Resenha II Doce Entrega - Sweet #1 - Maya Banks


Editora: Figurati
Páginas: 352
"O policial Gray Montgomery tem uma missão: achar o homem que matou seu parceiro e fazer justiça. Ele, então, encontra uma ligação entre o assassino e Faith – e se Gray precisa se aproximar dela para pegar o assassino, que seja. Faith é doce e feminina, tudo o que Gray deseja em uma mulher. Porém, ele suspeita que ela o está enganando. Quanto a Faith, sem chance de ela permitir que um homem mande na relação. Ou será que há?Faith vê em Gray o homem forte e dominante de que precisa, mas ele está determinado a não sentir nada por ela. No entanto, ela está determinada a se entregar ao homem certo, e Gray pode ser esse homem. Mas encontrar o criminoso é a prioridade de Gray – até Faith ser ameaçada e ele perceber que fará qualquer coisa para protegê-la."



RECOMENDADO PARA MAIORES DE 18 ANOS

Quem já teve a oportunidade de ler um livro da autora Maya Banks sabe que suas histórias são repletas de sensualidade. Em "Doce Entrega", primeiro livro da série Sweet, não poderia ser diferente.
Gray Montgomery é um policial em Dallas, Texas, que recentemente perdeu o seu parceiro Alex. No momento, ele se encontra afastado do serviço, aguardando a aprovação do psiquiatra e do médico para retornar e tentar descobrir a identidade do assassino. O pai de Alex, Mick Winslow é um ex-policial que acredita que o departamento de polícia não está se esforçando o bastante para prender o assassino de seu filho. Então ele pede a Gray que investigue as pistas que ele mesmo conseguiu, a namorada do assassino tem uma filha, chamada Faith Malone e ela sempre liga para filha quando precisa de dinheiro. 
Faith trabalha em uma empresa de segurança com o seu padrasto e irmão, em Houston e Gray acaba indo para lá com a desculpa de que precisa se afastar da polícia por um tempo, para se recuperar da perda do parceiro.


"Ele se aproximou e sentou ao lado de Mick. Nenhum dos dois falou por um momento, depois Gray estendeu a mão e tocou o ombro dele.

- O Alex vai ter a justiça que merece, Mick. Eu juro." (p. 14)

Acontece que Gray não confia nos Malone, principalmente em Faith e irá investigá-la. Só que ao se aproximar dela, verá uma mulher irresistível que o deixará desnorteado.
Faith não teve uma vida fácil: ela se tornou responsável ainda criança, pois sua mãe é tão egocêntrica que só queria saber de se divertir, além de ser uma viciada em drogas. Sua infância conturbada tem um impacto significativo na sua alta estima, principalmente em relação ao seu padrasto, o Pop e o seu irmão Connor. Ela sente que deu muito trabalho a eles (graças a sua mãe) e esconde que ela voltou a ligar para pedir ajuda. 
Durante o desenvolver da história, vamos conhecendo um pouco mais o Pop, o Connor, o Nathan e o Micah (esses dois últimos são hilários juntos!). É possível perceber que, mesmo se tratando de um negócio, ainda sim, a equipe é uma família. Todos cuidam uns dos outros e também, como um bando de homens imaturos, aprontam uns com os outros.
A atração entre Gray e Faith é instantânea, mas Faith está começando a explorar seu lado sexual, pois sempre teve medo de não gostar do "normal". Enquanto ela começa a se descobrir, Gray percebe que Faith é perfeita para ele, em todos os sentidos.

"Um beijo roubado não dava a ele o direito de bater em sua bunda. Mesmo que houvesse amado cada minuto disso." (p. 146)


Aqui é importante ressaltar que o lado sexual do livro é forte. Não apenas pelas cenas em si, mas por tratar de dominação/ submissão e pode não ser interessante para todos os leitores. O que podemos destacar é que os dois são explosivos juntos e que a autora deixa um gancho para o próximo livro e protagonista.
O livro tem muitas cenas hots, mas também possui um lado investigativo. Para os fãs da temática, o livro é recomendado.

8 comentários:

  1. Oi Carol, boa noite!
    Adorei a resenha, não me importo com o lado hot dos livros contanto que não estejam soltos sabe? Que signifiquem algo, que adicionem ao texto, parece muito legal! Ainda adoro contos investigativos, então melhor ainda!
    Não sei bem como vou fazer isso, mas vou atrás de um exemplar!
    Espero conseguir ele ainda esse ano, tenho tantos livros na estante!
    Vou ver se leio alguns para trocar no skoob =3
    Uma ótima noite!
    [Resenha Literária #11] A Mão Esquerda de Deus – Paul Hoffman
    Top 5 - Como ganhar dinheiro na internet, o que saber!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pandora, tudo bem?
      Que bom saber que você curtiu o livro. Eu também não sou fã de livros que tenham cenas hots, mas sem conteúdo no enredo.
      Bjkas

      Excluir
  2. Olá Carol,
    o legal desse livro é que não tem só o romance/ cenas hots, mas - como você disse - também tem a investigação pra ver quem matou o parceiro de Gray.
    Não vou ler por enquanto, mas parece um ótimo livro pra quem procura por esse gênero :)
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa, tudo bem?
      O livro tem todo um lado investigativo também, até mesmo porque na verdade já sabemos quem é o culpado, o negócio é como será realizada a sua prisão.
      Bjkas

      Excluir
  3. Livro sensual é legal e tal mas ta na moda essa coisa de submissão e acho um saco. Respeito quem gosta né, mas todos os livros trazem isso agora, é tipo uma febre chata. Tirando isso o livro parece ser bem legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nathalia, tudo bem?
      Realmente houve um boom dos livros hots. Mas como eu comentei anteriormente, nesse caso pelo menos existe um desenvolvimento da história, não são apenas cenas hots soltas ao acaso no livro.
      Bjkas

      Excluir
  4. Oi!
    O livro me pareceu bem legal adorei o fato de Gray poder gostar de alguém que pode ser o responsável pelo que aconteceu com seu parceiro e como ele ira lidar com isso, também gostei de saber que não e só um livro hot mas que tem algo a mais !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana, tudo bem?
      O livro é bem legal mesmo, tem uma história interessante além do lado sensual.
      Bjkas

      Excluir