Resenha II Driven - Driven #1 - K. Bromberg

Editora: Universo dos Livros
Páginas: 400
Rylee Thomas está acostumada a ter sempre o controle. Agora, porém, ela estará frente a frente como único homem capaz de convencê-la a abrir mão desse privilégio... Em um mundo cheio de mulheres prontas a fazer qualquer coisa em nome do desejo, Rylee sempre foi exceção à regra. Assim, ela apareceu como um desafio na vida do belo Colton Donavan, um piloto profissional habituado a conseguir exatamente o que deseja. Colton é um bad boy impulsivo, sempre testando limites, uma bomba prestes a explodir. Rylee havia construído um mundo seguro, com disciplina e cuidado, longe de homens como ele. Colton não pode dar a segurança que Rylee precisa, e ela também se sente incapaz de satisfazer um homem tão intenso. Mas Colton balançará a vida de Rylee como uma tempestade: tirando-a do controle, testando sua vulnerabilidade e – sem qualquer intenção –atravessando a muralha que protege o coração abalado da garota.O sedutor playboy também esconde segredos obscuros, que pretende revelar a ela antes que seja tarde demais. Após Rylee e Colton descobrirem que possuem em comum uma impressionante química sexual, será que os dois conseguirão superar a necessidade de controle para se entregarem a uma relação? E na colisão entre esses dois mundos tão distintos,será suficiente apenas a atração para uni-los?

Admito que quando me deparo com esse tipo de romance, meio que espero que seja um clichê e totalmente previsível. "Driven", o primeiro livro de uma trilogia, tem alguns aspectos previsíveis sim, porém é uma leitura obrigatória para os fãs do gênero.
"Imperfeitamente perfeito e sexy, com um sorrisinho sugerindo arrogância e um ar transpirando encrenca."
Os protagonistas são cativantes e ao mesmo tempo, capazes de arrancar risadas do leitor com suas falas e ações.

Rylee é uma jovem que passou por muita coisa na vida e sinceramente, tinha tudo para ser uma garota amarga e megera. Só que de alguma forma, ela encontrou forças para seguir em frente e é uma pessoa totalmente altruísta, dedicando sua vida à pessoas que precisam de ajuda. Apesar de ser meiga e ter um bom coração, não esperem que ela leve desaforos para casa. A mocinha tem uma língua afiada e sabe colocar qualquer um em seu lugar!

Colton conforme a sinopse explica, é um bad boy impulsivo. Acostumado a ter quem ele quer em sua cama, logo no primeiro momento tenta ter Rylee como mais uma marca em sua cabeceira. E acreditem, Rylee fica mais do que tentada com esse homem sexy e sensual.
"Seu rosto demonstra sua vulnerabilidade, Rylee, mas suas curvas, seu corpo, ambos celebram o pecado. Estou com água na boca para senti-la novamente. Você evoca em mim pensamentos que tenho certeza que te deixariam ruborizada."
Porém, ambos mantêm seu coração protegido e um passado doloroso à espreita. São esses dois pontos que dão partida para o desenvolvimento do primeiro livro.

"- Não posso te dar o que você quer, você não pode me dar o que eu preciso."
"Driven" é uma obra sensual e cheia de momentos hots, mas também tem um bom enredo e é desenvolvido.
"Ninguém nunca extraiu de mim uma reação tão carnal e primitiva assim..."
Muitos leitores irão perceber que Colton é constantemente descrito por seus atributos físicos e proezas a dois. Isso acontece porque a trama é narrada pela perspectiva da mocinha, que não esconde em nenhum momento sua atração por Colton.
"Você vai aprender que, às vezes, não estar no controle pode ser extremamente libertador."

11 comentários:

  1. O livro parece ser bem interessante, fiquei contente em saber que embora o livro seja hot não fica só nisso e tem algo a mais, sabe me dizer quantos livros são?

    ResponderExcluir
  2. Parece ser um livro interessante não me chamou muito a atenção mais parece ser uma leitura agradável.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi eu li a trilogia desse livro e amei é um livro romântico e hot eu amo esse tipo de genro literário eu super recomendo e a sua resenha está maravilhosa bjs.

    ResponderExcluir
  4. A história parece ser boa, mas não me interessei à ponto de pôr na listinha :p Enfim, não curto o gênero, mas amei a resenha! Abraços e até mais ^^

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Já tinha visto esse livro antes e achado interessante e lendo a resenha fiquei curiosa para ler e gostei da Rylee que parece uma personagem forte e decidida!

    ResponderExcluir
  6. Oie, Não é o meu tipo de livro mas quem sabe um dia eu leio..
    Adorei a resenha!
    bjus

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha.
    Já havia visto falar dessa série, fiquei muito curiosa a respeito dela, com certeza vou dar uma conferida nessa estória.

    ResponderExcluir
  8. Oiiee, tudo bom?
    Amei a resenha, eu ainda não conhecia o livro, parece ser bom, mas eu estou fugindo desse gênero literário por enquanto, gostei de saber que temos uma mocinha de bom coração, mas que não é dessas bobinhas que ficam levando desaforo para casa.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia esse livro, mas ja vou acrescentar na minha lista!! Adoro um bad boy!!!kkkkk Gostei muito da resenha, parabéns!!!


    Bjsssss

    ResponderExcluir
  10. nao gosto mto de livros assim... mto sensuais e sexy e new adult sei la... hahah mas parece bacana. otima dica mt obrigada

    ResponderExcluir
  11. Apesar de ter gostado da sua resenha e ela ter despertado um pouco a minha curiosidade, não é um livro que eu leria. A verdade é que acabei abusando desse gênero e são poucos os que leio e me conquistam atualmente :/

    ResponderExcluir