Resenha II Slade - Novas Espécies #2 - Laurann Dohner

16.9.16


Páginas: 352
*Acervo Pessoal
Durante um de seus turnos no Hospital Mercy, a doutora Trisha Norbit é encarregada de cuidar de um prisioneiro que acabou de ser resgatado dos laboratórios das Indústrias Mercile. Depois de tratado e sob efeito da medicação, 215 acorda repentinamente e tenta seduzir a médica. Apesar do perigo, ambos são envolvidos pelo desejo, mas são interrompidos pela equipe médica que intervém para salvá-la dos braços de Slade, o prisioneiro 215. Ao se reencontrarem – agora, em Homeland –, Slade não a reconhece e, quando descobre que a doutora Norbit é a mesma médica que o salvou na noite em que foi resgatado do laboratório de testes, e com quem ainda sonha frequentemente, Slade fica abalado, pois sabe que ela nunca lhe dará uma chance. A relação entre dois se torna ainda mais intensa quando a vida de Trisha está em perigo e agora, é ele quem deve salvá-la. Enquanto fogem para se salvar, o desejo se faz presente e não pode ser negado, no entanto, as consequências desse envolvimento transformará suas vidas e a vida das Novas Espécies para sempre.
"Slade" é o segundo livro da série "Novas Espécies" da autora Lauraan Dohner. Narrado em terceira pessoa, o foco no casal Trisha e Slade. Trisha é uma médica de 28 anos de idade muito inteligente, que terminou a faculdade de medicina aos 24 anos. Competente e com uma mente hábil, ela tem seu emprego dos sonhos no Hospital Mercy. O problema é o seu chefe Dennis Channer, que vive atormentando-a e agindo de forma nada profissional. Até que em um de seus plantões sua vida muda para sempre. Ela acaba atendendo um dos Novas Espécies resgatados, o 215. Acontece que mesmo ferido e com drogas em seu sistema, 215 tem uma reação e tanto ao se deparar com Trisha. Uma reação que mexe com a médica profundamente.
"- Posso ser bem legal quando quero. Sei como puxar conversa. - Seu olhar se elevou e ele piscou para ela. - Sou bom com minhas habilidades orais quando estou motivado. - Ele olhou para o colo dela e seu sorriso se alargou. - Sou muito bom com minhas habilidades orais". (p. 47)
Um ano se passa desde esse incidente com o Nova Espécie e Trisha decidiu candidatar-se ao emprego de médica em Homeland. O 215 agora é chamado de Slade e trabalha na equipe de segurança da ONE (Organização Novas Espécies). Apesar de não reconhecer Trisha, ele vive provocando-a pois a médica atormenta os seus sentidos e o faz se sentir culpado pois ainda nutre sonhos com aquela misteriosa mulher que conheceu no ano anterior.

Acontece que Trisha é requisitada por Justice em uma missão especial. Escoltada por Slade e pelo humano Bart, os três são emboscados no caminho, pelo que parece ser uma facção do grupo de ódio que atormenta os novas espécies. Entre cenas com muita ação, adrenalina e diálogos explosivos, Trisha e Slade rendem-se à paixão, mas terão que lidar com as consequências.

"Ela precisava dele e ele lhe daria qualquer coisa que ela quisesse. Enxugaria as lágrimas dela, a abraçaria ou usaria o corpo para confortá-la". (p. 140)
Slade tem uma personalidade forte e faz com que ele tome decisões unilaterais. Uma dessas decisões torna-se um grande divisor no relacionamento com Trisha e inclusive envolve a solução de um dos problemas dos Novas Espécies.

Trisha por sua vez está determinada a seguir em frente e focar-se no futuro. Como médica da Homeland, ela tornou-se alvo de violência e agora está sendo mantida em proteção por Brass, Moon e Harley. Apesar dos Novas Espécies serem desconfiados dos humanos, principalmente dos médicos, o quarteto forja um forte laço de amizade e a descontração faz parte do cotidiano deles, com piadas e cenas engraçadas que alegram o dia a dia de Trisha. 


O leitor também é apresentado à Reserva, o local onde os Novas Espécies com características animais mais pronunciadas vivem. É lá que iremos conhecer Valiant, o protagonista do terceiro livro.

"Uma pele bronzeada e músculos grossos cobriam seu corpo quase nu. Ele devia ser o maior Nova Espécie que ela já vira. Seus dentes afiados apareceram quando ele curvou os lábios para trás e rosnou profundamente". (p. 238)
A trama é um romance adulto com várias cenas quentes, mas também fala de outros assuntos, principalmente discriminação e preconceitos, violência física e emocional e lealdade, honra e amizade.
Tanto Slade quanto Trisha são personagens com personalidades fortes. Trisha não se deixa dominar pelo jeito alfa de Slade e consegue meio que "domar" esse gigante. 

7 comentários

  1. Adorei a premissa desse livro!
    Não gosto muito de romance adulto, mas fiquei curiosa pra saber mais sobre essas Novas Espécies, sem contar que você disse que aborda outros assuntos e não foca somente nas cenas quentes.
    Quem sabe não dê uma chance à essa série?

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  2. Finalmente um romance em terceira pessoa! E erótico ainda por cima. Coisa rara de se ver. Só por isso já me interessei. Essa coisa de novas espécies é bem interessante, e fiquei bem satisfeita em saber que não se trata apenas do sexo, e sim trata de vários outros assuntos, assuntos estes que são bem delicados e deviam ser mais discutidos. Gostei muito da sua resenha.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu li o primeiro livro dessa série gostei e já coloquei essa continuação na lista de livros pra ler, por sua resenha eu vou gostar muito ;)

    ResponderExcluir
  4. Carolina!
    Essa tal de Homeland deve ser um total paraíso com seus experimentos entre humanos e animais...
    Não li ainda nenhum dos livros, mas já anotei aqui, porque parece uma série fabulosa e além de romance, deve ter muita ação.
    “A vida guarda a sabedoria do equilíbrio e nada acontece sem uma razão justa.” (Zíbia Gasparetto)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Oi Carol!!! Gosto muito dessa série, e o Pirulito é otimo!!!kkkkk Já li quase todos da série em PDF e sempre compro os livros fisicos quando lançam, agora aguardo ansiosa pela continuação!!

    Bjssssss

    ResponderExcluir
  6. Não curti esse livro, é o tipo que dificilmente eu leria e nem a capa gostei. Mesmo gostando de livros eróticos, esse não me atraiu.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por