protagonista é resiliente e ávida por continuar lutando.  O enredo é bem desenvolvido, tem várias subtramas e é cheio de reviravoltas.
Em relação à revisão, diagramação e layout foi realizado um ótimo trabalho.

2 comentários

  1. Carolina!
    Adoro romance de épocas que se passam no século XIX, para mim são os melhores e se tem intrigas, conspirações e um espião da coroa, deve ter um enredo maravilhoso!
    “Não há nada que faça um homem suspeitar tanto como o fato de saber pouco.” (Francis Bacon)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bom?
    Gostei da resenha, o livro parece ser envolvente, gosto de romances de época, e esse tem tudo para me agradar, gostei da coisa de espiões.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir

© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por