Resenha: "O Fogo" - Witch & Wizard #3 - James Patterson, Jill Dembowski



Novo Conceito, 2014, Edição 1ª

"Você pensou que seria um conto de fadas? Whit e Wisty Allgood sacrificaram tudo para liderar a Resistência contra o regime sanguinário que governa o mundo. O líder supremo, O Único Que É O Único, baniu tudo o que havia de bom: livros, música, arte e imaginação. Mas o poder dos dois irmãos parece estar longe de conseguir deter O Único, e agora ele executou a única família que eles tinham. Você não vai encontrar O Único aqui. Wisty sabe que o momento se aproxima. Em breve ela estará cara a cara com O Único. A sua bravura e o seu dom canalizam ainda mais poder para esse ser, que já é invencível. De que maneira ela e Whit poderão se preparar para o confronto iminente com o implacável vilão que devastou o seu mundo – antes de ele se tornar verdadeiramente onipotente? Nem sempre seremos felizes depois que acabar. No impressionante terceiro livro da série Bruxos e Bruxas, a tensão está maior do que nunca – e as consequências mudarão tudo".


"O Fogo" é o terceiro livro da série Witch & Wizard e continua do exato trecho onde terminou "O Dom".
Após perderem a batalha os irmãos Allgood estão feridos e perdidos, sem saber muito bem que rumo tomar. A "Peste do Sangue" propagou e nem os irmãos se livraram. Eles encontram um abrigo temporário para se recuperar e precisam seguir suas jornadas separados para alcançar seus objetivos: Whisty precisa enfrentar O Único e Whit resgatar seus pais.

Whit percorre a Terra das Sombras e com isso reencontra diversos personagens dos outros livros e conta com a ajuda deles para cumprir a sua missão. A parte "romântica" do livro é um pouco chata, rodeada de indecisão.
Em paralelo, Whisty vai parar no quartel da Nova Ordem, ficando frente a frente com o grande perigo.

"- Seu pai disse para se lembrar de que você e Wisty precisam compartilhar seus Dons se quiserem chegar a algum lugar.  E sua mãe disse para vocês terem coragem, e não terem medo de perder as coisas". (p. 73)

A história é desenvolvida de modo semelhante aos demais livros da série: capítulos curtos e dinâmicos, pontos de vistas alternados e uma trama com várias situações que se desenrolam simultaneamente.
A série é voltada para o público infanto-juvenil e os diálogos sarcásticos combinam perfeitamente com a trama. Para aqueles leitores que estão atentos, o livro realmente está repetitivo. 
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora manteve a qualidade e a capa combina com as demais capas dos livros anteriores.

“Tenho que encarar O Único porque crimes como esse, assassinatos como esse, acontecem todos os dias neste mundo novo e covarde, e, se o que dizem for verdade, se sou A Única Que Tem O Dom, A Única Que Pode Impedir O Único, então quem sou eu para continuar fingindo que tudo vai melhorar? Enquanto crianças morrem, que direito tenho eu de sentir medo?” (p. 169).

7 comentários:

  1. Oi!
    Não sei porque, mas não consigo gostar desse livro e os outros da sua coleção. Gosto de infanto juvenil, entretanto esse parece ser mais um daqueles livros mornos e sem graça, espero está enganada.

    ResponderExcluir
  2. Tenho o segundo volume dessa série, mas ainda não li, pois ainda não li nem o primeiro, mas vou ler em breve.

    ResponderExcluir
  3. Li o primeiro livro.
    O segundo ainda não tive a oportunidade de ler.
    Mas não sei se vou continuar a leitura da série. :-\

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nenhum livro da série, mas quero muito ler, pois parecem livros perfeitos! !

    ResponderExcluir
  5. Eu já li os dois primeiros e estou muito curiosa pra ler os proximos!!! É uma leitura rapida e leve que serve pra dar uma folga dos livros mais intensos!!

    Bjssssssssssssss

    ResponderExcluir
  6. Já li os dois primeiros e amooooooo a série, apesar de todos acharem fraca.
    Estou ansiosa para ler este \o/ Principalmente com o final que teve Dom né.

    ResponderExcluir
  7. Achei que este livro melhorou em relação ao seu anterior, espero que o próximo encerre de uma forma melhor esta série que na minha opinião tinha tudo para ser muito boa, mas que se perdeu no segundo volume.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir