Resenha || Doce Perdão - Lori Nelson Spielman

Editora: Verus
Páginas: 322
Livro recebido em parceria com a Editora*
Hannah Farr é uma personalidade de New Orleans. Apresentadora de TV, seu programa diário é adorado por milhares de fãs, e há dois anos ela namora o prefeito da cidade, Michael Payne. Mas sua vida, que parece tão certa, está prestes a ser abalada por duas pequenas pedras... As Pedras do Perdão viraram mania no país inteiro. O conceito é simples: envie duas pedras para alguém que você ofendeu ou maltratou. Se a pessoa lhe devolver uma delas, significa que você foi perdoado. Inofensivas no início, as Pedras do Perdão vão forçar Hannah a mergulhar de volta ao passado - o mesmo que ela cuidadosamente enterrou -, e todas as certezas de sua vida virão abaixo. Agora ela vai precisar ser forte para consertar os erros que cometeu, ou arriscar perder qualquer vislumbre de uma vida autêntica para sempre. Após o sucesso mundial de A lista de Brett, Lori Nelson Spielman retorna com este romance terno e esperto sobre nossas fraquezas tão humanas e a coragem necessária para perdoá-las - assim como para pedir perdão.
"Perdoar é libertar um prisioneiro e descobrir que o prisioneiro era você."
- Lewis B. Smedes
Doce Perdão nos transmite lições importantes e que me fez refletir bastante.
A história traz a oportunidade de recomeços; a tão sonhada "segunda chance" que nem sempre temos a oportunidade de ter ao longo de nossas vidas. Assim como envolve mentiras, erros, acertos, mudanças e tantas outras questões e sentimentos que nos faz realmente refletir.

Hannah trabalhava como apresentadora  em um programa na cidade de Nova Orleans, uma verdadeira celebridade, já que era bastante conhecida e aclamada, além de ser namorada do prefeito; tudo parecia perfeito; até que ela recebe  pedrinhas de uma corrente; a coisa funciona mais ou menos assim: "você envia duas pedrinhas para alguém que feriu ou magoou e então se receber uma delas de volta é porque foi perdoado." Mas claro que as coisas não são tão simples assim já que Hannah recebe as pedrinhas da idealizadora da corrente e também aquela quem destruiu sua família e lhe causou grande dor. Sendo assim, fica realmente difícil para Hannah perdoar, já que em sua cabeça é algo imperdoável!

Tudo isso de corrente e das pedrinhas irá fazer com que Hannah repense toda a sua vida, desde seu passado, ao presente e ao que estará por vir e claro que tudo isso será impactante em sua vida atual e não apenas algo que ficou no passado.

Doce Perdão tem uma linguagem fácil, com personagens bastante comuns, onde suas histórias nos passa a impressão que poderia ser algo que acontece por aí.
Gostei da história e recomendo.

Resenhado por: Daniela.

13 comentários:

  1. O que me chamou a atenção neste livro foi a capa que achei muito bonita mais a história parece ser bem emocionante,gostei pretendo ler.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Eu li recentemente e fiquei apaixonada pela história, achei super fofa e adorei o casal, inclusive o que acontece no final do livro, sua resenha está ótima

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. adorei a historia das pedrinhas. ta na minha lista mas ainda nao vou ler logo. acho que nao tem mto romance tem???

    ResponderExcluir
  4. Apesar de achar a capa linda este livro não me chamou atenção!! Pode ser que no futuro eu mude de ideia, mas no momento não lerei!!!

    Bjssssssss

    ResponderExcluir
  5. Daniela!
    Livros que nos fazem repensar nossa forma de encarar as coisas e traz ensinamentos para toda vida, são sempre convidativos a leitura.
    E se fala em segunda chance, melhor. Todos temos direito a uma segunda chance e recomeçar.
    “O homem comum fala, o sábio escuta, o tolo discute.” (Sabedoria oriental)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Eu gostei da sinopse e da sua resenha, mas Doce perdão não chegou a chamar minha atenção a ponto de colocar o livro na lista de desejados... O que achei muito lindinha foi essa capa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. olhando assim a capa nem dá para notar que livro fala sobre um tema tão intenso.
    Eu gostei bastante de conhecer o livro e acho bacana a autora tranformar em livro um assunto que esta em grande maioria nas vidas das pessoas.

    ResponderExcluir
  8. Oi Daniela, quando eu vi a capa pensei que o livro seria um romance meloso e tal. Mas lendo a sua resenha, fiquei curiosa o livro entrou na minha lista de leituras obrigada pela dica bjs.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Gostei muito desse livro principalmente pela mensagem que a autora nos passa através da historia de Hannah é o tipo de leitura que quando acabamos nos faz pensar e a capa está linda !!

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Gostei muito da resenha, ainda não li ao livro, mas já tinha certo interesse nele, pois gosto muito de livros que nos ensinam algo, ainda mais sobre segundas chances, pois sim eu acho que as pessoas merecem isso.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  11. Eu não li A lista de Brett, da mesma autora, mas continuo interessado em ambos os livros. Esta autora me passa uma segurança em sua escrita com os dramas que ela trata em cada personagem, neste caso Hannah me interessou bastante por estar no meio da fama, o que é sempre bem-vindo para mim na literatura devido a variedade de opções que pode acontecer futuramente. Bom, a autora trata as dificuldades de Hannah de uma forma incrível e reflexiva. A arte de pedir e aceitar o perdão é bem retratada.

    ResponderExcluir
  12. Sua resenha foi totalmente cativante. Eu não imaginava a profundidade e drama pessoal dos personagens que este livro poderia passar, mas me surpreendeu com toda a certeza. Sempre deixamos o nosso lado "ruim" passar despercebido e o livro traz a tona essa reflexão, muito bom.

    ResponderExcluir
  13. Gostei de Doce Perdão pela capa e agora percebo que a mesma unida ao título tem muito a ver com a história. Hannah é uma personagem interessante, com uma carreira artística, o que me interessou, ela parece super estrelas - as intocáveis -, mas ao decorrer da trama percebo que ela não passa de uma mulher indecisa e traumatizado com seu passado. Essa jornada promete!

    ResponderExcluir