Resenha || Perdão Mortal - O Clã das Freiras Assassinas #1 - Robin LaFevers

Editora: V&R
Páginas: 408
*Livro recebido em parceria com a Editora*
Por que ser uma ovelha, quando você pode ser o lobo? Ismae Rienne, dezessete anos, escapa da brutalidade de um casamento arranjado no santuário do convento de São Mortain, onde as irmãs ainda servem deuses antigos. Lá ela aprende que o deus da Morte abençoou-a com perigosos dons e um violento destino. Se ela optar por ficar no convento, será treinada como uma assassina e servirá a Morte. Para reclamar sua nova vida, deve destruir a vida de outros. A mais importante atribuição de Ismae leva-a direto para o tribunal superior da Bretanha—onde se encontra terrivelmente sob preparada não só para os jogos mortais de intriga e traição, mas pelas impossíveis escolhas que deve fazer. Como entregar a vingança da Morte em cima de um alvo que, contra sua vontade, roubou seu coração?
Ismae Rienne nasceu com uma maldição enraizada em si; sua mãe tentou abortá-la com um dos venenos mais vorazes, porém Ismae sobreviveu, afinal das contas seu verdadeiro pai é a morte! Com a morte de sua mãe em seu nascimento, Ismae teve que crescer com um “suposto pai” que sempre a renegou e odiou; cujo único desejo era casar Esmae lucrado algum dinheiro com isso e antes que o noivo percebesse o que estava comprando.

É em uma tentativa frustrada de se livrar de Esmae que seu pai a vende por uma moeda e na noite de núpcias aquele que deveria ser seu esposo percebe o que é Esmae. Nesse ponto as coisas saem o controle e de repente Esmae se vê rumo ao Mosteiro de Mortain. Neste local que parece um simples convento para aqueles que veem de fora, as freiras são ensinadas na arte da morte e servem a um Deus; o Deus da morte!
Se decidir ficar, você será treinada nas artes do Deus da Morte. Vai aprender mais maneiras de matar um homem do que imaginou ser possível. Vamos treiná-la a ser furtiva e astuta e desenvolver todo tipo de habilidade que assegure que nenhum homem jamais volte a ser uma ameaça para você.
Ismae aprende de tudo um pouco; desde como se comportar e seduzir à como matar com rapidez ou crueldade. Após sua primeira missão, Esmae logo é enviada para a Corte com intuito de ser os olhos da Abadesa e de Crunnard e lá é que as coisas realmente acontecem; desde conspirações, segredos, mentiras à uma paixão que promete mexer com Esmae e pode ameaçar os planos de Mortain para ela.

Perdão Mortal é uma história diferente do que já li até agora e que me ganhou logo no começo, transformando as horas em um inimigo já que eu queria ler sem parar na intenção de saber o que acontece. Um romance recheado de intrigas e conspirações.. Um romance proibido!
A capa está linda e a revisão e diagramação excelentes!
Irritava-me estar penosamente consciente de todo movimento que ele fazia, desde remover a capa do ombro até retirar as luvas de couro. Suas mãos me fascinavam, e lembrei da sensação delas em minha cintura, esfregando meus braços. Forcei-me a olhar para o outro lado.

4 comentários:

  1. Confesso que o que me chamou mais a atenção neste livro foi a capa que é maravilhosa,mas a história é bastante interessante espero poder ler em breve.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu estou muito ansiosa para ler este livro, parece ser bem interessante!

    Beijos
    www.paginadaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Desde que vi a capa desse livro fiquei logo interessada nessa leitura gostei bastante da resenha e o livro me deixou curiosa sobre varias coisas com certeza uma leitura bem misteriosa e diferente !!

    ResponderExcluir
  4. fiquei interessada pela capa pela sinopse e por tua resenha. com toda ctz vou ler o livro! hahah obrigada pela dica

    ResponderExcluir