Resenha || Minha Vida Mora ao Lado - My Life Next Door - Huntley Fitzpatrick

Editora: Valentina
Páginas: 320
*Recebido em parceria com a Editora*
“Minha mãe nunca ficou sabendo de uma coisa, algo que ela reprovaria radicalmente: eu observava os Garrett. O tempo todo.”
Os Garrett são tudo que os Reed não são. Barulhentos, caóticos e afetuosos. São de verdade. E, todos os dias, de seu cantinho no telhado, Samantha sonha ser uma deles, ser da família. Até que, numa noite de verão, Jase Garrett vai até lá e...
Quanto mais os adolescentes se aproximam, mais real esse amor genuíno vai se tornando. Contudo, precisam aprender a lidar com as estranhezas e maravilhas do primeiro amor. A família de Jase acolhe Samantha, apesar dela ter que esconder o namorado da própria mãe.
Até que algo terrível acontece, o mundo de Samantha desmorona e ela é repentinamente forçada a tomar uma decisão quase impossível, porém definitiva. A qual família recorrer? Ou, quem sabe, Sam já é madura o bastante para assumir suas próprias escolhas? Será que está pronta para abraçar a vida e encarar desafios?
Quem você estaria disposto a sacrificar pela coisa certa a se fazer? O que você estaria disposto a sacrificar pela verdade?
"Os Garret eram proibidos desde o início."

Minha Vida Mora ao Lado trás personagens simples e cativantes que despertam no leitor o sentimento de proteção e cumplicidade. Quem nunca viveu o primeiro amor? Quem nunca se sentiu como se seguisse um script quando na verdade só queria ser quem no fundo deseja ao invés de viver "um modelo correto" de vida?

"É bom ficar de olho nessas pessoas que acham que sabem o jeito certo de se viver. Elas podem atropelar você se estiver no caminho."

Samantha é uma menina de dezessete anos que nunca teve um amor de verdade. Já namorou, mas é virgem e nunca se sentiu realmente com borboletas no estômago. Sua vida, apesar de tranquila, é longe de ser maravilhosa, com uma mãe obcecada por perfeição, e que exige demais de Samantha. Os Garret, os vizinhos que moram ao lado, são evitados desde que Samantha era muito pequena, com apenas sete anos, sua mãe sempre os criticou por serem muitos e completamente desorganizados como a maioria das famílias grandes são. Porém Samantha sempre se pegou os observando, e imaginando cada detalhe que lhe foge pela janela ou telhado de sua casa. 

"Nossa casa tem todas as últimas novidades, tudo é high tech e incrivelmente limpo. E abriga três pessoas que preferiam estar em qualquer outro lugar."

Os Garret são um misto curioso de família que chama a atenção de todos e o desejo íntimo de cada um dar a opinião que não lhes foi pedida, sempre sendo grosseiros no mercado com a Sra. Garret ou mesmo criticando por trás .. Uma família composta por Joel, Alice, Jase, Andy, Duff, Harry, o incrível George e Patsy.. Fora os pais, o Sr. e a Sra. Garret. Apesar do tamanho e dificuldades, é a família que Samantha nunca teve, já que seu pai foi embora quando sua irmã era pequena e ela ainda estava na barriga de sua mãe. Eles são unidos e amorosos.

"Quando a gente era pequeno, a Alice costumava perguntar à minha mãe se éramos ricos. Ela sempre dizia que éramos ricos de todas as coisas que importavam. Preciso me lembrar de que ela está certa."

Em dado momento a vida de Samantha e Jase se cruza e ambos descobrem o primeiro amor verdadeiro, descobrem vários sentimentos que parecem sempre levá-los de encontro um ao outro. Samantha parece estar vivendo pela primeira vez. Ela tenta manter isso só para ela, pois sabe que todos iriam criticar e talvez estragar o que ela encontrou com os Garret. Apesar de ser uma menina que sempre teve todas as oportunidades e financeiramente tranquila, Samantha é uma menina simples, madura e pé no chão que trabalha em empregos temporários, e sempre se manteve na linha, mas com Jase as coisas saem de sua normalidade, pois ela não consegue ser quem era; ela descobre uma espécie de ímã que sempre a atrai para ele e sua família. 

Em meio a mundos tão distintos Sam e Jase terão de tomar decisões importantes que irão mudar suas vidas. O amor quando bate à porta .. Só o que nos resta é se entregar e viver intensamente!

Na história nem tudo são flores, afinal, a mãe de Sam não suporta a família Garret, além de ser uma deputada que se envolve com um homem com poucos escrúpulos e disposto a tudo no jogo da política. Sam sempre foi à filha perfeita, enquanto sua irmã era a que cometia erros e envergonhava a família. Sendo assim a exigência sobre seus ombros é enorme, sempre tendo que sorrir e interpretar algo que não é na verdade. Uma melhor amiga (Nan) que não é o que ela pensava, sendo surpreendida por aquele que está mais ferrado que todos (irmão gêmeo de Nan e amigo de Sam).

Jase vive com uma família enorme, porém amorosa é um jovem que se esforça muito para ser bom em tudo.. Ele é apaixonante! 

A história é um Yong Adult bem típico e gostoso que não promete grandes surpresas, mas que encanta por sua simplicidade e delicadeza. Durante boa parte do livro vemos o desenvolvimento do relacionamento de Sam e Jase, até que algo acontece que promete abalar o mundo do casal apaixonado.. Algo que irá não apenas "incomodar" a relação mas que irá espelhar o caráter, e ações dos personagens diante situações atípicas e complicadas. 

Apesar de não ter nada surpreendente na história e ela ser previsível me vi devorado suas páginas em "uma única sentada"; curti os personagens e a escrita simples da autora. A capa é linda, a revisão está  bem feita. E o livro encanta pela simplicidade e veracidade dos sentimentos de seus personagens; pelos erros e acertos!


2 comentários:

  1. Confesso que me interessei por este livro pela capa mais depois fui saber mais sobre ele e fiquei encantada com a história gosto muito de livros deste tipo parece até um pouco com os livros de Sarah Dessen que amo por sinal,então quero ler este com certeza.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Karini!!! Não conhecia esse livro, mas gostei muito da sua resenha e a capa tambem é linda!!! Mais um pra minha lista infinita!!!kkk

    Bjssssssssssss

    ResponderExcluir