Resenha || Eu odeio te amar - Meu plano maluco para dar a volta por cima - Liliane Prata

30.11.15

Editora: Gutenberg
Páginas: 240
*Livro recebido em parceria com a Editora
Débora estava prestes a viver o dia mais feliz de sua vida. Tudo estava pronto para o casamento perfeito com Felipe, o noivo mais lindo e fofo que alguém poderia ter. O apartamento estava arrumado, e todos os detalhes da lua de mel na Grécia, acertados. Até um novo emprego na redação de uma revista feminina a esperava na volta da viagem. Seria o começo de uma nova etapa de uma vida com a qual ela sempre sonhou. Na véspera da cerimônia, o noivo precisou ficar até mais tarde no escritório para resolver as últimas pendências, e ela resolveu fazer uma surpresa e aparecer sem avisar. Mas quem foi surpreendida foi ela: pegou Felipe em flagrante com a irmã do sócio, na situação mais comprometedora possível. O que fazer? Armar um escândalo e terminar tudo? Esquecer o que viu, casar e ser feliz para sempre? O que fazer quando se sente, ao mesmo tempo, um amor profundo e um ódio avassalador? Para Débora, a resposta é: criar um plano maluco para sair dessa situação e dar a volta por cima!
Eu Odeio Te amar é um Chic-Lit que como todos, mistura romance e humor, conduzindo o leitor por uma “sessão da tarde” que geralmente trás familiaridade com o dia a dia e possivelmente seus personagens tenham bastante coisas em comum com o “mundo real”.

Nele somos apresentados a Débora que prestes a se casar com Felipe, ao tentar fazer uma surpresa em seu escritório, acaba ela surpreendida de encontrar ele e Luma, irmã do sócio, em uma cena nada comum e bastante comprometedora. Débora não denuncia sua presença, ao contrário disso, resolve passar despercebida e se retirar e com isso pensar o que fazer a respeito do que presenciou. Ela estava feliz com o casamento e acreditando que ambos estavam no mesmo nível de paixão e entendimento, até que tudo sacode com o que viu! Deve realmente ser doloroso e desesperador passar por algo assim!

Débora fica um tempo refletindo no que fazer. Seria a altura dizer “NÃO” em pleno altar e deixa-lo plantado? Ou seria muito mais vingativo se casar e pagar na mesma moeda? Traindo e magoando-o? Deixar para lá e fingir que nada aconteceu? Cancelar o casamento? E o principal, o que será que Débora realmente quer e sente a respeito de tudo? Afinal, relacionamento não é apenas um dia.. É um conjunto deles .. Estaria ela agindo com o coração e emoção ou com a razão? O que seria prudente?
Débora escolhe casar e se vingar de Felipe; claro que não é tão simples quanto pensar em fazer e a ideia de Débora não poderia ser mais insana, mas até compreensível com toda raiva que ela está guardando e remoendo.

Tudo parece estar um caos na ida de Débora.. Mesmo que pareça “feliz” em vários momentos, afinal ela gosta de Felipe, ela não deixa a mágoa de lado e vira e mexe tudo vem na mente e a deixa transtornada! Por mais que ela tente ouvir conselhos e até mesmo algum lado racional, ela acredita que só estará com a alma lavada quando retribuir o que viu na mesma altura e trair Felipe. Com isso, temos muitas cenas engraçadas, com Débora tentando encontrar um amante para fazer Felipe sofrer.

Eu odeio te amar é narrado pelo ponto de vista de Débora, que muitas vezes me deixou absolutamente irritada, pois apesar de sua idade, parecia uma jovem imatura e inconsequente em diversos momentos. Afinal a sua “vingança” não apenas afetaria Felipe, mas ela também!

O enredo escolhido pela autora e a forma como ela o desenvolveu conseguiu me fazer dar algumas risadas e até mesmo ficar indignada com algumas situações.. E com vontade de sacudir Débora.. Explicando um pouco.. Não sou a favor de traições, mas em muitos momentos nos perguntamos será mesmo que Débora presenciou uma traição? Afinal, Felipe é carinhoso, apaixonado, atencioso e muito paciente com tudo que se passa ao redor. E parece completamente alheio a tudo que está acontecendo na mente de Débora. 

Vemos que Débora realmente está muito magoada e sofrendo com o que viu ou pensa que viu.. E não consegue ter paz! Apesar de racionalmente pensar diferente de Débora, penso que no auge do desespero e emoções poderíamos quem sabe tomar o mesmo rumo que a protagonista, deixando de lado o racional e agindo com emoções!

Gostei do livro, mesmo tendo achado o final corrido.. Me diverti bastante!

 

3 comentários

  1. Oi, Karini!
    Às vezes, nos deixamos enganar por algo que supostamente vimos e as consequência são bem ruins depois.
    Apesar de tudo, esse livro parece ser engraçado e descontraído.
    Beijos
    Balaio de Babados || Participe da promoção Natal do Babado

    ResponderExcluir
  2. Oi Karini!!! Esse livro parece ser bem divertido!!! Vou acrescentar na minha lista pra ver se a Debora realmente foi traida ou tudo não passou de um mal entendido!!!

    Bjssssssssss

    ResponderExcluir
  3. Adoro um bom chic-lit e já faz um tempinho que estou namorando este livro parece ser um leitura bem divertida e fiquei bastante curiosa para saber o que acontece no final.
    bjs

    ResponderExcluir

© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por