Resenha || Difamação - Renée Knight



Editora: Suma de Letras
Páginas: 240
Imagine que você encontre um livro sobre a sua vida, que revele um segredo que você manteve escondido da sua família por vinte anos e que você achava que ninguém mais soubesse. Um segredo devastador. Catherine Ravenscroft chegou à meia-idade levando uma vida perfeitamente normal: é casada, tem um filho, ama o emprego, gosta de ler nas horas vagas. Agora que o filho cresceu e seguiu seu próprio rumo, ela e o marido decidiram se mudar para uma casa menor. Em meio ao caos da mudança, Catherine encontra O completo estranho, um livro que não se lembra de ter comprado. Intrigada, ela inicia a leitura, mas logo se dá conta de algo terrível. O que está ali não é ficção. A narrativa traz, com riqueza de detalhes, o dia em que Catherine se tornou refém de um segredo sombrio. Até então, ela achava que ninguém mais sabia o que havia acontecido naquele verão, vinte anos antes. Pelo menos ninguém ainda vivo. Agora o mundo perfeito de Catherine está desmoronando, e sua única esperança é encarar o que realmente aconteceu naquele dia fatídico. Mesmo que a verdade possa destruí-la.


Difamação é uma história que começa de maneira lenta o que desanima um pouco; porém ele vai ganhando "forma" e acaba nos envolvendo e deixando curiosos para saber o que aconteceu afinal de contas; que segredo é esse que foi escrito em um livro e sobre o passado dos personagens em questão!

Catherine é uma mulher comum.. Casada, possui um filho, marido e etc. porém seu mundo e rotina é abalado quando encontra no meio de suas caixas de mudança um livro que a faz refletir e ter medo. Nesse livro, cujo nome é "O completo estranho" estão expostos fatos que ninguém deveria conhecer, fatos que ela acreditou que tivessem ficado no passado, fatos que podem lhe causar enormes problemas!
"... Não havia vivalma capaz de inventar o que Catherine acabara de ler. Ainda assim, ali estava, impresso, à vista de qualquer um. Achava que enterrara aquilo. Encerrara o assunto. Mas ele vinha à tona outra vez. Em seu quarto. Na sua cabeça."

Seus segredos mais bem guardados está exposto em algumas páginas de um livro, cujo autor fez questão que ela fosse ler. Introduzindo em sua casa e "manipulando" de forma que em algum momento ela tivesse acesso ao mesmo.  

A história intercala presente e passado em um misto de descobertas e informações que são necessárias para que possamos nos ambientar e entender o que se passou com Catherine e outros personagens. O final é muito bom! 
 
 
 
*Esta resenha também foi publicada no blog Acordei com vontade de ler por mim!

7 comentários:

  1. Fiquei curiosa, me lembrou um pouco aquele filme numero 23, acho bem interessante esses livros que mexem com o psicológico dos personagens, quero mto ler!

    ResponderExcluir
  2. Não gosto muito quando o livro demora para empolgar vou ficando desanimada e com isso a leitura vai se arrastando,mas parece ser uma boa história.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Apesar de ter ficado curiosa com o que pode ter escrito no livro não acho que é meu tipo de leitura. E eu não gostei do livro. As vezes eu ia gostar se fosse um filme ou seriado.

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Fiquei curiosa sobre o livro adoro um bom mistério e esse livro só pela a capa já fiquei curiosa sobre a historia, só não sei se irei gostar da historia por esse começo mais lento !!

    ResponderExcluir
  5. só a sinopse já conseguiu me deixar curiosa, adorei a a tua resenha e com certeza vou ler.

    ResponderExcluir
  6. Nossa!! Só de ler a sinopse ja fiquei bemmm interessada!
    Como assim tem um segredo e que está em um livro, to curiosa demais pra saber de tudooooo!
    A história que intercalam presente e passado me deixam loucaaaaa...hahaha.
    Realmente fiquei mto doida pra saber que segredo é esse e como foi parar no livro.
    Beijos

    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Gosto do artifício do escritor intercalar presente e passado.
    Não sei se leria no momento, mas quem sabe mais para frente?
    “Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.”(Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores

    ResponderExcluir