Resenha || Almanegra - Incarnate #2 - Jodi Meadows



Editora: Valentina
Páginas: 336
Ana sempre foi a única. Marginalizada. Apartada. E, para piorar, após o Escurecimento do Templo causado por seu pai, vários cidadãos de Heart a culpam pela perda definitiva de algumas almas, as almasnegras — e pelas almasnovas que nascerão em seu lugar. SOMBRAS Muitos temem a presença de Ana, um lembrete constante das mudanças irreversíveis. E quando as sílfides começam a se comportar de maneira diferente em relação a ela, Ana terá que aprender não apenas a se defender como àqueles que não podem fazer isso por si mesmos. AMOR Ana aprendeu desde cedo que os sem-alma não podem amar. Mas, e as almasnovas? Mais do que tudo, ela deseja ter a chance de viver e amar como qualquer outro cidadão de Heart, porém mesmo depois de Sam declarar seus mais profundos sentimentos, será que ela conseguirá superar uma vida inteira de rejeição e aceitar o amor? Almanegra explora a beleza e as profundezas sombrias da alma, numa história que é ao mesmo tempo um romance épico e uma fantasia cativante.

Após seu pai ter causado as mortes das almas antigas de propósito, tanto Ana quanto Heart como um todo está passando por um período de luto. Porém, nem todos são compreensíveis e entendem que Ana não é a responsável pelo ocorrido. Se antes de tudo isso a vida dela já era complicada, agora piorou. Principalmente com o fato de que estarão surgindo almanovas.

Em paralelo ao surgimento das almanovas, temos o relacionamento de Ana e Sam, que começa a evoluir para algo um pouco mais romântico, porém ainda em um ritmo mais lento, construindo assim as bases de um possível relacionamento.

"- Que preço? - O corpo dele relaxou e a voz aqueceu, como se ele já soubesse. Quando sorri e ergui o rosto, Sam me beijou com tanta doçura que meu corpo inteiro estremeceu de desejo e adoração. Que outra pessoa no mundo conseguiria me fazer tão completa? Ninguém. Somente Sam. Sempre fora ele". (p. 35)

Nesse segundo livro, vemos uma Ana mais madura, consciente de que precisa agir para ver melhorias nessa sociedade arcaica. Também observamos que ela consegue criar laços estreitos com alguns personagens e despertar a ira, o ressentimento e o ciúmes em outros.

A trilogia Incarnate tem uma temática diferente e uma trama envolvente. É difícil não se apaixonar por Sam, assim como não ficar curiosa com os segredos por trás do templo de Heart.



7 comentários:

  1. Parabéns pela a resenha estou doida para ler este livro ainda mais que o primeiro eu gostei bastante acho esta história bem interessante e estou doida para reencontrar Sam.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. conheci esse livro através de um marcador que tenho, fui procurar sabe mais sobre ele e gostei bastante, pela resenha é um livro ótimo e já to mega curiosa pra ler, que capa linda essa.

    ResponderExcluir
  3. Primeiramente, que capa é essa??? estou pasma com a beleza dela..
    Segundo, estou adorando suas resenhas e eu nunca ouvi falar desse livro, fiquei extremamente curiosa..

    Beijinhos

    http://coruujando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Karini!
    Estou com alma Nova aqui para leitura e já quero Alma Negra porque assim já engato a leitura uma atrás da outra.
    “Quando vires um homem bom, tenta imitá-lo; quando vires um homem mau, examina-te a ti mesmo.”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  5. To gostando mto dos lançamentos da Valentina.
    Essa série da Almanova é tao linda, pelo menos eu acho as capas maravilhosas.
    O segundo livro aumentou ainda mais a minha curiosidade e quero mto conhecer a série toda.
    Gostei ainda mais do que li aqui na resenha e quero conhecer esse mundo diferente.

    ResponderExcluir
  6. Não li o primeiro livro, mais fico feliz em saber que a Ana fica mais madura, ainda bem que ela se torna mais consciente de que precisa agir para ver melhorar essa sociedade que ambienta a trama. Pelo que vejo as relações dos personagens se tornam mais profunda e ativa né? Isso é muito bom para o ritmo da trama.

    bju

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li nenhum livro dessa série, mas quero muito ler!!! As capas são maravilhosas e chamam a atenção logo de cara!!!!

    Bjsssssssssss

    ResponderExcluir