Resenha II Os Três - Sarah Lotz

30.4.16



Editora: Arqueiro
Páginas: 400
*Acervo pessoal
Quinta-Feira Negra. O dia que nunca será esquecido. O dia em que quatro aviões caem, quase no mesmo instante, em quatro pontos diferentes do mundo.
Há apenas quatro sobreviventes. Três são crianças. Elas emergem dos destroços aparentemente ilesas, mas sofreram uma transformação.
A quarta pessoa é Pamela May Donald, que só vive tempo suficiente para deixar um alerta em seu celular:
Eles estão aqui.
O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas... Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele...
Essa mensagem irá mudar completamente o mundo.

"Os três" é um livro que chama a atenção desde a sua capa escura com detalhes em vermelho, até as laterais do livro todas negras e uma sinopse que sem sombra de dúvida desperta a atenção e a curiosidade do leitor.

No dia 12 de janeiro de 2012, uma quinta-feira, que ficou conhecida como quinta-feira negra, 4 aviões caíram com horas de diferença, resultando em mais de mil mortes. E apenas 3 crianças sobreviveram ilesas a essas fatalidades.

Como vocês podem imaginar, quando eventos desse porte ocorrem, a mídia no mundo inteiro fala constantemente sobre o assunto, algumas pessoas tentam lucrar em cima e outras escrevem livros sobre o "fenômeno".

Ainda mais quando uma das passageiras que faleceram deixa uma mensagem estranha....
Como se não bastasse tudo isso, "Os três" é um livro dentro do livro. A história é contada através do livro da Elpeth Martins e é chamado "Quinta-feira negra - da queda à conspiração", onde através de relatos, depoimentos e notícias de jornais, internet e revistas a autora apresenta ao leitor os acontecimentos desde o acidente, até o cotidiano da vida dos três sobreviventes.

O livro é dividido em 10 partes que focam teorias de conspiração e o lado dos sobreviventes e narra a história nos seis meses após o acidente:

Parte I - A queda;
Parte II - Conspiração - Janeiro - Fevereiro;
Parte III - Sobreviventes - Janeiro - Fevereiro;
Parte IV - Conspiração - Fevereiro - Março;
Parte V - Sobreviventes - Março;
Parte VI - Conspiração - Março - Abril;
Parte VII - Sobreviventes - Abril;-
Parte VIII - Conspiração - Abril - Junho;
Parte IX - Sobreviventes - Maio - Junho;
Parte X - Fim de Jogo.

A maior parte dos relatos são em primeira pessoa, então durante toda a leitura existe a possibilidade dos acontecimentos serem exagerados ou movidos pela paranoia do narrador ou até mesmo por uma histeria coletiva.

Vemos também os "aproveitadores" em busca dos seus quinze minutos de fama, usando suas relações pessoais com as vítimas para conseguir um espaço e se autopromover.

O mais intrigante de todos esses relatos são as interações com os sobreviventes. Todas as crianças comportam-se de maneira diferente, o que é de se esperar ao sobreviver à queda e passar por um grande trauma, certo? Mas o excesso da mídia e as interações estranhas com alguns de seus familiares dão a entender que outras coisas estão acontecendo com eles.

A autora Sarah Lotz soube empregar de forma fantástica os momentos de tensão, alternados com situações que despertam até mesmo um certo medo. Outro detalhe que ela conseguiu com maestria foi "amarrar" todos os eventos que ocorreram no mundo inteiro, ligando não apenas os sobreviventes e seus familiares, mas também os demais personagens.

Por uma questão de gosto pessoal, o personagem que mais se destacou na leitura foi Paul Craddock, que ficou responsável pelos cuidados de sua sobrinha Jess, uma das três sobreviventes.

Várias teorias são levantadas, de aspecto religioso, de aspecto sobrenatural e algumas psicológicas. Qual delas é a verdadeira?
Vocês terão que ler para descobrir!

Uma história cheia de tensão, com detalhes incríveis, personagens maravilhosos e um final de arrepiar...

Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um excelente trabalho. Da capa sombria, as páginas escuras, tudo isso acrescenta ainda mais um ar assustador ao livro.
"Eles estão aqui. Eu.. Não deixe a Snookie comer chocolate, é veneno para os cachorros, ela vai implorar a você... O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas... Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Tchau, Joani, adorei a bolsa, tchau Joanie, pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele..." - Últimas palavras de Pamela May Donald (1961 - 2012).

10 comentários

  1. Eitaa que o livro parece ser bom mesmo! O problema é que falta tempo e dinheiro pra tanto livro bom que a pessoa ve por aqui, assim vou falir e ler sem parar hahahah

    ResponderExcluir
  2. O livro parece conter um GRANDE mistério, principalmente por sempre serem crianças os sobreviventes, além de mostrar a mídia que sempre aumenta o caso para fama, a diagramação deste livro parece ser linda mesmo, várias pessoas devem ter criado uma explicação, que quero ler e descobrir qual estava certa

    ResponderExcluir
  3. Já vi esse livro certa vez no skokb e até fiquei curiosa pra lê-lo, adorei a resenha e sim a capa é muito linda, a arqueiro arrasa nas edições.

    Lendocomela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Quando vi esse livro logo a capa me chamou atenção, mas ainda não sabia direito sobre o que era a historia e lendo a resenha gostei bastante, achei bem interessante temos um livro dentro de um livro e a historia logo e deixou curiosa para saber mais sobre essas três crianças, esse é um livro que com certeza quero ler !!

    ResponderExcluir
  5. nossa parece ser mto bom e misterioso esse livro..com ctz vou ler e por na lista de desejados!

    ResponderExcluir
  6. Oi Carolina!
    A pesar de não ser fã do gênero esse livro me deixou bem curiosa para lê-lo, em alguns aspectos parece ser confuso, já em outros parece ser uma trama envolvente e bem diferente do que costumo ver por ai. Por ser um livro dentro de outro, a impressão que tenho que deve haver várias perspectivas sobre um mesmo assunto deixando a trama mais complexa e excitante.

    ResponderExcluir
  7. Quando esse livro lançou eu fiquei louca de vontade para ler. Lembro que a primeira vez que o vi foi numa livraria e a edição me chamou a atenção logo de cara. Com o corte das folhas em preto, o livro todo preto, só com as listras vermelhas não tem como passar despercebido. Porém, vi muita gente falando que ele não era isso tudo e acabei desanimando da leitura. Vi que a editora vai lançar a continuação. Confesso que pensava que ele fosse livro único. Não sabia também que esse era um livro dentro de outro. Nunca fiz uma leitura assim então não sei se daria ou não certo comigo. Mas vou procurar lê-lo para tirar a dúvida.

    ResponderExcluir
  8. Comprei esse livro e comecei a ler, porém foi ficando cansativo, pois vários relatos que não acrescentaram nada ao acontecimento, só se promoveram. Mas é uma história curiosa, que aos poucos vou chegando ao final.

    ResponderExcluir
  9. Oi.

    Eu amei a premissa descrita do livro, muito interessante a desenrolar da estória ser em torno de três sobreviventes de desastres, fiquei muito curiosa para conferir essa obra, me parece ser uma boa leitura.
    Irei conferir com certeza.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  10. Com certeza esta sinopse chama muito a atenção,parece ser uma história bem tensa e fiquei curiosa para saber porque só as três crianças sobreviveram,dica anotada.
    bjs

    ResponderExcluir

© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por