Resenha || Não Voltarás - Hans Koppel


Editora: Verus
Páginas: 294

Mike Zetterberg vive com a esposa Ylva e a filha do casal numa pequena cidade praiana na Suécia. Uma noite, Ylva não volta para casa depois do trabalho. Mike acredita que ela só foi tomar um drinque com as amigas, mas, quando ela não aparece na manhã seguinte, ele começa a se preocupar. Enquanto Mike lida com as suspeitas da polícia e com o próprio desespero, ele nem desconfia de que sua esposa está viva e a apenas alguns passos de casa, presa num porão do outro lado da rua, atraída para uma trama horripilante de punição e vingança. Uma câmera de vigilância lhe permite ver sua família pela tela da TV. Eles não podem vê-la — e certamente não podem escutar seus gritos desesperados de socorro...Não voltarás é um livro eletrizante, que vai prender os leitores da primeira à última página.

Um livro que irá despertar sentimentos angustiantes e que promete mexer com o psicológico do leitor!

A história começa com um assassinato a marteladas onde percebemos que o mesmo foi premeditado e o crime envolvia muito ódio e frieza por parte de seus agressores!
Logo em seguida conheceremos Ylva que vive com seu esposo e sua filha e após o trabalho de um dia considerado como qualquer outro, ela aceita carona de um casal que ela aparenta conhecer e mesmo sentindo-se desconfortável com a presença deles, ela não vê como não aceitar a carona e é aí que tudo começa a desabar na vida de Ylva! Ela não volta para casa!

De início seu esposo acredita que ela esteja com suas amigas bebendo em algum bar, mas a coisa começa a ficar esquisita quando as horas vão passando e ela não retorna; primeiramente seu esposo liga para ela deixando uma mensagem estranha de voz, como se a lembra-se de ser casada, isso podemos entender, pois o casal enfrentou problemas no casamento, onde Ylva o traiu, então a insegurança de ela poder estar com outro. Quando as horas vão se passando e seu marido vai entrando em pânico, chegando a achar que ela sequer voltará .. Que possa ter fugido com algum amante! Ele chega a ligar para a amiga de trabalho dela insistindo para que ela dê alguma notícia, caso saiba, do paradeiro de Ylva. 

O que não se espera em hipótese alguma é que Ylva está na casa ao lado, sendo mantida refém de um casal perturbado onde é espancada, e treinada a ser obediente, além de estuprada constantemente. Esse casal nutre um ódio fora do comum por Ylva! Além de toda tortura e abuso que ela sofre, eles instalaram uma tv no quartinho em que ela fica detida mostrando o dia a dia de seu esposo e filha. Mostrando o quanto a vida segue e o quão facilmente ela pode ser substituída e até esquecida!

As motivações desse casal e o que vem a seguir são mistérios que pouco a pouco o leitor vai desvendando, já que não é de cara que as coisas ficam claras quanto a isso! Isso prende o leitor, pois afinal o que pode alguém ter feito de tão ruim para outro ser capaz de tamanho ato de crueldade? Porque esse casal aparentemente comum, nutre tamanho ódio por Ylva?

Além de tudo, o homem que mantém Ylva cativa em dado momento acaba se aproximando também de seu esposo, o que torna as coisas ainda mais perigosas e doentias, pois o tempo inteiro o leitor fica “gritando” para que o marido de Ylva perceba os sinais. Além de ficarmos torcendo para que toda tortura física e psicológica chegue ao fim, pois é realmente perturbadora a forma como o autor escreve, tornando tão real e incômodo cada agressão sofrida por Ylva! Somos meros expectadores, assim como Ylva.. 

A Narrativa do livro é pelo ponto de vista de vários personagens, o que eu particularmente gostei muito nesse livro em especial, pois pude perceber um pouco melhor a personalidade de cada um, fator importante até no desenrolar da história, para que possamos compreender os fatos e as motivações de cada personagem. A leitura flui de maneira rápida e li em uma madrugada. O efeito após o término desta leitura foi estranho, pois me senti realmente inquieta e pensativa a respeito dos motivos que levaram a crimes tão violentos e premeditados!

O passado nem sempre fica no passado, cuidado com o que você faz, pois mesmo que se passem anos, o passado poderá bater a porta e talvez você não goste do que ele te reserva! 
Nesta história pessoas estão morrendo de forma a princípio desconexa, até que em dado momento as peças se juntam e tudo passa a fazer sentido; se é que há sentido nesse caso, já que se trata de crimes que estão sendo cometidos por conta de ações passadas; por conta de vingança!

6 comentários:

  1. Olá Karini,
    meu Deus, que livro!
    A história já começa com um assassinato... empolgante!
    Percebo que se ler o livro vou me perguntar as mesmas coisas que você: Tipo, por quê tanto ódio por Ylva? Isso realmente prende o leitor!
    Não conhecia o livro, mas adorei, ótima dica :D
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Karini!!! Eu já estou revoltada com esse casal sem nem ter comprado o livro ainda!!!kkkkk Preciso descobrir esse mistério envolvendo esse casal e a Ylva urgentemente!!!!

    Bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Oi Karini, já estava muito interessada neste livro, pois é bem o gênero que eu adoro, e depois de ler esta resenha tive a certeza de que vou gostar.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  5. Fiquei mortaaa de curiosidade agora! Você não tem noção de como eu gosto de histórias assim (o que isso diz sobre mim? Nossa que medo hahahaha)

    ResponderExcluir
  6. Esse livro já começa bem eletrizante fiquei muito curiosa dos motivos do casal para tamanho ódio, mesmo na resenha tava torcendo pra Ylva consegui escapar viva e adorei o fato de termos vários pontos de vista na mesma historia acabo o livro ficando mais desenvolvido !!!

    ResponderExcluir