Resenha || Chamado Às Armas - A Guerra dos FAE #2 - Elle Casey



Editora: Geração Editorial,  
Páginas: 368
Chegou a hora da guerra no segundo volume da série "A Guerra dos Fae! Em Chamado às Armas", os Fae da luz são convocados a fazer uma importante mudança e treinar seus dons mágicos para enfrentar os Fae das Trevas. Jayne Sparks e seus amigos Spike, Chase, Finn e Becky estão na iminência de uma guerra sangrenta e devem sofrer uma mudança, como crianças trocadas, para serem membros dos Fae da Luz com identidades mágicas. Poderão se transformar em elfos, ninfas, daemons, íncubos, anões e duendes verdes, querendo ou não aceitar suas novas identidades, desapontando-se com elas ou não. Como será resolvida a questão entre os Fae da Luz e os Fae das Trevas? Serão Jayne e seu grupo de amigos capazes de dar conta de uma missão tão espinhosa? Muitas respostas a estas perguntas, e outras tantas que foram provocadas pelo primeiro volume da série, serão respondidas aos leitores. E surgirão novos e fascinantes enigmas.
Para aqueles que leram o primeiro livro, viram o grupo de amigos enfrentar uma floresta assustadora e sobreviverem para descobrirem que estavam sendo testados e que eram crianças trocadas. Nesse segundo livro, vamos continuar a história no exato ponto onde terminou o primeiro livro. Quando Tony se recusou a passar pela transformação, Jayne achou que seu mundo iria despedaçar. 
O livro é narrado em primeira pessoa por Jayne e a partir da recusa de Tony, observamos cada um dos personagens descobrir sua identidade, e é claro que é de se esperar que Jayne terá as suas peculiaridades. Além de conversar com o Verde, ela possui outras habilidades que serão importantes na guerra contra os faes das trevas. Mas será que estão contando toda a verdade para esses novatos?

"- É, mas isso é muito diferente de ser uma ameaça 
de verdade. Claro que posso fazer alguém chorar. 
Não vejo como isso pode ser muito ameaçador. 
Eu conseguia fazer isso com outras crianças desde 
o jardim de infância". (p. 141)

A história irá se focar no treinamento do grupo e também irá apresentar ao leitor seres inéditos, como os Brownies.
Nós temos o treinamento pesado, um intensivo sobre a história dos faes e algumas confusões no meio do caminho. Além disso começa a surgir um possível triângulo amoroso bem interessante.

Para os fãs de Tony existe a chance de ficarem um pouco decepcionados, pois ele faz uma aparição pequena e não está tão encantador quanto no primeiro livro.
Outra situação discutida nesse livro é a relação familiar que Jayne tinha em casa. É um pouco frustrante observar a sua mãe fingindo não enxergar a verdade.
Como no livro anterior, Jayne continua sarcástica, engraçada e sem filtro. Sem dúvida é o tipo de protagonista que cativa, encanta e faz com que a leitura seja mais gostosa e estimulante.

"Você acabou de praguejar?
Gregale se mexeu de um jeito desconfortável.
- Posso ter praguejado, mas você me forçou a isso".
 (p. 194)

8 comentários:

  1. Oi Karini,
    Eu fiquei louca quando acabei de ler esse livro, simplesmente amei, só queria que a Jayne tivesse um filtro. Esse possível triângulo amoroso promete haha.
    Beijoca ^^

    ResponderExcluir
  2. Acho que pra quem conhece a série deve ser interessante ver como se desenvolve os treinamentos e tal. Isso é uma coisa boa. Ahhh pelo que vejo esse Tony deve ser o melhor personagem já que os fãs da série deve ficar um pouco decepcionado como você apontou na resenha. Uma pena...

    ResponderExcluir
  3. Queria muito começar essa série...mas são tantas! Eu não li o primeiro livro ainda mas a resenha do segundo só me faz querer mais conhecer a história.

    =*

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Confesso que não li a resenha porque ainda não li o primeiro livro mas estou doida para começar a ler.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. embora eu nao tenha lido ainda, já li algo sobre essa serie de livro e fiquei bem curiosa pra ler, parece ser um livro bem interessante.

    ResponderExcluir
  6. Karini!
    Maravilha essa série.
    Adoro literatura fantástica bem criativa e cheio de seres inimagináveis.
    Feliz dia dos pais!
    “As pessoas entram em nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem.”
    (Lilian Tonet)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  7. Que capa linda desse livro "Chamado Às Armas - A Guerra dos FAE", nossa!
    Nao conhecia a série, mas pelo visto tem vários elementos que eu gosto mto em um livro de fantasia e magia.
    Além disso, gostei do que apresentou sobre a protagonista, acho que vou gostar dela, ainda mais sabendo que é ousada, tem senso de humor e é determinada.
    Gostei da dica!
    Bjus

    ResponderExcluir
  8. Eu já tinha visto este livro em outros blogs literários, mas de fato nunca cheguei a ter interesse neles. Mas quem sabe um dia eu não dou uma oportunidade a eles né?
    Beijos!!
    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir