Resenha || Os Reis do Bourbon - Os Reis do Bourbon #1 - J. R. Ward

Editora: Universo dos Livros
Páginas: 304
*Livro recebido em parceria*
Por gerações, a família Bradford foi coroada como magnata da capital mundial da produção de bourbon, no Estado norte-americano de Kentucky. A fortuna permanente lhes proporcionou prestígio e privilégios bem como a divisão de classes, conseguida a duras penas, na vasta propriedade familiar, a Easterly. No topo dela, há uma dinastia que, para todos os efeitos, joga de acordo com as regras da boa sorte e do bom gosto. Na base, os empregados que trabalham sem parar para manter impecável a fachada dos Bradford. E nunca os dois lados deverão se encontrar.
Para Lizzie King, a jardineira-chefe, cruzar essa fronteira quase arruinou sua vida. Apaixonar-se por Tulane, o filho pródigo da dinastia do bourbon, não foi o que pretendia, nem o que desejava, e o rompimento amargo só provou que seus instintos estavam certos. Agora, após dois anos de afastamento, Tulane finalmente retorna para casa, e traz consigo o passado. Ninguém sairá ileso: nem a bela e insensível esposa de Tulane; nem seu irmão mais velho, cuja amargura e rancor desconhecem limites; tampouco e especialmente o patriarca, um homem de pouca moral, ainda menos escrúpulos e muitos, muitos segredos terríveis.
Enquanto as tensões familiares profissionais e particulares florescem, Easterly e todos os seus habitantes serão lançados nos domínios de uma transformação irrevogável, e somente os fortes sobreviverão.
Ao iniciar a leitura de Os Reis do Bourbon me deparei com uma história muito bem desenvolvida e recheada de emoção! 

Não li nada da autora J. R. Ward, sendo assim não sabia de fato o que esperar de sua escrita; mas o que posso dizer é que fui surpreendida por um enredo muito bem desenvolvido em uma escrita que prende do começo ao fim. Quem não gosta de intrigas, fortuna, escândalos e amores? Se você, tanto quanto eu adora; então vem comigo!

O livro nos apresenta a família Bradford e seu lado sombrio visto que é uma família tradicional, os babados são muitos! Magnatas na produção de bourbon em Kentucky eles possuem muitos privilégios, isso, claro, por conta de toda a sua fortuna. A família tenta manter seu nome e prestígio e com isso conta com a discrição e lealdade dos empregados, e são firmes para que as regras nunca sejam quebradas. Empregados vivem para cumprir seu papel e os ricos desfrutar de tudo que possuem e são deles por direito!

Lizzie é jardineira responsável na prestigiada família e já passou seus bocados tendo se apaixonado por Tulane um dos filhos que acabou partindo seu coração. Ambos perdidamente apaixonados, infelizmente tiveram que seguir cada um seu rumo, mas o sentimento ainda arde com força. Ele casou-se e não vive feliz, tudo nessa prestigiada família é movida a ascensão, poder e fortuna. Então Tulane a que descobrir muito sobre sua esposa Chantal (intragável) que parece esconder coisas dele, além de ser uma pessoa na qual talvez precise se preocupar um pouco com suas tiradas, ambição implacável.

A história não foca apenas nesse casal improvável, mas em toda a família. Todos os quatro filhos de William Baldwine (patriarca) nos serão apresentados, Edward - o filho mais velho que carrega uma enorme bagagem, Max o que só faz merda, Tulane o prodígio e Gin a caçula no meio de tantos "machos", assim como a mãe Elizabeth Bradford uma mulher que eu não simpatizei nem um pouco. Diga-se de passagem, pelo patriarca horroroso também não! Outro personagem que vale muito a pena mencionar Samuel T. amigo de Tulane e por quem Gin nutre um grande amor. 

O que esperar de Reis do Bourbon? Muita intriga, romance e glamour vindo da maior fortuna já vista!

A história é narrada em terceira pessoa pelos irmãos Lane (Tulane), Edwar e Gim; o Max aparece nas memórias, mas me parece ser um personagem que terá muito a acrescentar. Percebemos como o dinheiro e status que comanda tudo e todos mesmo que seus desejos às vezes sejam mais simples, com um amor proibido ou algo que o dinheiro não compra. A fortuna comanda os destinos de todos, eles respiram dinheiro, levando uma vida de glamour, escândalos, desavenças e muitos enigmas a serem desvendados por nós. Mesmo que o foco do livro tenha sido o casal Lane e Lizzie; todos os irmãos e demais personagens são um quebra-cabeça a ser montado e que promete muito nos próximos volumes da série!

Beijos e espero que tenham gostado da resenha. 
Dani.

6 comentários:

  1. o livro parece ser mto bom e mta gnt esta louca para ler.. mas nao sei nao me prendeu mto. acho que dessa vez nao vou ler.. mas mto obrigada pela dica

    ResponderExcluir
  2. Oi Dani gostei sim da sua resenha,este livro parece ser muito bom gosto muito de histórias que envolve famílias poderosas e cheia de segredos,espero poder ler.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Caramba, essa autora escreve muitos livros :O não consigo acompanhá-la kkk
    Tenho muita vontade de ler algum livro, porém são sempre séries longas ou livros imensos, então fico um pouco receosa de lê-los. Porém esse me chamou bastante a atenção. Vejo muita gente falando tão bem de sua escrita que estou ansiosa para conhecê-la.

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Quero muito ler esse livro, ainda não li nada da J. R. Ward, mas assim que li a sinopse dessa historia ela logo me conquistou, parece ser aquele historia cheia de intrigas, tramas e mistérios familiares e fiquei curiosa sobre os personagens e esse casal, com certeza quero ler esse livro !!

    ResponderExcluir
  5. Me prometi dar um tempo em livro da Ward. Cansei de IAN, cansei de trocentos novos personagens a cada livro, cansei dos dramas que não acabam, enfim, cansei. Ward tem isso: apesar de os livros sempre terem um casal principal, eles não são o foco, todo mundo participa nem que seja pra dizer "oi" e não aparecer até o próximo livro.
    Acabei gostando bastante de Edward e Tulane.

    ResponderExcluir
  6. Oi,
    Gostei da sua resenha! Já estou curiosa por esse livro tem um tempo. Gosto de livros passados em outra época e amo intrigas, então ele foi feito para mim!

    ResponderExcluir