Resenha || Sempre Teremos o Verão - Jenny Han



Galera Record, Edição 1ª, 2014, 319 páginas
Belly sempre esteve dividida entre os Fisher. Mas isso parecia ter ficado no passado, assim como os incríveis dias de verão na casa de praia em Cousins Beach. Conrad, seu primeiro amor, tornou-se apenas uma recordação. Agora, era Jeremiah quem ela amava, era com ele que Belly imaginava o futuro. Eles resolvem casar e passar o resto da vida juntos, mesmo que para isso precisem enfrentar as famílias, que desde o início são contra essa decisão. Mas quando Belly retorna à casa de praia e reencontra Conrad, antigos sentimentos vêm à tona. Com o dia do casamento se aproximando, as incertezas só aumentam. Seria possível voltar atrás? Ou melhor, seria o certo a fazer? Mais uma vez ela está na casa de praia, dividida entre os dois únicos meninos que já amou. Neste último volume da série "O verão que mudou minha vida", Belly está mais madura e se vê diante de uma importante decisão que mudará sua vida e a dos Fisher para sempre.


“Só amei dois garotos na vida – ambos com o sobrenome Fisher. Conrad foi o primeiro, e o amei de um jeito que só é possível quando se ama pela primeira vez. […] E depois veio Jeremiah. Quando olhava para ele, eu via passado, presente e futuro.”

Belly sempre amou os garotos Fisher e nesse terceiro e último livro da série Verão, Belly está na faculdade e namorando Jeremiah há dois anos. Eles estão completamente apaixonados e felizes, mas nem tudo são flores e Belly acaba descobrindo um segredo de Jeremiah e decide pôr um fim no relacionamento, mas Jeremiah a procura para resolverem os problemas e acaba propondo casamento à Belly. Depois que ela aceita muitos problemas aparecem, mas os dois lutam para realizar essa cerimônia e mostrar para todos que são maduros e adultos o suficiente para dar esse passo.

Ao contrario do quer mostrar para todos, Belly age de forma imatura e para mim regrediu, já que no livro anterior ela havia se mostrado madura para lidar com a perda de Susannah e a fuga de Conrad. Ela põe a sua felicidade acima de tudo e de todos, briga com a mãe, Laurel, que não apoia o casamento, pois considera os dois muito jovens (Belly está com 19 anos).
Jere virou o típico garoto de faculdade e está participando de uma fraternidade e morando lá, adora uma festa, passa horas jogando vídeo game com os irmãos de fraternidade... Em resumo: ele deixou um pouco de ser aquele garoto fofo.

Já Conrad parece ter finalmente entrado nos eixos após a perda da mãe, e se mostra maduro e responsável. Ele está cursando a escola de medicina e se afastou de Jere e Belly, para deixar que eles vivessem a felicidade juntos. Até ele volta para uma homenagem a sua mãe e acaba descobrindo os planos de casamento, mas a promessa que fez a Susannah é mais forte e ele resolve não se envolver.
Depois da briga com a mãe, Belly decide ir para Cousins Beach e preparar o casamento na casa de praia, mas ao chegar lá ela dá de cara com Conrad. Como os sentimentos em conflito, Belly se vê novamente em dúvida do que realmente sente por Jere e Conrad.

“[...] Aqueles sentimentos sempre estiveram ali. Por todo esse tempo. Eu simplesmente tinha que encarar. Ele era parte do meu DNA.[…]”

Os capítulos alternam o ponto de vista de Belly e Conrad, o que deixa a leitura rápida. Jenny consegue prender o leitor da primeira a última pagina e seu texto é leve mesmo nas partes mais dramáticas. O final foi para mim foi satisfatório, ela conseguiu dar um final redondo e sem deixar pontos em aberto.
Se você procura um livro fofo, que trate a fase da adolescência com leveza e que tenha romance, drama, fale de amor, família e crescimento, esse é o livro (ou a série).

Bjs.


26 comentários:

  1. É um triangulo amoroso? Pela resenha, não li e neh conhecia o livro (mas gosto de conhecer livros novos),parece um livro que reparamos em personagem que vão evoluindo em cada página amadurecendo e crescendo, "entendendo a vida". Gosto de livros que possuem capítulos alternados entre os personagem sendo assim fica mais fácil para nós, leitores, entender e analisar o ponto de vista dos personagens.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tânia, tem um triângulo amoroso sim, mas não ao mesmo tempo, e o mais complicado é que os garotos são irmãos.
      No decorrer da série vamos acompanhando o amadurecimento dos personagens e nos identificando com eles. Acho essa série muito boa.
      Espero que você leia.
      bjs

      Excluir
  2. Não sabia que esse livro fazia parte de uma trilogia =/
    Fiquei bem interessada na trama, parece um romance bem fofo, mas vou ler na ordem. Não dá para ler o último primeiro e depois ler os outros livros rs
    Espero poder ler esse livro em breve.
    Adorei a capa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pamela,
      sim é uma trilogia, e que é muito rápida de se ler. O romance é realmente muito fofo.
      Leia, tenho certeza que você irá gostar.
      bjs

      Excluir
  3. Eu tenho o primeiro e gostei...mas essa coisa de trianguilos não me agrada em nada, e esse livro é praticamente cheio disso rs.
    E percebo que até o final ela tem duvidas..gente como pode a autora continuar insistindo nisso, eu gosto, mas não gosto desta serie, eu vivo um dilema com ela e nem li o dois últimos rs, medo de ler e ficar com raiva rs,
    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neny, na verdade acho que ela consegue transmitir a insegurança dos personagens nessa fase de auto conhecimento, quando somos mais jovens temos muitas duvidas e acho que é bem isso que ela mostra com a incertezas da Belly.
      bjs
      P.s. também não gosto de triângulos amorosos kkk

      Excluir
  4. Amo romances e sendo triangulo amoroso então adorooooooo
    Ainda não li os outros livros, vou caçar já pra ler

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, leia que tenho certeza que irá gostar.
      bjs

      Excluir
  5. Oiee..
    Eu não tinha conhecimento dessa série,quando olhei a capa do livro achei que era "edição única".
    Um bom triângulo amoroso sempre é envolvente,e que decisão difícil Belly tem que tomar ...Seu futuro marido agora aquele tipico garotão da fraternidade de filmes americanos ou seu primeiro amor Conrad.
    Como eu não li nenhum dos livros não posso avaliar todos os pontos positivos e negativos dos personagens mas acho que ela deveria ficar com Conrad.
    Estou curiosa para saber quem ela escolheu,mas isso só vou descobrir depois de ler toda a trilogia,ou se eu pegar alguns spoilers por aí haha.
    bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leticias, mesmo que você consiga os spoiler, vc deveria ler, pois essa série vale a pena ser lida.
      bjs

      Excluir
  6. Oi! Em primeira mão achei que era um livro independente, no caso, não uma continuação. A capa achei um pouco sem graça demais, eu e minha mania de julgar pela capa. Mas achei uma história interessante, a não ser pelo caso dela ter regredido. Quem sabe eu dou uma chance para essa leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nadja, a capa é bastante similar as outras da série, eu gosto bastante delas. Dê uma chance e leia, acho que vc irá gostar.
      bjs

      Excluir
  7. Amo romances leves, principalmente quando é série. A história não parece ser nada inusitado, mas acho que é boa, só a capa que eu mudaria.

    ResponderExcluir
  8. Gostei bastante dessa capa,e do enredo, mas pra ler esse livro teria que ler os primeiros...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jéssica, sim tem que ler os outros dois antes, mas tenho certeza que vc gostará.
      bjs

      Excluir
  9. Só vejo resenha ótima da série Verão, não sei o porquê ainda não comecei a ler.
    As capas são lindas e o desenrolar da história também parece muito boa.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabrine, acho que o sucesso se deve pela forma q a Jenny escreve, o livro é leve, você lê ele rapidinho. Dê um chance.
      bjs

      Excluir
  10. A narrativa parece ser o ponto alto desse livro!! Mas os personagens parecem muito imaturos, muito mesmo (com exceção do Conrad!).
    Não fiquei muito animada, para ser honesta.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, o Conrad, amadureceu conforme o tempo e os livros foram passando, acho q a imaturidade se deve a idade deles, acho que nesse ponto a autora foi bem realista.
      bjs

      Excluir
  11. Gosto de livros que intercalam a narrativa. Deixa o leitor mais próximo do personagem e podemos saber o ponto de visão de ambos. Fica bem atrativo.
    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Desbrava(dores) de livros, acho que ter a visão de mais de um personagem sempre é bom, deixa o livro mais ágil e interessante.
      bjs

      Excluir
  12. Não li nenhum livro dessa trilogia ainda, mas parece ser bem bacana, apesar de eu não ser muito a favor de triangulos amorosos, me interessei pelo livro!!!

    Bjssssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcilene, dê uma chance, vc irá gostar da escrita da Jenny Han.
      bjs

      Excluir
  13. Esses livros parecem bem fofos mesmo, ainda mais com essas capas lindinhas.
    A galera tem tanta série que fico sempre na dúvida em qual começar, esta chama bem a atenção por ser leituras mais leves, mas ainda sim, não sei quando vou ter a oportunidade de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karolyne, vc tem toda razão são fofos ao extremo. Indico sempre essa série, quando me pedem um leitura leve e rápida. Espero que você leia.
      bjs

      Excluir