Resenha || Conquista - Devoção #2 - J. C. Reed



Única, 2014, 1ª Ed.
"O segundo livro da trilogia Devoção best-seller do The New York Times, Wall Street Journal e USA Today. Encontrar Jett foi um verdadeiro azar. Perigoso, imprevisível. Um cara que era melhor evitar. Nesse jogo, porém, as apostas são altas. Vale a pena correr o risco? A continuação da história de Brooke e Jett mergulha de vez nas armadilhas do amor e da sensualidade. Brooke Stweart sempre achou que esquecer é algo muito difícil. Entretanto, perdoar é impossível. Quando o homem em que ela confiava a traiu, a única opção que ela tinha era seguir em frente. Brooke está determinada a começar uma nova vida, até que encontra Jett novamente: aqueles olhos verdes, sexy como o pecado. O homem que ela desejava. O homem que jogava sujo. O homem que a enganou. Lindo e arrogante, Jett Mayfield sabe que cometeu erros. Ele poderia ter qualquer outra mulher que desejasse, mas era Brooke que ele queria. Quando uma segunda chance colide com os segredos da alma e Brooke precisa confrontar seu passado, ele se vê determinado a protegê-la. Ela aceita sua ajuda não só porque precisa dele, mas também porque não resiste a seus encantos. Desta vez, porém, o jogo será do jeito que ela quiser".


CONTÊM SPOILERS DO PRIMEIRO LIVRO

"Conquista" é o segundo livro da trilogia Devoção e os acontecimentos que se desenvolvem nesse livro  dão continuidade ao anterior.

A narração ocorre em primeira pessoa quando a Brooke conta a história e em terceira pessoa quando é o Jett, no prólogo.


Brooke descobriu que Jett se aproximou dela com segundas intenções e que todo o relacionamento deles é baseado em uma mentira. Atordoada e magoada, a protagonista leva sua melhor amiga Sylvie para checar sua herança, e por isso ambas viajam para Bellagio, Itália.


É óbvio que Jett não vai desistir tão fácil de Brooke e vai tentar provar a ela que nem tudo foi mentira. O modo como Brooke perdoa Jett é muito rápido e pouco convincente. Quero dizer, se você está extremamente magoada e se sente traída, em questões de dias tudo foi deixado pra lá? Ela poderia ter sido um pouco mais assertiva e determinada.

Desde o primeiro livro Jett comenta que existem coisas que a mocinha não faz ideia, e é em "Conquista" que descobrimos o motivo de tanta cautela do rapaz. A história é antiga e envolve até mesmo Robert Mayfield, o pai de Jett.

Um novo personagem entra na história: Kenny, um hacker perigoso que é amigo de Jett. A presença de Kenny no livro e a nova política de honestidade de Jett permitem ao leitor e a Brooke conhecer o passado desse empresário. Um passado que não é tão bonito assim....


É claro que a química entre os protagonistas continua inegável e praticamente salta das páginas. O modo como Jett consegue ser sutil e sensual ao mesmo tempo, junto com a narrativa de Brooke, fornece uma leitura deliciosa.



Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. Existem detalhes no início de cada capítulo que enriquece ainda mais o trabalho. A capa traz lindos modelos e combina com a capa do primeiro livro.

"O amor acontece em um piscar de olhos. Num momento seu coração é seu, e, no momento seguinte, ele pertence a alguém a quem você nunca teve a intenção de entregá-lo. Não há transição. Sem garantias. Apenas a confiança tola, e a esperança num futuro de felicidade e realização emocional". (p. 09)

5 comentários:

  1. Não conhecia essa trilogia,mas me interessou de imediato!
    Gosto de tramas assim; amor,mentiras e um casal com química perfeita!

    ResponderExcluir
  2. Conheço, é após ler o primeiro livro preciso do segundo, mas... Acho que também irei me irritar com a capacidade da mocinha de perdoar fácil mas, mesmo assim irei ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia essa trilogia mas já gostei da descrição do Jett, sensual, perigosa haha Gosto de livros do tipo, gostaria de ler essa trilogia um dia :) beijos

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente não li o volume 1, mas é uma série que muito me interessa. Legal saber desta sutileza do personagem, deixa-o mais interessante.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li esse livro e sequer li o primeiro volume. Parece se tratar de um romance bastante envolvente.
    É bom quando a diagramação é boa e facilita nossa leitura. A capa é bem chamativa também, gostei.

    ResponderExcluir