Resenha II Azeitona - Bruno Miranda

Editora: Planeta
Páginas: 352
*Recebido em parceria
Ian e Emília não trocaram mais que duas palavras desde que começaram a estudar juntos, mas é o nome dela que vem à mente dele quando precisa de uma parceira para um plano mirabolante: participar de um reality show sobre casais adolescentes que vão ser pais. Isso em troca de um cachê capaz de resolver todos os seus problemas. Ian tem dezesseis anos e foi criado pela irmã, Iris, que precisou abrir mão de oportunidades na vida para cuidar dele. Agora, quando ela finalmente vai conseguir se formar na faculdade, ele se sente na obrigação de retribuir de alguma maneira. Emília, aos dezessete anos, não quer retribuir nada a ninguém – pelo contrário, seu sonho é sair de casa o quanto antes para não discutir mais com a mãe, com quem sempre teve uma relação conturbada. O fato de que eles não são um casal nem têm planos de ter um bebê de verdade parece apenas um detalhe. Mas a vida reserva surpresas, nem sempre boas, para quem acredita que é fácil inventar a própria história. O romance de estreia de Bruno Miranda, criador do canal Bubarim, no Youtube, é uma história divertida e tocante sobre relacionamentos familiares.

"Azeitona" é narrado em terceira pessoa e gira em torno de Ian, um jovem de 16 anos de idade e sua irmã Iris. Após o falecimento da mãe, Iris tornou-se responsável pelo irmão e teve que abrir mão de alguns sonhos para sustentar ambos. Mas isso não a entristeceu ou a parou; ela se tornou uma mulher determinada e trabalhadora que realiza eventos e organiza festas para viver. Agora ela está grávida e junto com seu namorado Leo, está iniciando uma nova etapa da vida.

Os dois irmãos são extremamente unidos, mas Ian culpou-se por ser um fardo para Iris que a impediu de seguir com seus sonhos originais. Mas sua oportunidade para retribuir surge em um local inesperado: na sala de espera do consultório do médico obstetra! É lá que aparece Catarina Raizer, produtora da Rede BPS, do programa "Novos Pais".

"Novos Pais" é um reality show que acompanha adolescentes grávidas e seus respectivos namorados, mostrando as dificuldades e alegrias da gravidez. Catarina tem a impressão de que Ian será um pai em breve e o rapaz, ao saber do pagamento pela participação no programa, não nega a possibilidade. Para participar do reality show, ele acaba falando o nome de Emília, uma colega de classe com quem ele teve pouco contato.

Emília tem 17 anos e tudo o que mais deseja é a independência. Seu relacionamento com a mãe é tenso, pois dona Helena não é uma pessoa carinhosa e em grande parte de suas interações, as duas sempre acabam trocando farpas. Quando Ian conta à ela seu plano, inicialmente ela acha que é uma loucura, mas ao pensar em como conseguiria mudar-se rapidamente, ela aceita a participar. É quando a confusão começa!

Os dois agora precisam driblar as câmeras e a equipe de filmagem para esconder o fato de que Emília não está grávida, ao mesmo tempo que ocultam de seus familiares que estão participando do programa. Uma tarefa bem difícil quando o programa é famoso.

O livro é uma leitura deliciosa e cheia de situações que arrancam sorrisos e risadas do leitor. O companheirismo entre Iris e Ian, as confusões que Emília e Ian se metem e as futuras mamães do programa são uma receita perfeita para uma leitura inesquecível!

Ian é fofo e tem boas intenções, mas sua ideia não é das melhores. Seu coração está no lugar certo e sempre que possível, tenta ajudar aqueles que estão ao seu redor. É professor de tênis particular para ganhar uma grana e se envolve com os problemas de seu aluno, o jovem Caio.

Iris é uma mãe em seu coração. É amorosa, gentil e extremamente carinhosa. Seu amor pelo Ian é palpável e fica claro que ela fará de tudo que está ao seu alcance para garantir que ele tenha uma boa vida.

Emília é jovem e em alguns momentos, extremamente ingênua. Apesar da necessidade de independência, muitas vezes ela não enxerga o quadro geral e fica presa apenas ao que precisa. Namora Gael, um rapaz de caráter duvidoso que tenta manipulá-la em algumas ocasiões.

A obra é doce, engraçada e muito bem estruturada. É uma história sobre os sacrifícios que fazemos por aqueles que amamos, mas também sobre a família e o amor incondicional.

A editora realizou um ótimo trabalho. A diagramação é simples, mas bem feita, a revisão está impecável e no início de cada capítulo temos uma azeitona para complementar o texto.

"Mas Ian temia o futuro. Ao mesmo tempo em que se sentia uma pedra no caminho da irmã, sabia também que, por enquanto, era seu único alicerce". (p. 51)


Parte interna da capa e contra-capa

6 comentários:

  1. Oi Carol.
    Esse plano do Ian não é dos mais inteligentes e tem tudo para dar errado. Mal consigo imaginar as furadas em que ele e a Emilia se meteram. Acho que a história rende boas risadas.
    O livro parece ser bem divertido e fiquei com vontade de ler.
    Achei a capa bem colorida, mas um pouco estranha.

    ResponderExcluir
  2. Oi Carolina, me vi surpreendida pois já tinha visto a capa e o título desse livro e ainda não tinha me interessado nem de ler a sinopse e agora aqui no site li e me interessei, a história de Ian parece bem interessante, em especial o relacionamento que ele tem com a irmã, que pra mim deve ser um dos pontos altos do livro ;)

    ResponderExcluir
  3. Confesso que estava com o pé atrás com este livro,não tava dando muita fé nele,mais agora mudei completamente de opinião parece ser um livro bem fofo e gostoso de ler,obrigada pela super resenha.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Nossa, eu ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas pelo visto ele parece ser muito bom, confesso que quando vi a capa pensei que se tratava de algo totalmente diferente do que ele realmente é, espero ter a oportunidade de ler, creio que irei me divertir com o Ian.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  5. ai parece tao bacaninha. so nao gostei mto do nome. quando vi a capa nao imaginava que se trataria disto mas parece ser mto bom e estou pensando mto em dar uma chance para este livro..

    ResponderExcluir
  6. Gosto muito desses livros com histórias de amor incondicional e coisas que fazemos por quem amamos. É bonito ver os sacrifícios, o que a pessoa está disposta a abrir mão e coisas assim. Se esse é nesse estilo parece ser bom. A história tem cara de ser fofa e apaixonante.

    ResponderExcluir