Geração Editorial - Não perca!

Não perca! Dia 20 de Janeiro, na Livraria Cultura - Conjunto Nacional:

Dois eventos no mesmo dia!

,
Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/160654110967712/ 

Dois anos depois de escrever “A outra história do Mensalão”, o jornalista Paulo Moreira Leite publica “A outra história da Lava-Jato”, novamente pela Geração Editorial. Em 416 páginas, o olhar atento para as conexões nem sempre evidentes entre Justiça e Política, e o mesmo espírito crítico que marca mais de 40 anos de jornalismo, Paulo Moreira Leite define a investigação sobre corrupção na Petrobrás como uma apuração necessária sobre uma empresa que é orgulho dos brasileiros – mas aponta para seu caráter seletivo, que permite que seja usada para fins políticos.

A obra conta com uma esclarecedora introdução de 60 páginas e ainda 45 artigos escritos no calor dos acontecimentos. “A outra história Lava-Jato” tem prefácio do professor Wanderley Guilherme dos Santos, um dos mais respeitados cientistas políticos do país. Na contracapa, o livro apresenta uma curta recomendação do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal: “É ler para crer.”Dois anos depois de escrever “A outra história do Mensalão”, o jornalista Paulo Moreira Leite publica “A outra história da Lava-Jato”, novamente pela Geração Editorial.

Em 416 páginas, o olhar atento para as conexões nem sempre evidentes entre Justiça e Política, e o mesmo espírito crítico que marca mais de 40 anos de jornalismo, Paulo Moreira Leite define a investigação sobre corrupção na Petrobrás como uma apuração necessária sobre uma empresa que é orgulho dos brasileiros – mas aponta para seu caráter seletivo, que permite que seja usada para fins políticos. A obra conta com uma esclarecedora introdução de 60 páginas e ainda 45 artigos escritos no calor dos acontecimentos. “A outra história Lava-Jato” tem prefácio do professor Wanderley Guilherme dos Santos, um dos mais respeitados cientistas políticos do país. Na contracapa, o livro apresenta uma curta recomendação do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal: “É ler para crer.”


Evento no face: https://www.facebook.com/events/185172645170715/

Com a participação do psicólogo e assistente social Doutor Jacob Pinheiro Goldberg, do editor e escritor Luiz Fernando Emediato e mediação da jornalista especialista em Saúde, Mônica Tarantino. 

Livro:
Fabian Nacer, brasileiro de classe média, ex-usuário de crack. Usou todo tipo de droga pesada, durante mais de vinte anos. Atingiu o fundo do poço quando foi morar na Cracolândia, nos anos 1990.
Foram seis anos de rua, consumindo crack sem parar. Fabian estima ter fumado 20 mil pedras de crack.
Dormia num bueiro. Chegou a pesar menos de 40 quilos. Foi internado 25 vezes. Convivia diariamente com a violência, a prostituição e a miséria a céu aberto, na maior metrópole do país.
Sobreviveu por um milagre. Até hoje não entende como seu cérebro não fritou.
Em parceria com o jornalista Jorge Tarquini (responsável por dar vida ao best-seller “O doce veneno do escorpião – Bruna Surfistinha”), Fabian conta com exclusividade sua história, pontuada por muitas polêmicas e revelações chocantes.
Hoje, Fabian é um dos maiores nomes do país no estudo e prática das políticas de reabilitação.
Compareça!!

11 comentários:

  1. Mesmo sendo um assunto importante não gosto muito deste tipo de livro.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Karini, eu não costumo ler esse tipo de gênero literário mas o tema do livro é bem interessante bjs.

    ResponderExcluir
  3. adorei o vinte mil pedras no caminho. acho que as pessoas tem mto preconceitos com os drogados ainda... agr o livro da operação lava jato nao leria. acho que passaria mais e mais nervoso ainda hahah kk

    ResponderExcluir
  4. Embora seja um livro que aborde de assunto de bastante relevancia, não tenho interesse em ler.

    ResponderExcluir
  5. Esse tipo de livro não faz muito meu estilo, apesar de saber da importancia do assunto e que envolve a nossa triste realidade!! Eu gosto de ler justamente para fugir da realidade, me distrair, me divertir, me perder em mundos alternativos e acho que lendo algo assim vou ficar é mais estressada!!!kkkkk

    Bjsssssssss

    ResponderExcluir
  6. Os livros não são meu estilo de leitura, apesar de que é muito importante termos o conhecimento dos assuntos retratados em ambos, acho que vou fugir da leitura hahahahahahaha mas quem sabe mais na frente eu venha a dar uma chance quando já não for mais possível fugir.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Gostei dos dois livros da editora, as historia pareceram bem interessante principalmente os assuntos que eles trazem !!

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Os eventos devem ter sido ótimos! Os dois livros parecem bem interessantes, mas não são o estilo que eu costumo ler, gostei principalmente da sinopse de Vinte mil pedras no caminho, é muita superação.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. A Geração Editorial já foi bem melhor com os seus lançamentos, neste mês ela não conseguiu me chamar a atenção em nenhum momento.

    ResponderExcluir
  10. Não leio esses tipos de livro, mas com certeza é uma ótima pedida para quem quer conhecer um pouco mais sobre a história da política e outros aspectos.

    ResponderExcluir
  11. Eu não gostei dos lançamentos da Geração Editorial, infelizmente os livros são voltados mais para gênero de História e reportagens, o que não é do meu interesse.

    ResponderExcluir