Resenha || Talvez um Dia - Colleen Hoover

28.6.16

Editora: Galera Record
Páginas: 368
*Recebido em parceria com a Editora
Um dos livros mais comentados de 2015, nos Estados Unidos, este é mais um sucesso arrebatador de Colleen Hoover, autora das séries Slammed e Hopeless.
Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

Vamos falar de “Talvez um Dia”, escrito por ela, minha diva destruidora de corações, a mulher que te engana e te faz chorar em todo livro dela: Colleen Hoover. 
“Ótimo. Estou chorando agora. Eu sou uma sem bolsa, chorona, violenta, garota sem-teto. E por mais que eu não queira admitir, eu acho que poderia ser também uma garota de coração partido. Isso aí. Soluçando agora. Certeza que isso deve ser o que se sente ao ter seu coração partido.”
“Talvez um Dia” nos contará a história de Sydney, uma jovem de 22 anos que tem uma vida tranquila - e por que não, feliz, um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Entretanto, isso tudo muda quando ela descobre que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Ao descobrir toda traição, Syd se vê sem lugar para ficar e acaba sendo acolhida por Ridge, um musico cujo talento ela vinha admirando.

O entrosamento dos dois é inevitável, Ridge é de uma sensibilidade impar e Syd consegue captar isso muito bem, tanto que passam a compor juntos e o que era simplesmente música se torna poesia. O problema é que uma atração cresce com o tempo entre eles, porém Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

Imagina a briga interna desse dois, quando digo que Colleen quebra até o coração mais gelado ninguém acredita. Gente, esse livro é pura poesia, é inteligente e incrivelmente romântico, uma leitura que flui, que te faz suspirar. Não há nenhum uma ressalva que se possa fazer a este livro, pelo menos sob meu ponto de vista; os personagens são bem construídos, novamente Colleen me fez apaixonada por eles, no momento em que passei a conhecê-los, eles foram me mostrando o quanto são reais, sensíveis, inseguros e que buscam constantemente o crescimento e o amadurecimento. 

Ridge é, sem dúvida, meu personagem favorito; um doce, um encanto e sua sabedoria e superação nos leva além do que podemos enxergar nas entrelinhas. 
''Talvez eu não seja o herói para ela que eu sempre tentei tanto ser, porque, agora, eu me sinto como se ela nem sequer precisasse de um herói. Pra que precisaria? Ela tem alguém muito mais forte do que eu jamais serei para ela. Ela tem a si mesma.'' 
Mais uma vez Colleen destruiu meu coração e superou todas as minhas expectativas, Talvez um Dia, é uma lição de que nada pode ser obstáculo para seguir seu sonho, que o amor é capaz de superar qualquer dificuldade. 
“Ei, coração. Você está ouvindo? Você e eu estamos oficialmente em guerra.”
Enfim, o livro é uma delicia, me prendeu e em poucas horas eu já havia concluído a leitura; ri, me encantei e me emocionei. Colleen me conquistou de vez e hoje me vejo capaz de classificar qual meu livro favorito dela. Com histórias inspiradoras, ela te encanta e, claro, destrói seu coração, mas lá no final ela o reconstrói. 
Sim, mil vezes sim, recomendo a leitura, você irá se emocionar e se apaixonar por cada letra de música, por cada melodia... Leiam! E se apaixonem! 
“Quero que me escute dizendo amo você.”Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

 ''MAYBE SOMEDAY"
(Talvez um Dia) 

Vendo algo de tão longe
Ficando um pouco mais perto a cada dia
Pensando que eu quero torná-la minha
Eu correria para você se eu pudesse ficar
O que eu quero não posso exigir
Porque o que eu quero é você

Refrão:
E seu eu não posso ser seu agora 
Eu vou esperar nesse chão
Até você vir
Até você me levar para longe
Talvez um dia
Talvez um dia

Eu tento ignorar o que você diz
Você se vira pra mim, e eu me viro pra longe
Mas o cupido deve ter me acertado duas vezes
Verdades são escritas, nunca ditas 

E seu eu não posso ser seu agora 
Eu vou esperar nesse chão
Até você vir
Até você me levar para longe
Talvez um dia
Talvez um dia 

Você diz que é errado, mas parece certo
Você me deixa ir, depois me segura firme
Palavras não terminadas, como nossa canção
Nada bom pode vir desse caminho
As linhas estão desenhadas, mas depois desaparecem
Por ela eu me curvo, por você eu me quebro''

7 comentários

  1. Só de ler sua resenha meus olhos encheram de lágrimas,meu Deus que livro lindo amo de paixão esta autora que como você diz destroí e reconstroí nosso pobre coração.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi, Patricia! Tudo bem?
    Colleen Hoover é uma autora de um talento sem tamanho, não é mesmo? Também sou apaixonada por suas histórias e eu não poderia estar mais desejosa em ler Talvez Um Dia. Além de ter uma capa muito lindinha, fui completamente cativada por uma história com um lindo romance, personagens incríveis e uma narrativa que instiga a todo leitor. Tenho a certeza de que irei adicioná-lo em minha lista de favoritos.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Patricia.
    Eu amo a Colleen e estou doida para ler Talvez Um dia. Ela tem uma habilidade única de deixar os leitores envolvidos na história, além de construir personagens incríveis. Syd e Ridge parecem ser ótimos.
    Adorei a prévia da letra de música que você postou. Deve ter letras lindíssimas no livro.

    ResponderExcluir
  4. Só de ler sua resenha já comecei a suspirar! Que livro fofo, quero! hahaha
    Nunca li nada da autora, mas tu me fez ter muita vontade!
    Amo livros que me fazem chorar, vou ler esse.

    ResponderExcluir
  5. Sou uma das que ainda não leu nada da Colleen Hoover. To sempre lendo resenhas e vendo como ela unanimidade e sempre ficando mais curiosa. Minha falta de conhecimento defino como falta de oportunidade. Sempre quero ler algo novo, alguma editora publica algo de uma autora que amo e aí as leituras novas vão ficando pra depois.
    Nesse mundinho literário de personagens arrogantes, vc até leva um susto quando encontra um personagem educado, inteligente, que não precisa ser prepotente pra se impôr.

    ResponderExcluir
  6. Dá até uma felicidade meio louca quando vejo resenha dele e gente que sentiu o mesmo que eu. É destruidor, é lindo, é romântico, é bem feito e com personagens que você torce pra ficarem juntos e todo mundo feliz no final. Desses livros que você agarra e não quer parar de ler. E quando acaba: chora por ter acabado! É muito bom mesmo. Esse é um dos melhores que li dela e que trabalho incrível a autora fez com ele.

    ResponderExcluir
  7. Sou fã assumida da Colleen Hoover, já li todos os seus lançados aqui no Brasil e no ano passado consegui conhecê-la. Estou louquinha para ler este dela. Desde antes de ser lançado aqui, já sabia qual era a história e fiquei morrendo de vontade de lê-lo. Misturou Colleen com música, já amei kkkkk
    "minha diva destruidora de corações" hahaha disse tudo!
    Como todo livro dela, nos envolvemos c os personagens, é impossível não se envolver e eu amo isso em sua escrita.
    E o que é essa música? Só amor <3
    Preciso desse livro P ontem!

    ResponderExcluir

© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por