Resenha II A Besta - Irmandade da Adaga Negra #14 - J. R. Ward


Editora: Universo dos Livros
Páginas: 608
*Recebido em parceria com a Editora*
Da autora best-seller do The New York Times, J. R. Ward, uma das mais aclamadas autoras da atualidade! Nada é como costumava ser para a Irmandade da Adaga Negra. Depois de quase entrarem em guerra com os Sombras, as alianças se alteraram e as fronteiras foram delimitadas. Os assassinos da Sociedade Redutora estão mais fortes do que nunca, aproveitando-se das fraquezas humanas a fim de obterem mais dinheiro, mais armas, mais poder. Contudo, enquanto a Irmandade se prepara para atacá-la com toda força, um dos seus guerreiros tem uma batalha íntima para combater… Para Rhage, o Irmão com os maiores apetites, mas também com o maior coração, a vida deveria estar perfeita – ou, pelo menos, perfeitamente agradável. Mary, sua amada shellan, está ao seu lado; além disso, seu Rei e os Irmãos estão prosperando. Rhage, porém, não consegue entender – tampouco controlar – o pânico e a insegurança que o afligem… E isso o apavora – assim como o afasta da sua companheira. Após sofrer um ferimento letal numa batalha, Rhage necessita reavaliar suas prioridades. Quando a resposta surge, abala o seu mundo… e o de Mary. Todavia, Mary se lançou a uma jornada própria, que tanto pode aproximá-los como pode ser a causa do rompimento do qual nenhum dos dois se recuperará…
"A Besta" é o 14º livro da Irmandade da Adaga Negra e tem como foco Rhage, o Hollywood. Quem acompanha a série percebeu que Rhage vem apresentando alguns conflitos internos, questionando acontecimentos e até mesmo sentindo-se um pouco deslocado.

O enredo é continuação direta dos eventos anteriores. Assail, o vampiro traficante e seus primos, Ehric e Evale, concordaram em dar a localização do novo quartel general dos redutores e uma grande batalha está para ser travada. É nesse clima tenso que o livro começa. Os Irmãos na expectativa para invadir o refúgio dos redutores e Vishous tendo uma visão que mudará tudo. Apesar dos alertas de V., Rhage assume os riscos e o preço a pagar é muito alto.

Em paralelo, Mary está no Lugar Seguro, onde trabalha como assistente social para auxiliar as fêmeas e crianças que sofrem maus tratos. Porém, um caso em especial não sai de sua cabeça: Bitty. A garotinha passou por situações indescritíveis e está em uma situação precária no momento.

O livro ainda destaca alguns núcleos, como Assail e sua situação; a Glymera e os traidores; Xcor e os Bastardos, a gravidez de Laila e a recuperação de Luchas. Todos os núcleos tem a sua importância, pois dão continuidade a trama principal da série que é a luta dos Irmãos. Outra novidade que realmente surpreendeu e que dará ainda muito assunto a ser explorado nos próximos livros é sobre a Virgem Escriba. Aparentemente existem mais segredos a serem trabalhados ao redor dessa personagem tão complexa.

J. R. Ward criou um universo fantástico e agora, nesses últimos livros (como por exemplo, "O Rei") está demonstrando para o leitor as complicações de um relacionamento. É fácil acreditar que encontrar a companheira significa felicidade na certa, mas em um relacionamento (principalmente um vampiresco onde o tempo é medido em séculos), o casal precisa realizar ajustes. Suas necessidades mudam, seus sonhos se alteram e é necessário muito trabalho em conjunto para o relacionamento dar certo. E é exatamente isso que estamos observando nesses livros. Em "O Rei" vimos a necessidade de Beth em ter um filho e o medo de Wrath na questão. Essa importante diferença de opinião causou inúmeros conflitos entre os dois e o mesmo acontece entre Rhage e Beth. Os dois começam a analisar o que querem e percebem que precisam se lutar para conseguir mas ao mesmo tempo sem perder a essência do casal.

Vale destacar que Rhage é um dos Irmãos mais fofos. Com seu físico gigantesco, o coração dele é totalmente proporcional ao seu tamanho e mesmo acreditando que não é bom com palavras, a verdade é que ele arrasa! Mary é uma guerreira. Sua vida foi marcada por perdas e por uma doença grave, mas mesmo assim ela enxerga o caminho à frente. O amor dos dois é palpável e entre os momentos calientes e os ternos, fica claro que esse casal é espetacular.

Um personagem que vem ganhando cada vez mais espaço e respeito dos irmãos é Lassiter. Esse misterioso anjo tem um papel ainda oculto no grupo, mas espero sinceramente que a autora dedique um livro especialmente a ele, contando ao leitor todos os segredos guardados por trás de sua atitude brincalhona e irreverente.

Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. Encontrei apenas dois errinhos (nas páginas 172 e 299), mas nada que interferisse na compreensão do texto. O livro contêm o glossário de termos (existente também nos demais livros) e a capa combina perfeitamente com o enredo e com a capa dos livros anteriores.
"Ela era o relógio em seu pulso, o rosbife quando ele estava faminto, e um jarro de limonada quando estava sedento. Ela era sua capela e seu coro, a cadeia de montanhas para o seu desejo de correr o mundo, a biblioteca para satisfazer sua curiosidade, cada nascer e pôr do sol que existiu e que existiria. Com apenas um olhar, ou uma mera sílaba de uma palavra, ela tinha o poder de transformar seu humor, fazendo-o voar mesmo com os pés plantados no chão. Com um único toque, ela acorrentava seu dragão interior, ou fazia-o gozar antes mesmo de ficar excitado. Ela era todo o poder do Universo aglutinado num ser vivo, pulsante, o milagre que ele recebera apesar de não ser merecedor de nada além da sua maldição". (p.18)

5 comentários:

  1. Carolina!
    Para mim essa é uma das melhores séries de vampiros e embora ainda não tenha lido esse exemplar, gostei muito dos acontecimentos e da continuação.
    Vou ter de continuar lendo os livros que não li da série para chegar nesse.
    “Buscamos, no outro, não a sabedoria do conselho, mas o silêncio da escuta; não a solidez do músculo, mas o colo que acolhe.” (Rubem Alves)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carolina!
    Como já disse em uma outra resenha do livro aqui, não me interesso muito em começar essa série que já está tão adiantada. Na verdade me admiro da autora conseguir escrever tantos livros (imensos) e que têm qualidade. Dá pra ver o quão bem ela explora o universo que criou, falando não só do lado vampiro mas do lado mais humano dos relacionamentos também.

    ResponderExcluir
  3. Assim como na resenha anterior, volto a dizer que essa é uma série que eu tenho muita vontade em conhecer mas que por ser uma série extremamente longa e com livros bem grossos ainda estou um pouco intimidada a começar. Agora, preciso dizer que essa capa é uma das mais lindas da série, amei <3

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Gostei muito desse historia, e acho bem interessante como mesmo depois de tantos livros a autora consiga trazer personagens que nos conquista e principalmente novidades sobre esse universo que ela criou, com certeza se tiver oportunidade quero muito ler essa serie e poder conhecer um pouco melhor sua historias !!

    ResponderExcluir
  5. Sou fã ardorosa de IAN e Rhage é meu irmão favorito e não é por ele ser o mais bonito, é por ele ter o coração mais bondoso de todos os irmãos, por sempre estar disposto a ajudar quem quer que seja, por ser uma criança no corpo de um vampirão poderoso!!! Amo ele ponto!!! kkkk
    Essa autora tem uma criatividade e talento incrível, pois ela consegue nos deixar empolgados mesmo depois de tantos livros ja escritos e sempre surgindo fatos novos, sem deixar que os acontecimentos passados se percam na historia!!

    Espero que no futuro ela escreva sobre esse anjo caído que é a alegria daquela mansão!!! Gosto demais do Lassiter e apesar de todos na casa viverem ameaçando o coitado, eles tambem gostam dele!!!kkkk
    Minha frustração é não crirarem uma série de tv sobre IAN, seria muito melhor do que Vampire Diaries tenho certeza e olha que gosto muito de Vampire!!! kkkk

    Espero que J.R Ward siga a ordem e escreva agora sobre Zsadist meu segundo favorito!!!


    Bjssssssss

    ResponderExcluir