Resenha || Leis da Paixão - N. M. Silber


Editora: Universo dos Livros
Páginas: 288
Leis da Paixão - Gabrielle Ginsberg é uma defensora pública cheia de charme. Braden Pierce é um egocêntrico promotor de justiça. Quando os dois se encontram no tribunal, explode uma atração avassaladora...
Juntos, eles descobrirão o valor de salas vazias e as mais diferentes formas de usar escrivaninhas e corrimões. Também descobrirão que a trilha do amor pode ser atravessada por pessoas neuróticas de todos os tipos, capazes até de escrever uma carta anônima bombástica para separar os pombinhos.
Será que Gabrielle e Braden conseguirão fazer cumprir as leis do coração e contornar a falta de privacidade, a interferência de rivais ciumentos e a insanidade do sistema judiciário?

Gabrielle é uma defensora pública, que apesar de filha de empresários bem-sucedidos, prefere viver com o próprio dinheiro; o que preocupa seus pais, ou melhor, eles se preocupam com tudo! Afinal ela trabalha com criminosos, mora em outra cidade e não é nada boa em finanças.
Sua vida atualmente tem sido trabalho; faz uns bons meses que não sai com um cara; o problema é que ela não sente vontade de estar com ninguém se não o dr. Pierce. Eles vêm dividindo a mesma sala de tribunal a alguns meses.  Dr.Pierce desperta interesses sórdidos em Gabrielle, afinal há uma linha tênue entre ficar irritada e excitada, segundo a própria Gabrielle.

Braden Pierce é um verdadeiro galinha, todos conhecem sua reputação de pegador, mas mesmo assim ele vêm mexendo com a "Gabrielle interior". Sempre oferecendo acordos (ele é promotor), mas fazendo com que Gabrielle lute por eles; mesmo em lutas limpas, Gabrielle em alguns momentos sentia vontade de bancar uma garota safada!
Braden desperta em Gabrielle desejos íntimos e a faz lembrar do primeiro cara com quem transou na faculdade e que a decepcionou após deixar claro que não tinha intenção nenhuma em ser seu namorado.
Ele vive provocando sutilmente Gabrielle e a mesma se vê cada vez mais "ligada" nele!

"Eu estava começando a suar e a sentir uma grande tensão na sala..
Precisava cair fora dali. Com relutância, fui pegar algo para comer
antes que pegasse o dr. Pierce e descobrisse se o gosto dele era tão 
bom quanto o cheiro. "Jesus", eu precisava de uma ducha fria."
pág.21
A tensão sexual entre os dois só cresce a cada disputa no tribunal e transborda pelas páginas atingindo o leitor em cheio! Conseguimos imaginar os devaneios de Gabrielle com total clareza e expectativa do que vem a seguir!
Após um longo flerte em um bar, as coisas começam a acontecer entre o promotor e a defensora.. 
Essa coisa da "Gabrielle interior" me lembrou e muito a "Deusa interior" .. E isso achei meio desnecessário; parece que a autora leu Cinquenta Tons e gostou muito Ahaha

A história flui de maneira rápida, recheada de erotismo e descobertas.. Uma paixão incontrolável em meio a crimes e mistérios que ocorrerão no meio de toda essa explosão entre Gabrielle e Braden! Os mistérios não serão de todos revelados, pois teremos outro volume.. Então preparem-se para mais Braden e Gabrielle!

Eu não sou fã número 1 do gênero, mas curti muito a leitura. Diferente de alguns outros livros do gênero que eu li.. Gabrielle não é aquela mocinha virginal mimizada, ela é mulher e sabe o que quer! E nossa! Como foi bom ver uma personagem mais bem resolvida consigo mesma do que as que leio cheia de "mimi mimi"! Claro que ela tem suas dúvidas e inseguranças e etc.. Afinal, qual mulher não tem? Mas só de ela não ser chata ganhou muitos pontos comigo!
Braden é puro êxtase! Dá calafrios algumas cenas descritas entre eles e fiquei pensando.. Ah um Braden lá na minha cama! Ups! Brincadeirinha viu marido! rsrs

Para os amantes do gênero erótico é uma ótima pedida!

17 comentários:

  1. Olá Karini, tudo bem?
    Não sei ainda não me consegui acostumar com esse "boom" de livros no gênero. Se bem que também não é meu gênero favorito, na verdade, leio bem pouco dele. Mas, achei bem positivo a personagem não ficar de "mimi", personagens assim me cansa. (;

    Lucas - Carpe Liber
    http://livrosecontos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Também não sou muito fã de livros eróticos, eu gosto é claro, mas quando o livro tem estória e não somente sexo e os últimos livros que li era só isso. Até fiquei cansada! O livro parece ser bom e preciso falar que saber que a mocinha não é chata é ainda melhor!
    Beijos.

    ResponderExcluir

  3. nao gosto de livro erotico mais esse chamou minha atençao, vou ler e ve se gosto ! obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Oi! Gosto de livros eróticos, mas só quando eles têm mais do que sexo, além do mais considero livros hots como romances que vão mais além de beijos, então o casal tem que ter química e não somente física kkkkkk Mas esse parece ser interessante, gosto quando os personagens parece ser fortes e decididos e esses com certeza são, até porque se enfrentam em um tribunal e não tem nada mais sensual que isso.

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkkkk Personagens cheias de mimimi...concordo com vc. Odeiooo essas personagens que não agem como mulher resolvida. Que bom que nesse livro é diferente, Gostei da resenha e quero muito ler o livro. Bjss

    http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Aloha Karina!!

    Adoro livros que tem mocinha bem resolvida e decidida em vez das que ficam sempre de mimimi... francamente!

    Gostei da sinopse e curti a resenha, mas essa é mais uma série pelo visto... to fugindo delas #serio

    :*

    ResponderExcluir
  7. Oi Karini. Só de ouvir falar em "Gabrielle interior" já me dá arrepios. Olha, eu preciso ler outros livros do gêneros porque os poucos que li até agora não me encantaram...
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Uai, que linda capa, amei, já tem 1 ponto a mais comigo e depois desta sua ótima descrição então. Gostei do livro vai para a minha listinha, hehe.

    ResponderExcluir
  9. Uai, que linda capa, amei, já tem 1 ponto a mais comigo e depois desta sua ótima descrição então. Gostei do livro vai para a minha listinha, hehe.

    ResponderExcluir
  10. Karini!
    Gosto demais do gênero erótico, ainda mais quando tem uma 'pequena' disputa entre os protagonista e traz um enredo rico, não apenas o vamos ver...kkkk
    Quero ler.
    Que o final de semana seja carregadinho de muita tranqüilidade!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Karini,
    Ainda bem que a personagem não é tão mimizenta, pelo contrário, sabe exatamente o que quer. Gostei da história, mas não pretendo ler esse livro agora.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  12. Eu confesso que desconhecia a existência desse livro, mas depois da sua resenha, que clichê falar isso, mas eu marquei no skoob :)

    ResponderExcluir
  13. Oi Karini,também não tenho muita paciência com personagens cheias de "mimimi", estas decididas, que vão atrás do que é seu, são minhas preferidas.
    Bjs,Rose

    ResponderExcluir
  14. Oi Karini!
    Eu to num momento meio romântico da minha ida em relação a livros e pela sua resenha, não percebi nenhum romantismo só atração sexual, e isso não me interessa muito no momento.
    beijos

    http://pobreleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?
    Eu ainda não tinha ouvido falar do livro, achei a premissa muito interessante, mas não sei se vou ler, quem sabe mais para frente.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  16. A Capa realmente chama bastante a atenção, porem a historia nao me interessou, nao me senti nenhum pouco atraida e envolvida na historia!

    ResponderExcluir
  17. Gostei do enredo e da história, a resenha ficou ótima, porém, duvido que eu faça a leitura, minha cota de livros do gênero está cheia!

    ResponderExcluir