Resenha II Birman Flint e o Mistério da Pérola Negra - Viagens na Ficção #1 - Sergio Rossoni

Editora: Chiado Editora
Páginas: 383
Após mergulhar num mundo sombrio cercado por assassinos e traidores, Birman Flint depara-se com uma estranha verdade em torno de um antigo legado transformado numa maldição.
A busca pelo misterioso artefato conhecido como Ra´s ah Amnui pode ser a resposta para a conspiração em torno do Czar Gatus Ronromanovich e sua família, conduzindo Flint por caminhos obscuros muito além da sua própria compreensão.
Um artefato, uma estranha seita e um assassinato, todos eles interligados por algo que parece representar a chave deste misterioso enigma. Uma joia, um objeto de rara beleza ocultando em si um passado sombrio, lançando nosso herói numa corrida contra o tempo para salvar a dinastia Ronromanovich do desastre iminente.


A trama é contada através de animais. Isso mesmo. Os protagonistas desse primeiro livro da série Viagens na Ficção, trazem animais caracterizados como seres humanos. A história se passa na Europa e o protagonista é Birman Flint, um repórter do Diário Felino.
“Flint era um gato magro demais, esguio demais para a sua idade. Pouco se sabia sobre ele, filho de uma cantora de ópera cuja passagem por Siamesa havia selado seu destino ao conhecer Theodor Flint, um elegante e sedutor gato, considerado um excêntrico aventureiro, que parecia ter deixado como herança para seu único filho a vocação para farejar uma boa encrenca, que no seu caso, servira-lhe profissionalmente”.
O ano é 1920 e a história se desenvolve a partir da morte de Karpof Mundongovich, um camundongo e agente imperial da Rudânia. Gallileu Ponterrouax, um galo, é o detetive responsável pela investigação e conta com a ajuda de Flint, um amigo para descobrir a grande conspiração ao redor desse assassinato.
"É o que costumo dizer, jovem camundongo, confie sempre no destino. Neste caso, refiro-me aos meus informantes espalhados por cada canto dessa cidade maldita."
O livro é uma trama policial voltada para o público juvenil, mas com qualidades que irão agradar ao público adulto também. O universo criado é muito bem desenvolvido e as personalidades dos personagens são bem delineadas.
A narração é um pouco descritiva demais, fazendo com que em alguns trechos a leitura se arraste.
O enredo deixa várias perguntas sem respostas, mas como se trata do primeiro livro de uma série, esperamos que nos próximos volumes tudo se encaixe.
"E o final, quando muitas coisas são reveladas, você fica temendo pela vida do repórter e seu amigo, pois estão envolvidos até a cabeça com uma coisa muito mais grandiosa do que esperavam, e fica naquela ansiosidade, de ler o próximo logo, e descobrir se vão conseguir sair inteiros dessa ou não."

12 comentários:

  1. Sinceramente eu não curti esse livro? Ja li varias resenhas, assim como a sua, que falam bem do livro, e tal, mas não consigo me simpatizar com a historia. Mas, quem sabe se um dia eu vier a ler eu não mude de opinião.

    ResponderExcluir
  2. Oi sinceramente a sinopse do livro não me chamou a atenção não é o tipo de genro literário que eu gosto de ler bjs.

    ResponderExcluir
  3. Olá, apesar de achar a história até que legal é um estilo que não estou acostumada a ler,quem sabe mais pra frente eu de uma chance a este livro.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Ah eu gostei bastante do livro, bem inusitada essa idéia do autor de colocar animais ao invés de humanos numa trama policial, vou ler com certeza.

    ResponderExcluir
  5. Já conhecia o livro, o conceito é bem criativo e o a autor parece desenvolver bem, mas não curto narrativas lentas. Abraços, amei a resenha :)

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Gostei de temos animais caracterizados como seres humanos o que deixa o livro interessante, mas livro muito descritivos para mim acaba tornando a leitura muito cansativa e arrastada !!

    ResponderExcluir
  7. Oie, não conhecia o livro mas achei a ideia bem criativa.
    Uma trama policial com os animais como personagens, adorei!!
    bjus

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde.
    Narrado por animais?? Bem diferente...
    Porém não sou muito fã de ficção científica, então fica para uma próxima.

    ResponderExcluir
  9. Oiiee,
    Eu ainda não li nenhum livro que fosse do tipo, narrado por animais com características humanas, parece ser bom, mas não me chamou a atenção, quem sabe mais para frente eu dê uma chance, pois gosto de livros juvenis.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  10. Apesar de gostar de ficção, esse livro não me interessou, acho que é essa coisa de animais no lugar de pessoas sei lá é meio estranho!!!

    Bjsssssssss

    ResponderExcluir
  11. achei mto fofo. amei a capa e a historia de animais parece ser mto legal. adorei. parece ser mto top.

    ResponderExcluir
  12. Gostei bastante da resenha, e eu jamais diria que esse livro seria contado por animais. Achei bem interessante e só por isso, já está na lista. Espero que eu goste! Beijos!!

    ResponderExcluir