Resenha || Scanner: Alienígenas - Entre Nós Scanner #1 - Sarah Fine e Walter Jury



Editora: Jangada
Páginas: 328
Alienígenas Entre Nós - Tate não se dá bem com o pai. Ele não compreende por que é tão pressionado para ser o melhor em tudo. Ele só começa a entender para o que o pai o preparava quando furta uma de suas estranhas invenções - um misterioso dispositivo tecnológico com o poder de identificar, pela luz, quem são os alienígenas entre nós - e mercenários armam uma emboscada em sua escola, matando o pai e obrigando Tate a fugir de aliens com aparência humana. Tate só pode contar com seus próprios conhecimentos e habilidades e isso pode não ser suficiente para salvá-lo quando ele é lançado numa guerra secreta entre espécies. Ajudado apenas pela namorada e a mãe, com inimigos poderosos fechando o cerco em torno dele, Tate inicia uma corrida frenética para desvendar o segredo por trás da invenção do pai e impedir que ela caia em mãos erradas, colocando em risco a existência da espécie humana.


Scanner é o primeiro livro de uma trilogia escrita por Sarah Fine e Walter Jury; comecei essa história bastante empolgada, com expectativas lá no alto! \o/

Nessa história conhecemos Tate Archer, um jovem de dezessete anos que vive com seu pai. A relação entre os dois não é muito boa devido a cobranças excessivas por parte do mesmo. Tate é intelectual, falando diversas línguas (mais de dez), é “foda” em Química e ainda sabe artes marciais como ninguém, mesmo assim parece que isso não é suficiente para seu pai, que sempre quer mais, cobra por mais e com isso acaba que a relação dos dois fica abalada. Além de não ter o menor interesse em mais nada da vida do filho, além da evolução dele intelectual. Tate está sendo preparado por seu pai para algo maior, mas ele não faz a mínima ideia de para que seja.


Tirando essa coisa com o pai.. Tate tem uma namorada maravilhosa, Christina, a quem seu pai nunca quis conhecer e um melhor amigo muito legal. A vida segue quase normal, afinal quem não tem problemas com o pai? Porém as coisas mudam quando ele pega um Scanner no laboratório do pai “emprestado”, esse aparelho peculiar, quando interage com as pessoas mostra duas cores, vermelho ou azul. Homens de terno preto e armados até os dentes adentram a escola de Tate levando ele e Christina a força e com isso grandes revelações e mudanças importantes começam a acontecer!



A história é eletrizante do começo ao fim; recheado de enigmas e mistérios que prometem muito nos próximos volumes! Estou empolgada pela continuação! A capa está bastante coerente com a história e a revisão muito boa!


4 comentários:

  1. já assistir filmes mas nunca cheguei a ler nenhum livro que falasse de alienígenas, já como eu nao li ainda acho que nao custa nada tentar, que bom que é uma trilogia.

    ResponderExcluir
  2. Nossa não conhecia este livro e achei super interessante gosto bastante de livros sobre alienigenas já esta anotado a dica.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nada que envolvesse extraterrestres, mas esse livro está mtooo bem elogiado! Fiquei bem curiosa com a trama do livro e gostei demais dessa capa.
    Bom saber q tem enigmas e mistérios, adorooo esse tipo de livro, pq prende a gente ne?
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Oi Karini, apesar de você dizer que o livro é bem eletrizante, cheio de mistérios e tal não me chamou muito atenção sabe? Esse negocio de ter um aparelho que quando interagem com as pessoas aparecem cores vermelhos e azuis. Nam, o livro pode até ser bom mais definitivamente não me chamou atenção. :)

    beijos

    ResponderExcluir