Resenha || O Último dos Canalhas - Canalhas #2 - Loretta Chase

Editora: Arqueiro
Páginas: 304
O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.
Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.
Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.
Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a derrota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação.
O segundo livro da série da autora Loretta Chase tem como protagonista Vere Mallory e Lydia Grenville. Vere fez uma rápida aparição no primeiro livro e esse foi o gancho para o seu próprio livro.

Mallory é o duque de Ainswood, um homem que, apesar de todo o status e dinheiro, teve uma vida repleta de perdas. A última morte na família o deixou transtornado, de modo que ele não quer assumir as responsabilidades que o seu título traz. É claro que isso não significa que Mallory abriria mão de algumas vantagens, como a capacidade de quebrar os corações das damas.
“Segundo etimologistas, “Mallory” significa “infeliz” ou “azarado”. Mas na história da família do duque, queria dizer “encrenca”, com “E” maiúsculo. Alguns antepassados do duque tinham vivido muito, outros pouco, mas todos tiveram em comum uma vida intensa, porque essa era sua natureza: serem canalhas notórios de nascença”.
Lydia é uma jovem forte e totalmente diferente do esperado das mulheres da sociedade. Desde cedo ela presenciou situações difíceis, inclusive em sua própria família. Com o tempo, ela cresceu e tornou-se independente. É uma jornalista que busca ajudar as jovens inocentes que ao chegarem na cidade grande são levadas ao mundo da prostituição. 
“Não seja ridículo. Não sou uma dama, mas uma jornalista, e todo mundo sabe que os não temos moral”.
Como devem imaginar, Lydia acaba se envolvendo em situações complicadas e até ganhando uma importante e perigosa cafetina como inimiga. Na tentativa de salvar uma jovem, Lydia tem seu primeiro encontro com Mallory e a partir desse momento o leitor presencia um combate de vontades. E a protagonista ganha o primeiro round, deixando o ego de Mallory no chão.
“Não iria humilhá-la publicamente. Vere seria a única testemunha da queda, que seria em seus braços e, em seguida, na cama. E ela gostaria, e admitiria que gostava, e imploraria por mais. Depois, se por acaso ele se sentisse caridoso, cederia aos rogos. E então...”
As interações entre os protagonistas são hilárias. Cada cena é uma nova tentativa de provocação por ambas as partes e as situações inesperadas geram uma conexão imediata entre os protagonistas e o leitor.

Lydia não tem papas na língua e muito menos se sujeita as convenções sociais. Essa atitude é uma lufada de ar fresco na vida de Mallory, que mesmo não querendo admitir, empolga-se desde o primeiro combate com a jovem.
“No mundo real, adulto, era mais fácil encontrar unicórnios do que príncipes encantados".
Um romance divertido, inteligente e repleto de diálogos engraçados.








11 comentários:

  1. Olá
    Quero muito ler este livro,li o primeiro e gostei mais não amei,gostei mais da história deste que parece ser bem mais divertida.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Paty, é um livro muito gostoso e divertido mesmo. Adorei os personagens e o desenrolar da história, sem falar que foi muito bom ver novamente o lorde Belzebu.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Oi Patricia, eu li a resenha desse livro em outros dois blogs e este livro já esta na minha lista de leitura com certeza vou le-lo e eu amo livros que se passam em outro seculo e como sempre você faz ótimas resenhas bjs

    ResponderExcluir
  4. Olaaaa,
    Eu ainda não li O príncipe dos canalhas, mas pretendo ler assim que me for possível, gostei muito da resenha e pelo visto a série irá me agradar muito, gosto de romances de época ainda, eu tenho certeza de que vou me divertir muito com esse casal, estou precisando de uma leitura dessas bem hilarias para dar aquelas risadas bem gostosas sabe kkkkkkk.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    O príncipe dos canalhas provavelmente vai ser minha próxima leitura e eu já estou bem curiosa sobre esse segundo livro! Acho que vou gostar muito dessa protagonista corajosa vou dar boas risadas com o casal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Quero muito ler essa serie da Loretta Chase gostei bastante do primeiro livro e lendo a resenha desde gostei muito da historia principalmente por termos uma mocinha forte e independente e parece ser uma livro bem divertido !!

    ResponderExcluir
  7. Li o primeiro livro sa autora lançado aqui no Brasil e adorei o jeito singular que a autora escreve, to mega curiosa para ler o livro O Último dos Canalhas e me divertir bastante.

    ResponderExcluir
  8. O Último dos Canalhas me chamou a atenção, principalmente, por Lydia, li uma outra história com uma personagem de mesmo nome e uma personalidade muito semelhante, logo me identifiquei com a leitura de O Último dos Canalhas. Vere também não fica para trás, mesmo com sua futilidade inicial, ele conquista o leitor. Cada um com suas dificuldades, sobressaem em sua própria história.

    ResponderExcluir
  9. Romance de época é um gênero muito bom. Vere é um personagem sagaz e que mesmo envolvido em muitas brigas e não querer assumir o seu reinado, faz isso de uma forma muito boa e divertida. Como todo romance, uma mulher aparece, e Lydia parece perfeita para controlá-lo. Adorei a história.

    ResponderExcluir
  10. ultimamente quero mto ler este livro e estou gostando mto de romances historicos! hahah adorei o casalparece ser mto bom!!! adorei a historia e cm toda ctz esta na minha lista

    ResponderExcluir
  11. "O Último dos Canalhas" me deixou intrigado por conta do personagem Vere nunca querer o posto que adquiriu e ter um passado nebuloso. Lydia me pareceu uma personagem forte e determinada. E este desejo de vingança veio para "apimentar" o livro.

    ResponderExcluir