Resenha: "Cerberus" - Série Entre Cobras e Ursos - Livro 1 - Leonardo Monte



Novo Século, 2011, Edição 1
O terror está instituído pela fome, pela doença e pela miséria humana... A esperança como uma vela de pavio curto... morrendo... aos poucos. Canibais, Calabans, Mordecais, Pashits, Ankh-o-rus, Beliahs, Banshees, licantropos e toda sorte de criaturas que antes só existiam em nossos mais terríveis pesadelos vagam pela Terra indiscriminadamente... destruindo, aterrorizando... e, às vezes, até convivendo conosco em uma relação de total dominância... Cidades viraram ruínas... As pessoas voltaram a viver em vilarejos e feudos, sem um poder central, servindo a governantes tiranos e sanguinários que as exploram cada vez mais e mais... O medievo voltou... A era das trevas flagela novamente a Terra... A humanidade está a ponto da extinção... Em um ato de desespero, o Vaticano decidiu criar em diversos lugares do mundo as Academias de Caçadores... No Brasil criou-se a Cerberus... Nesse sombrio lugar, dominado pela fé cega e padres ortodoxos, corredores escuros e úmidos, luz de velas e treinos sangrentos, calabouços e forcas, encontraremos alguns de nossos personagens: crianças doadas em suas primeiras semanas de vida para transformarem-se em caçadores de extraplanares... Passarão oito anos de duras provações até sagrarem-se dignos... ou perecerão no caminho? Os fracos não servem a Cerberus... Você está preparado?

"Cerberus" é o primeiro livro da série Entre Cobras e Ursos do escritor nacional Leonardo Monte. É uma obra positivamente surpreendente, repleta de personagens peculiares e uma trama muito bem desenvolvida. O livro consegue misturar ação, suspense e o amadurecimento desses jovens guerreiros.
A história vai acompanhar um grupo de jovens que estão em treinamento para livrar o mundo de criaturas sobrenaturais. O interessante de acompanhar o amadurecimento desses personagens é que vemos não apenas o crescimento deles como guerreiros, que vão se especializando em armas e estilos de luta, mas também o crescimento como pessoas, tentando lidar com sentimentos de amor, amizade, solidão em meio a um mundo caótico, cheio de violência e desesperança. 

As espécies sobrenaturais são muito bem descritas e o leitor consegue entender suas fraquezas e seus pontos fortes. O ar sombrio da trama é complementado por uma narração forte, que consegue prender o leitor do começo ao fim da obra.
Existem cenas fortes minuciosamente detalhadas que não são indicadas para todos os leitores. A linguagem dos personagens também é rápida e dinâmica, com palavrões e  com um certo tom de rudeza, o que combina com o mundo criado pelo escritor. Sabe-se que alguns leitores não são exatamente fãs desse tipo de diálogo mas é difícil imaginar um mundo tão apocalíptico com uma linguagem leve, bonitinha e cheias de unicórnios. 

Portanto, o escritor Leonardo Monte acertou em cheio na escolha.
Um dos pontos fortes dessa obra foi o fato de que nenhum personagem é exatamente o principal e nenhum é dispensável, até mesmo aqueles que fazem pequenas aparições possuem papéis importantes na trama. Essa é uma característica difícil de ser bem desenvolvida mas que nessa obra ficou impecável.
Em relação à revisão, diagramação e layout foi realizado um ótimo trabalho. A capa tem um ar sombrio e ao mesmo tempo é repleta de pequenos detalhes que chamam a atenção.


"Ouvi estórias de que tais seres eram parte de 
folclore ou contos de fada... Difícil de acreditar, 
pois desde que nasci, eles estão por aqui - e são bem reais".
  (p. 09)

18 comentários:

  1. Oi Carol. Eu gostei da resenha, o livro realmente tem cara de que é repleto de mistério e muito sombrio. Pela descrição, tem muitos tipos de criaturas terríveis. Parece ser muito bom.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cristiane, tudo bem?
      Sim, o livro é repleto de criaturas terríveis. O tipo de livro para não se ler antes de dormir rs
      Bjkas

      Excluir
  2. Apesar de ainda ter um certo receio de ler livros de autores nacionais, mas depois da sua resenha percebi que esse livro se assemelha muito ao tipo de literatura estrangeira que estou lendo,vou buscar mais informações sobre ele *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jayh... espero que realize a leitura desse livro e venha nos contar o que achou ;)
      Bjkas

      Excluir
  3. Pela sinopse estamos vivendo um caos! Muito bom ver nossos autores com projetos audaciosos como este, com certeza vou querer conhecer.
    Gosto desta ideia de nenhum personagem ser principal e todos terem sua importância.
    Bjs< Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose... Sim, um caos assustador rs.
      Eu tenho visto cada vez mais os escritores nacionais se arriscarem em gêneros da fantasia, terror e ação e com isso está sendo produzido alguns livros bem interessantes.
      Bjkas

      Excluir
  4. Olha se eu não tivesse lido sua resenha, com certeza eu passaria bem longe desse livro. Não gostei da capa, achei bem bizarra!
    Mas sua resenha despertou em mim uma vontade de dar uma chance a essa obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ieda. A capa é meia bizarra mesmo, mas combina com o livro, pois tem um ar sinistro.
      Bjkas

      Excluir
  5. Adorei essa capa!!! Não conhecia esse livro, mas agora quero muito ler, ainda mais que fala sobre o tema que mais gosto, o sobrenatural!!

    Bjsssssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcilene, espero que venha nos contar a sua opinião sobre o livro ;)
      Bjkas

      Excluir
  6. Oi Carol! Confesso que a sinopse não me interessou muito mas sua resenha me fez ficar curiosa quanto ao livro!
    Gosto de livro sobrenaturais apesar de não serem meu gênero preferido... mas fiquei curiosa em conhecer essa obra. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda!
      Fico feliz em saber que a resenha despertou a sua curiosidade. Quem sabe após você realizar a leitura não venha deixar suas impressões sobre o livro por aqui?
      Bjkas

      Excluir
  7. Oi Carol, tudo bem??
    Nossa que demais esta historia deste livro, fiquei bastante animada pois gosto bastante de livros com este tema... E apesar de não gostado tanto da capa,lendo sua resenha podemos entender o por que dela.Livro incluído na lista de desejados!!
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Michelli, por aqui está tudo bem sim e com você?
      Gostei de saber que você é fã da temática! Espero que realize a leitura e venha nos contar a sua opinião.
      bjkas

      Excluir
  8. Não sei porque, mas esse livro me lembrou a série Maze Runner (da qual já li os três primeiros). Essa série é, digamos, uma época oposta. Uma vez que Cerbus fala que a humanidade voltará aos tempos primórdios (ou bem perto disso), Maze Runner fala que a humanidade está se encaminhando para um tal futuro, onde a tecnologia é muito mais avançada (o que obviamente tende a acontecer) mas a humanidade já não é mais a mesma, já que quase metade da população que sobreviveu à uma explosão solar está infectada com uma doença degenerativa chamada Fulgor e sobrevivem os mais ricos (que podem evitar ao máximo os efeitos da doença com uma droga chamada Bênção, mas que não escaparão da doença) e os chamados Imunes. Estes são imunes à doença e são levados por uma organização, o CRUEL, que apaga as memórias dos mesmos e os submetem à vários testes - mortais -, onde apenas os fortes sobrevivem.
    Amo Maze Runner e provavelmente irei gostar de Cerbus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andrea, tudo bem?
      Eu li o primeiro livro da série Maze Runner e não vi muitas semelhanças, tirando o fato de que um grande evento mudou o mundo nos dois livros.
      Espero que você goste de Cerberus.
      bjkas

      Excluir
  9. Eu tenho o livro e estou esperando um tempinho para lê-lo.
    Me interessei bastante pela proposta do livro e tem tudo para se tornar um dos meus favoritos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karolyne!
      Espero que venha nos contar sua opinião sobre o livro quando realizar a leitura!
      Bjkas

      Excluir