Resenha II Nazistas entre nós - A trajetória dos oficiais de Hitler depois da guerra - Marcos Guterman

4.11.16

Editora: Contexto
Páginas: 192
*Recebido em parceria com a Editora
Os nazistas, responsáveis pelo Holocausto durante a Segunda Guerra Mundial, foram exemplarmente punidos após a derrota alemã, certo? Não foi bem assim. Muitos desses carrascos desfrutaram o resto da vida em liberdade, em vários cantos do planeta, como se fossem parte da mesma sociedade civilizada que eles tanto se esforçaram em destruir. Eram vistos como vizinhos pacatos, cidadãos de bem. E isso só foi possível porque, aos olhos de muita gente, o “passado” deveria ficar no “passado”. É essa história de impunidade que o historiador e jornalista Marcos Guterman conta.
Conforme a sinopse explica, o livro apresenta a história de alguns carrascos responsáveis por ações desprezíveis durante o Holocausto. Após a apresentação e um capítulo com fotos que fala desse período negro da história da humanidade, cada capítulo foca em um indivíduo.

*Klaus Barbie - Klaus Barbie, alcunhado "O açougueiro de Lyon" passou mais de quatro décadas vivendo sob o sobrenome de um rabino que conhecera em sua terra natal, uma escolha de nome cruel dada a natureza de seus crimes;

*Josef Mengele - Mengele é um dos nomes mais conhecidos dos monstros que atuaram durante o nazismo. Suas "experiências" eram em nome do aperfeiçoamento da raça ariana.
"Mengele ... até o último dia de sua vida acreditou que estivesse fazendo o que devia ser feito. Não há, em nada do que deixou escrito, nenhuma declaração que pudesse trair algum arrependimento". (p. 79)
Além desses dois indivíduos, o livro aborda as histórias de Albert Speer, Franz Stangl, Gustav Wagner e Adolf Eichmann. "Nazistas entre nós" é uma obra rica em detalhes e muito bem escrita. Um livro que deveria ser leitura obrigatória para todos.

Uma obra de reflexão sobre a impunidade e sobre a crueldade humana. A escrita é direta e simples e os capítulos são bem organizados, dando ao leitor a sensação de fluidez que o texto possui.

Como historiador, Marcos Guterman incluiu diversas notas no livro e também trouxe inúmeras bibliografias que os leitores podem pesquisar.

A Editora Contexto está de parabéns pelo trabalho editorial realizado no livro. A diagramação é simples, mas bem feita; a fonte tem um ótimo tamanho e apesar das imagens serem reproduções em preto e branco, os detalhes são claros.

5 comentários

  1. Oi Carolina, por mais que esse seja um livro importante e que deva ser lido, não sei se teria força ou mesmo estômago pra ler sobre a história desses nazistas e as crueldades que foram cometidas, no entanto reconheço que uma obra assim deva existir pra que não se repita os horrores que já foram cometidos e sinto uma revolta enorme sem nem ter lido o livro somente por ler as palavras impunidade e crueldade humana na resenha :/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, o livro tem um tema bem forte, hein? Sempre vemos livros que falam das vítimas, mas nunca das pessoas que cometeram as atrocidades. Sei que muitos deles foram influenciados, uma banalidade do mal, como a Hannah Arendt dizia. Eu tenho um estômago fraco, então não sei se leria.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sou uma pessoa muito fraca para livros de guerra ainda mais sobre estes verdadeiros monstros.
    O unico que li desta época foi A menina que roubava livros e não pretendo repetir a experiencia

    ResponderExcluir
  4. Carolina!
    Os livros ligados ao Holocausto são sempre atrativos para mim, porque podemos aprender sobre uma época que , graças a Deus, não vivemos.
    E um trabalho jornalístico que fala sobre os algozes dessa época deve ser totalmente fascinante.
    Quero ler.
    “Saber quando se deve esperar é o grande segredo do sucesso.” (Xavier Maistre)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Ola,
    O livro não faz o estilo de litura que estou acostumada, mas parece ser bom, e valer a pena pelo conhecimento que ele nos trás, pretendo dar uma chance ao livro, pois estou tentando fazer umas leituras diferentes das que estou habituada.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir

© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por