Resenhas II As Gêmeas do Gelo - S.K. Tremayne

Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2016
*Recebido em parceria com a Editora*
'Um thriller psicológico aterrorizante perfeito para os fãs de A Garota no Trem'
Um ano depois de Lydia, uma de suas filhas gêmeas idênticas, morrer em um acidente, Angus e Sarah Moorcroft se mudam para a pequena ilha escocesa que Angus herdou da avó, na esperança de conseguirem juntar os pedaços de suas vidas destroçadas. Mas quando sua filha sobrevivente, Kirstie, afirma que eles estão confundindo a sua identidade — que ela é, na verdade, Lydia — o mundo deles desaba mais uma vez. Quando uma violenta tempestade deixa Sarah e Kirstie (ou será Lydia?) confinadas naquela ilha, a mãe é torturada pelo passado — o que realmente aconteceu naquele dia fatídico, em que uma de suas filhas morreu?


Uma história intrigante do começo ao fim; As Gêmeas do Gelo traz um misto eletrizante de suspense e drama na medida certa.
"Eu deveria ter me vestido melhor: Mas por que eu deveria ter me vestido melhor? Tínhamos apenas vindo falar com um advogado. E mudar nossas vidas, totalmente."
A família Moorcroft parecia uma família perfeita - uma casa em um bairro de classe média, um marido e pai que foi promovido três vezes e está caminhando rumo ao topo de sua carreira, uma mãe bonita e dedicada, filhas gêmeas idênticas lindas e um cachorro dos sonhos.. O que mais poderiam desejar?
"Fomos a perfeita família de Camden. Mas, então, Lydia morreu, caindo da varanda da casa dos meus pais em Devon, e foi como se alguém tivesse jogado Angus de lá. Centenas de pedaços de Angus foram espalhados em torno daquele lugar. Sua tristeza era psicótica. Era como um incêndio de angústia que não podia ser extinto, nem mesmo com uma garrafa de uísque por noite, por mais que ele tentasse. Todas as noites."
Mas em meio a tanta perfeição e “vida dos sonhos” acontece um acidente fatal onde uma das gêmeas morre após cair da varanda da casa dos avós e desde então tudo tem sido um pesadelo sem fim. Sarah (mãe das gêmeas) está acabada mesmo um ano após o falecimento de uma de suas meninas (Lydia), seu marido Gus bebe muito e perdeu o emprego após agredir o chefe, sua filha sobrevivente Kirstie está cada dia apresentando comportamentos estranhos, como sua melhora repentina na leitura; deixando os amigos de lado e ficando amiga das crianças que eram amigas de sua irmã.. Entre outros. Até o cachorro anda apresentando comportamento estranho; o que será que está acontecendo?
"Sou a Lydia. Não a Kirstie. Kirstie morreu. Uma de nós morreu. Nós morremos. Eu estou viva. Sou a Lydia. Como você pode se enganar mamãe?  Como pode fazer isso? Como?"
Em meio a todo sofrimento de perder uma de suas filhas, Sarah se vê em uma situação sinistra.. Pois o que poderia ser tão doloroso quanto perder uma de suas filhas? Confundir a gêmea sobrevivente! Kirstie insiste em dizer que ela não é Kirstie e sim Lydia e a confusão está instalada, pois a menina pouco a pouco vai demonstrando sinais que fazem com que Sarah duvide de sua identidade e se culpe por ter confundido as gêmeas e também vamos percebendo que a “família perfeita” não era tão perfeita assim. Como toda família, os Moorcroft têm seus segredos. Gus está escondendo algo de Sarah, sua própria menina parece estar enlouquecendo e a cada dia percebe-se que ela está mais solitária. Gus e Sarah resolvem se mudar para uma ilha que é herança de Gus com intuito de não ter lembranças do passado e que isso possa ajudar sua família a seguir em frente. Ao menos é isso que Sarah acredita. Gus quer manter sua família longe da polícia, pessoas e qualquer um que possa perceber as ranhuras em seu lar. Sarah pensa que a mudança de ares poderá ser o pontapé inicial para curar seu luto, porém as coisas só complicam após a chegada à ilha. Kirstie está cada dia mais triste e confusa; e acaba criando situações bem ruins para sua família.
"Ele queria que todos ficassem longe de tudo por durante um bom tempo e, agora, havia conseguido. Ao menos em Torran estariam em segurança. Ninguém iria fazer perguntas. Sem interferência de vizinhos. Sem amigos e parentes. Sem polícia."
Em meio a isso tudo, pouco a pouco somos encaminhados por um emaranhado de pistas, fatos e suposições que nos deixa enlouquecidos para desvendar o que está acontecendo com a família. A escrita é muito bem desenvolvida e amarrada e preparem-se para ser surpreendidos, pois nada é exatamente o que parece ser!
"Lydia está lá, no espelho, segurando o leopardo... Parece estar animada. Seu sorriso é vívido, sereno, alegre. 
Viro para olhar para a minha filha, de verdade, parada lá no meu quarto, tranquila e em paz.
- Oi. Está melhor?
Mas ela não está mais sorrindo. Que mudança rápida. Sua expressão tinha mudado muito depressa. 
Então, percebo que ela não está segurando o leopardo."
Adorei As Gêmeas do Gelo esse é o tipo de leitura que costumo dizer: “É meu número!”.
 

14 comentários:

  1. Oi Karini
    Só de ler a resenha fiquei ansiosa
    hahahahahaha
    Vou procurar pra ler!

    Bjooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Adoro um suspense. O nome do livro já é bem aterrorizante. Os trechos que vc separou já me deixou com vontade de ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Li esse livro, estou escrevendo um também, sobre gêmeas, então achei interessante conhecer outras obras, essa foi uma que me inspirou bastante, (NÃO DO TIPO PLAGIO) mas depois de lê-la criei mais cenas para minha obra, um bom suspense para sair da ressaca

    ResponderExcluir
  4. Nossa achei este livro bastante intrigante não é um estilo que leio muito mais fiquei mega curiosa com esta família.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Ooi!
    Já faz um tempinho que esse livro anda me perseguindo haha, já li inúmeras resenhas sobre e tenho uma enorme vontade de ler, parece ser muito bom!
    Bjs xx

    ResponderExcluir
  6. Oiiiii Karini!!!!!!!!!!!!!!
    Acabei de descobrir o seu blog auhuhauha
    Que bom que essa leitura é o seu número, eu como você sabe não gosto muito desse gênero :/ Mais com certeza é uma boa pedida para quem gosta ;)
    Bjin

    ResponderExcluir
  7. Nooossa! É a primeira resenha sobre este livro que leio, apesar dele já estar na minha lista para leitura. Fiquei mais animada! Vou ler pra ver se o número me cabe também rs

    Bj

    ResponderExcluir
  8. Estou vendo muito gente falando bem desse livro. Fiquei curiosa com relação a história é ao suspense do livro. Gosto de livros que me façam querer desvendar os mistérios e acho que esse me faria sentir isso. Vou entrar na lista dos que estão doidos para lê-lo hahahah

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Vi esse livro no lançamento e gostei, mas lendo a resenha fiquei bem interessada principalmente para saber qual das gêmeas que morreu, para ser uma ótima trama na qual cada membro da família esconde algo o que me deixou bem curiosa !!

    ResponderExcluir
  10. Uma história realmente apavorante demais para mim, mas não vejo a hora de ler. O final deve ser dos melhores, e é claro, um final que a gente não espera.

    ResponderExcluir
  11. O livro deve ser muito bom, com um mistério angustiante do tipo que faz voce ler sem parar. E tenho irmãs gemeas, entao adoro livros/filmes que falam sobre gemeas hahaha

    ResponderExcluir
  12. Oi!!!

    Eu amei a resenha, a premissa me pareceu ser muito emocionante, eu amei o enredo descrito, uma família quebrada, uma perda muito grande de uma filha, com certeza sei que vou amar desfrutar dessa leitura.
    Deve ter sido muito difícil para a família lidar com toda essa situação, e mais difícil ainda para a gêmea que sobreviveu, ver-se perdendo a sua própria identidade, todo esse suspense me parece ser um ponto alto no livro.
    Irei ler com toda certeza.
    Bom Dia.

    ResponderExcluir
  13. o livro eh bem legal pelo visto.. misterioso com bastante suspense... e bem triste! super pretendo ler este livro.

    ResponderExcluir
  14. Nossa, esse livro foi muito bom de ler, eu devorei ele do início ao fim. E agora estou numa ressaca literária terrível!! :/ eu recomendo a leitura. Adorei a forma de escrever deste autor. Vocês não vão se arrepender!!

    ResponderExcluir