Resenha || O Coração da Esfinge - Deuses do Egito #2 - Colleen Houck

Editora: Arqueiro
Páginas: 368
*Recebido em parceria com a Editora*
Lily Young achou que viajar pelo mundo com um príncipe egípcio tinha sido sua maior aventura. Mas a grande jornada de sua vida ainda está para começar.
Depois que Amon e Lily se separaram de maneira trágica, ele se transportou para o mundo dos mortos – aquilo que os mortais chamam de inferno. Atormentado pela perda de seu grande e único amor, ele prefere viver em agonia a recorrer à energia vital dela mais uma vez.
Arrasada, Lily vai se refugiar na fazenda da avó. Mesmo em outra dimensão, ela ainda consegue sentir a dor de Amon, e nunca deixa de sonhar com o sofrimento infinito de seu amado. Isso porque, antes de partir, Amon deu uma coisa muito especial a ela: um amuleto que os conecta, mesmo em mundos opostos.
Com a ajuda do deus da mumificação, Lily vai descobrir que deve usar esse objeto para libertar o príncipe egípcio e salvar seus reinos da escuridão e do caos. Resta saber se ela estará pronta para fazer o que for preciso.
Nesta sequência de O Despertar do Príncipe, o lado mais sombrio e secreto da mitologia egípcia é explorado com um romance apaixonante, cenas de tirar o fôlego e reviravoltas assombrosas.
O Coração da Esfinge é o segundo volume de Deuses do Egito da Colleen Houck o primeiro volume foi resenha AQUI! 

Coração da Esfinge segue da forma como imaginei que seria, Lily solitária com pesadelos horríveis sobre Amon lutando pela vida em um lugar muito sombrio, nada de love e momentos juntos já que ele não está presente e quando ela se dá conta que ele foi parar no mundo dos mortos para que não precisasse prestar conta por ter entregue seu coração a Lily ela fica ainda mais preocupada. Com isso ela está cada vez mais triste e deprimida, afinal o que ela poderia fazer? Mas Anubis faz revelações importantes que irá definir qual direção tomar. Para que Lily possa adentrar o mundo dos mortos ela precisará passar por "rituais de adaptação" digamos assim (na falta de uma palavra melhor para explicar) e claro nada é tão simples e fácil. É perigoso! Difícil e muita coisa está em jogo!

Sua jornada tem início com grandes revelações e mistérios sendo desvendados e outros ainda por revelar e as coisas, os Deuses são sempre misteriosos e parece que revelam  menos do que pensam e planejam. Uma luta com muito em jogo se forma e a protagonista principal é Lily e ela precisa mostrar força e garra para enfrentar tudo que está por vir. 

Eu gostei bastante da história só não morri de amores a ponto de aumentar as estrelas por ter muitos clichês no enredo. Mas mesmo assim três estrelas é bem positivo e eu estou bastante satisfeita com essa continuação.
As capas tanto do primeiro volume, quanto deste segundo volume estão belíssimas! 

Lily amadureceu muito e gostei da participação dela neste volume e Colleen Huck tem um poder incrível de conseguir ambientar de maneira bastante clara todo o mundo criado e inclusive a mitologia.

7 comentários:

  1. Já ouvi falar nessa série, mas ainda não li, nem nada da autora, mas que bom que, mesmo tendo bastante clichês, você gostou a ponto de dar 3 estrelas!
    E é tão bom quando tem amadurecimento dos personagens, né? Eu adoro!
    Bom saber que a autora conseguiu ambientar bem as situações.
    Fiquei bastante curiosa pra ler!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  2. Que pena que o segundo livro não superou suas expectativas. Eu amei o primeiro livro e espero ler o segundo em breve, mas estou com o pé atrás pois já vi muitos comentários negativos...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Karini!
    Estou com O Despertar do Príncipe aqui para leitura, vou tentar ler o mais rápido possível e analisar.
    Aí sim verei se vale a pena ler ou não a continuação.
    “Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de SETEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Não fazia ideia da existência dessa série, mas pela nota baixa que você deu, não fiquei tão animada. Não que eu tenha algum problema com clichês, mas devido ao tipo de enredo, dá pra se esperar um pouco mais. De qualquer maneira, depois darei uma olhada na primeira resenha para saber um pouco mais da história, quem sabe eu mude de ideia? Ainda mais por se tratar de deuses egipicios, um tema que nunca li sobre.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Acho que nunca li livros assim, parece meio fantasioso, mas gostei da resenha, vale a pena ler o primeiro volume.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Oi Karini!!!Essa série ja faz parte da minha lista de leitura, mas por algum motivo desconhecido sempre vou adiando!!! kkkkkk Gosto muito de livros de fantasia!!

    Bjssssss

    ResponderExcluir