Resenha || Como Se Apaixonar - Cecelia Ahern


Editora: Novo Conceito
Páginas: 352
*Recebido de Parceria
Depois de não conseguir evitar que um homem acabasse com a própria vida, Christine passa a refletir sobre o quanto é importante ser feliz. Por isso, ela desiste de seu casamento sem amor e aplica as técnicas aprendidas em livros de autoajuda para viver melhor. Adam não está em um momento muito bom, e a única saída que ele encontra para a solução de seus problemas é acabar com sua vida. Mas, para a sorte de Adam, Christine aparece para transformar sua existência, ou pelo menos tentar ajudá-lo. Ela tem duas semanas para fazer com que Adam reveja seus conceitos de felicidade. Será que ele vai voltar a se apaixonar pela própria vida?

A trama gira em torno de dois personagens: Christine e Adam. Christine é uma mulher forte, mas que passou por um momento decisivo em sua vida, envolvendo a morte de uma pessoa. Após esse acontecimento, Christine começa a reavaliar a própria vida e chega a conclusão de que a vida é curta demais para ficar presa a situações e pessoas que não amamos. Então ela dá a volta por cima e corre atrás da felicidade.
“A alegria acontece de um jeito espontâneo... Não é uma fórmula genérica, passo a passo, que você segue. Mas eu não sabia disso...” (p. 334)
Porém o destino às vezes tem seus próprios planos e ela presencia uma segunda tentativa de suicídio, de alguém chamado Adam. Christine meio que negocia com ele, que adia seu "plano" desde que a protagonista mostre a ele motivos para continuar vivendo.
“Eu havia lido uma quantidade boa de livros de autoajuda: frases para animar uma pessoa vinham aos montes. Porém nenhuma delas parecia adequada naquele momento.” (p. 53)
Conforme os laços de amizade se estreitam e o relacionamento tem potencial para algo mais.
Os protogonistas são carismáticos e vulneráveis, fazendo com que o leitor se conecte emocionalmente com eles.
Como sempre, a escrita da autora Cecelia Ahern é repleta de emoção e sentimentos, de forma que durante a leitura torna-se impossível não se comover.
"Onde estaríamos sem amanhã? O que teríamos em vez disso seriam hojes. E, se esse fosse o caso, com você, eu esperaria que hoje fosse o dia mais longo. Eu encheria o hoje de você, fazendo tudo o que sempre amei. Eu riria, falaria, ouviria e aprenderia, eu amaria, amaria, amaria. Faria todos os dias serem hoje e passaria todos com você, e nunca me preocuparia com o amanhã, quando não estaria com você. E, quando aquele temido amanhã chegar para nós, por favor, saiba que eu não quis deixa-lo, ou ser deixada para trás, que cada momento que passei com você foram os melhores momentos da minha vida." (p. 161)

"Como se apaixonar" não é apenas uma história de amor. É um testemunho sobre a vida, sobre a importância de aproveitar cada minuto dela.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho.

"A vida é uma série de momentos e momentos sempre mudam, assim como pensamentos, negativos e positivos. E, embora possa ser da natureza humana ficar prendendo a eles, não faz sentido, como acontece com muitas coisas naturais; não faz sentido permitir que um único pensamento habite a mente porque pensamentos são como hóspedes ou aqueles amigos que só aparecem nos bons momentos. Assim que chegam, podem ir embora, e até mesmo aqueles que levam muito tempo para emergir por completo podem desaparecer em um instante. Momentos são preciosos; as vezes eles se demoram e, em outras ocasiões, são passageiros, as, ainda assim, muito pode ser feito durante eles; você pode mudar de ideia, pode salvar uma vida e pode até se apaixonar." (p.343)


5 comentários:

  1. Estou doida para ler este livro desde que vi a capa e li a sinopse a história parece ser apaixonante e muito bonita espero ler em breve.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Não tinha visto esse livro ainda, fiquei com muita vontade de ler. <3

    ResponderExcluir
  3. Gosto deses livros que nos fazem refletir, sempre é bom para pararmos e pensar. Gostei da trama, espero ler em breve!

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Achei o começo dessa historia meio inusitada, mas gostei da proposta do livro de uma jornada de descobrimento muito emocionante e quero muito ler algo da Cecelia Ahern sua escrita parece bem envolvente !!

    ResponderExcluir
  5. gosto de livros sobre reflexao. mas acho que este apesar de parecer bem envolvente já esta um pouco batido. sei la pode ser que eu esteja enganada. tenho outros como prioridade para ler mas mto obrogada pelas dicas

    ResponderExcluir