Resenha || Nada Dramatica - Dayse Dantas




Gutenberg, 2013, Edição: 1ª
Camilla Pinheiro conseguiu passar sua vida escolar praticamente ilesa, sem se envolver em dramas adolescentes. Isso é uma grande vitória para ela, que sempre foi muito aplicada nas aulas. E pretende continuar assim, agora que está no terceiro ano do ensino médio do colégio Coliseu, um dos mais puxados e concorridos de Goiânia. Sempre organizada, seus planos para o último semestre se resumem a um só objetivo: passar no vestibular com as melhores notas. Porém, graças a uma confusão amorosa envolvendo seu melhor amigo, Camilla vê seus dias calmos de estudos se transformarem, em meio a revoluções escolares, brigas familiares, intrigas na turma, dúvidas sobre o futuro e até uma inesperada paixão, que ela insiste em negar para si mesma. Para se abstrair do mundo real, agora virado de cabeça para baixo, ela posta em seu blog as aventuras da “Agente C”, sua identidade nada secreta para quem a conhece e sabe o que é viver um dos períodos mais intensos da vida.



Dizer que a leitura de “Nada Dramática”, não me fez voltar no tempo e reviver toda aquela eletricidade, dúvidas, anseios e dramas causados pela adolescência seria mentira. Dayse traz nesta obra juvenil um simples retrato do que muitos adolescentes vivenciam nesta fase e eu não só me vi como enxerguei muitos amigos (Su, Tercia, Dan, Carol, Pri, André, Regis, Maurício, Roberto, Fagner, Naty, Vládia, Fabiola... a turma é grande e é melhor parar por aqui.). Que saudade dessa época!

“É por isso que tenho ambição de prestar vestibular em outra cidade. Basicamente tenho vontade de sair do que é pequeno, tenho vontade do que é maior. Mesmo que no fim tudo acabe sendo a mesma coisa, pelo menos será a mesma coisa em um lugar diferente. Se é que faz sentido.”

Mas deixando o meu saudosismo de lado vamos conhecer mais um pouco desse enredo: Camila consegue atravessar a vida escolar praticamente ilesa aos dramas adolescentes. Como está no terceiro ano sua meta é focar nos estudos para passar no vestibular com as melhores notas, mas graças a uma confusão na vida amorosa de Thiago, seu melhor amigo, ela se vê envolvida em vários conflitos e o que era para ser um ano focado só nos estudos acaba por ser cheio de revoluções escolares, brigas familiares, intrigas na turma, dúvidas sobre o futuro e até uma inesperada paixão, que ela sequer assume.

O livro traz um contexto real do que é o terceiro ano do ensino médio na maioria das escolas brasileiras; a busca por conhecimento e as horas duras de estudos, mexem com o psicológico desses adolescentes, resultando em vários dramas em suas vidas. Claro que os problemas enfrentados por Camila são comuns nesta fase, quem aqui nunca se viu envolta de uma confusão com um possível paquera, ou não deu os ombros e os ouvidos para a melhor amiga? Todos nós passamos por essa fase e se você não vivê-la o que terá para recordar ou aprender? É na adolescência que aprendemos a lidar com os problemas onde toda e qualquer escolha dependerá única e exclusivamente de nós. Dayse retrata isso muito bem, Camila é uma típica adolescente brasileira envolta aos dramas comum da adolescência e a escolha de seu futuro. Essa é a idade onde temos o direito de sonhar alto e corremos para conquistar.

"O que quero dizer é: ter amigos é importante, e eles não são necessariamente futuros amantes. E não comece um relacionamento se você já está inseguro sobre o comprometimento da outra pessoa."

Nossa protagonista é uma menina bacana, inteligente e super bem humorada, e para abstrair do mundo real,  e fugir de todas as confusões e estudo, sua válvula de escape é postar em seu blog as aventuras da “Agente C”, são textos hilários que nos faz gargalhar, passei cada uma lendo esse livro em público.
  
Entretanto “Nada Dramática”, tem outros personagens adoráveis e alguns se tornaram meus favoritos, como a sobrinha de Camila, Valentina, o fofo do João, a Carol desenvolvedora de Super Trunfo e amiga da nossa protagonista, Marcela, melhor amiga de Camila e sua motorista Fran, que dá conselhos interessantes e Jordana com quem troca e-mails hilários e de quem recebe grande apoio para continuar postando em seu blog.

Dayse tem uma escrita leve, engraçada e marcante! Com um enredo inteligente e cheio de humor, ela não só traça uma estória equilibrada em romance e comédia, como também nos fez voltar ao tempo e revivermos as dúvidas e dilemas que nos eram questionados. Portanto, recomendo a leitura, um romance realista sobre as confusões e as descobertas que só a adolescência pode nos proporcionar. 

"Eu quero manter tudo bem vivo, tudo bem real, na intensidade verdadeira das coisas. Não quero que fique preso na minha memória como uma época de completo pesadelo, ou uma época de bela juventude, eu quero tudo junto, tudo o que foi."

10 comentários:

  1. É tão bom ler livros que te remetem lembranças boas da adolescência. Amo livros assim, que me fazem praticamente reviver tudo de novo.
    Apesar de não curtir muito livros juvenis/adolescentes, me interessei por esse.
    Vou dar uma chance a ele.

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Muito legal sua resenha, adorei haha.
    Gente, quero muuuito esse livro, adoro a capa dele e o desejo loucamente hahaha.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/03/resenha-do-outro-lado-do-muro-marisa.html
    Comente ;)))))

    ResponderExcluir
  3. Realmente esta estória é de chamar muita atenção. quem já não passou por alguma coisa parecida assim? eu já vivi alguns e não foram nada agradáveis. Adorei e quero muito ler e saber mais da estória da personagem. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. amo histórias do gênero High School , e já gostei dessa. Brasileira ? Melhor ainda !
    bj, dréa

    ResponderExcluir
  5. Oi Patrícia, este não me interessou muito.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. O enredo deste livro me chamou bastante atenção, parece ser mesmo ótimo! E é muito bom saber que a protagonista não é aquelas chatas que me estressam demais!
    Já vou colocar esse livro na minha lista :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Não sabia que esse livro é nacional, amei saber isso. Adoro ler livros nacionais (romance). Bem, eu já amo dramas escolares e livros que tem esse foco. Adoro voltar para época colegial!
    E já gostei da Camila! Já vou procurar ele pra comprar, ou trocar com alguém no skoob =P
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi, essa é a primeira resenha que vejo desse livro, Camila né? Gostei hehehe minha chara, tenho certeza de que o livro nos transporta para esse tempo que foi nosso ensino médio, só de ler a resenha fiquei com saudades da minha turma, tenho certeza de que gostarei muito da Camila.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  9. Adoro livros que me fazem voltar aos tempos de juventude! Nada dramática me chamou a atenção logo no seu lançamento e já vi que posso esperar o melhor dele!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Adorei a resenha Pat!!! Me fez lembrar da Fani!!!! Não conhecia o livro, mas agora estou com muita vontade de ler!!!!
    Valeu pela dica!!!

    Bjsssssssssssssss

    ResponderExcluir