Resenha || Visão Falsa - Trilogia Falsa #2 - Dan Krokos

Editora: V&R
Páginas: 310
*Acervo pessoal*
Miranda só queria ter uma vida normal. Ela está determinada a deixar para trás sua assustadora origem como clone. Tudo o que ela quer é curtir bons momentos com Peter, seu namorado, com seus amigos de equipe e colegas de escola. Logo, porém, ela aprende a difícil lição: não existe vida normal – não para uma garota concebida para ser uma arma letal. Quando um de seus colegas de equipe transforma-se naquilo que ela mais teme, inicia-se uma guerra que coloca o mundo inteiro em risco. Miranda precisará seguir seus instintos acima de qualquer sentimento, inclusive os do coração – só assim as duras batalhas e perdas do passado recente não terão sido em vão. Com a promessa de um futuro terrível, o sacrifício para salvar aqueles que ela ama é inevitável. Nesta impressionante sequência de Memória falsa, Miranda segue em sua busca pela verdade – e deve encarar as consequências fatais de suas novas descobertas.

Visão Falsa é o segundo volume da Trilogia Falsa de Dan Krokos publicado pela V&R. A resenha do volume anterior Memória Falsa, pode ser encontrada AQUI! 
  
O primeiro volume começou de maneira empolgante com uma jovem dentro de um shopping sem memória e com poderes desconhecidos e perigosos. Miranda logo percebe que faz parte de algo muito maior do que qualquer um poderia imaginar e confiar é algo que ela terá de aprender. Logo se vê parte de uma equipe e tendo que confiar não só nas pessoas como em seus instintos e claro, ela vai tendo que fazer escolhas importantes com as quais terá de conviver e seguir adiante.

Visão Falsa segue o ritmo do primeiro volume e agora após algumas importantes situações Miranda se vê cada vez mais envolvida em uma trama sinistra onde nem sempre as coisas são o que aparentam ser ao primeiro momento e fugir do seu destino mostra-se impossível. Todo seu desejo gira em torno de ser alguém normal e não um clone com poderes capaz de dizimar pessoas, mas claro, nada é como queremos e assim é com Miranda. Uma verdadeira guerra se aproxima trazendo seus maiores medos para a superfície e não tem para onde correr!

Miranda é extremamente difícil às vezes e alguma de suas ações gerou muito estresse na equipe Alfa e muitos problemas. No primeiro volume tivemos certa parceria onde todos tinham uma função clara, digamos assim, mas nesse segundo volume é como se Mirada quisesse abraçar o mundo e só fizesse cagada atrás de cagada. Mas de certa forma isso acaba tornando a história mais palpável, afinal o que seríamos de nós leitores com personagens perfeitos e que sempre fizessem tudo certinho? 

Com uma escrita fluída e eletrizante Dan Krokos consegue mais uma vez nos aproximar do mundo criado por ele fazendo com que cada virada de página seja especialmente emocionante imaginando o que viria a seguir. 

Muitas coisas são reveladas e tantas outras se tornam um emaranhado confuso que promete ser desvendado apenas no último volume da trama. 
Adorei!

João.

4 comentários:

  1. Olha, achei bastante interessante a trama, pois eu não conhecia os livros antes e com certeza fiquei curiosa pra ler.
    Apesar de sentir muita raiva de personagens assim como você disse que a Miranda é, se fosse o contrário seria muito sem graça, né?
    Assim que possível vou conferir!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  2. Acho que os personagens fazerem cagada faz parte da nossa experiência de leitura. É extremamente chato quando o personagem é perfeito demais, então acredito que eu ia gostar da Miranda. Vou dar uma olhada na resenha do primeiro livro pra me inteirar mais da história, que aliás, gostei bastante.
    Um abraçO!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. João!
    Li sua resenha do livro 3 e já tinha ficado interessada, sabendo agora que Miranda é um clone poderoso e que pode dizimar outras pessoas, fiquei ainda mais interessada na leitura.
    “A sabedoria só nos chega quando não precisamos mais dela.” (Che Guevara)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não curto livros assim, com ficção, para mim é muito cansativa e geralmente não consigo chegar ao final.

    ResponderExcluir