Resenha: A garota que você deixou para trás - Jojo Moyes



Intrínseca, 2014, Edição 1
Durante a Primeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo — a família, a reputação e a vida — na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra. Quase um século depois, na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado. Quando Liv finalmente parece disposta a voltar à vida, um encontro inesperado vai revelar o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo. Tecido com habilidade, A garota que você deixou para trás alterna momentos tristes e alegres, sem descuidar dos meandros das grandes histórias de amor e da delicadeza dos finais felizes.


A Garota que você deixou para trás, trata-se de um livro extremamente tocante dividido em dois tempos e nos mostrando personagens fortes e marcados por sua história .. Um senso de força e determinação fora do comum dominam as páginas escritas por Jojo Moyes e nos emociona, nos arrebata, nos faz torcer arduamente por seus personagens e nos conduz a um clímax que poucos autores são capazes de nos presentear com tal sentimento.. De total envolvimento com o que se está sendo lido.. Momentos de choro, outros de alegrias.. É difícil por em palavras o que Moyes me fez sentir a cada virada de página. Ela é fantástica, ela merece um prêmio por sua desenvoltura extraordinária em emocionar e encantar o leitor!
Estou absolutamente encantada por sua escrita. Este foi o segundo livro da autora que eu li, que apenas serviu para confirmar que preciso de tudo mais que seja lançado em seu nome, pois certamente quem se entrega as leituras de Jojo Moyes sabe que encontrará um misto de sentimentos maravilhosos, personagens fortes e altruístas.. E muitas lágrimas na torcida pela felicidade daqueles personagens que ela cria! 

A história tem início nos contando sobre Sophie em tempos de Primeira Guerra Mundial, em 1916, quando sua vila St Pèronne foi tomada pelos Boches (Alemães). Seu esposo Edouard foi levado para a guerra, enquanto Sophie deixou Paris para ajudar sua irmã Hèlene a cuidar do hotel de sua família. Em tempos de Guerra nada é bonito e não se sabe se realmente alguém sai vencedor, ao menos é assim que vejo as coisas. Os Alemães mantêm os moradores franceses em sob seu domínio incutindo o medo e obrigando-os a servi-los de tudo que possam querer. Os alimentos são racionados. Só quem come bem são os Boches, enquanto a população vive com menos que o necessário, chegando todos a ter um aspecto subnutrido e beirando ao desespero causado pela fome. Em dado momento um comandante alemão assume o controle da cidade em lugar de outro, e ele fica cada vez mais fascinado pelo quadro de Sophie, pintado por seu esposo. Ele exige que ela ceda o Le Coq Roge (hotel de sua família) para recepcionar os alemães.. E que cozinha e os sirva. Todos os dias chegam suprimentos necessários e eles começam a desenvolver diversas conversas sobre arte e etc. pouco a pouco. O Alemão parece nutrir por Sophie um interesse fora do que deveria..  levado pela fascinação do quadro da mesma.. Quando Sophie recebe a notícia de que seu Edouard foi levado a um campo de concentração, resolve pedir ajuda ao Comandante e oferece o quadro que ele tanto admira; porém ele deseja mais do que isso.. Ele deseja ter a garota do quadro em seus braços.. A garota destemida, orgulhosa e livre que demonstra no quadro. 

Em 2006 conhecemos Liv, uma jovem viúva ainda em seu luto, sem conseguir seguir em frente, que se depara com uma conhecida do passado que entra em sua vida rotineira, assim como Paul, um homem que a acolhe após ter sua bolsa roubada em um bar gay. Liv está presa em seu luto, com contas mais do que atrasadas, uma hipoteca que não pode pagar e uma solidão tocante. Ela possui um quadro que a prende, A garota que você deixou para trás, um quadro lindo que retrata uma mulher de forma firme e hipnotizante! Liv ama esse quadro mais que tudo, pois seu David (falecido) lhe deu em sua lua de mel. 
Paul e Liv se envolvem e em dado momento Paul, que trabalha com a recuperação de obras de artes roubadas em tempos de guerra, percebe que Liv detém o quadro que um de seus clientes está reclamando, isso gera obviamente um desconforto e desentendimento entre os dois.. E mesmo a beira da falência, Liv não quer abrir mão de seu quadro e jura lutar até o fim para mantê-lo ao seu lado.

Com toda essa luta, o passado é revelado.. Sophie que um dia havia sido arrastada de sua casa pelos Alemães e de quem nunca mais teve notícias, têm sua história desvendada de maneira arrebatadora. Todo o sofrimento que lhe foi incutido.. A transformação que sofrera de uma mulher linda retratada em um quadro de forma imponente a alguém que cheira mal e só é pele e osso, cheia de piolhos e rugas.. Sophie fez de tudo que pôde para estar mais uma vez ao lado de seu grande amor Edouard e isso levou-lhe a escolhas dolorosas e questões que iriam lhe seguir por todos os dias de sua vida.. Pessoas a julgaram, a cuspiram e denegriram sua imagem. Porém Sophie era muito mais que isso.. Ela fora uma mulher generosa, altruísta, bondosa e muito forte! Sua determinação e capacidade de se por em segundo lugar por outros é algo admirável! Eu particularmente vejo Sophie como minha heroína.. E ela de certa maneira encontrou paz em dado momento depois de tanto sofrimento! 
Por outro lado ver Liv lutar por um quadro, e também pela história de uma mulher que ela jamais conhecera pessoalmente.. Ver como um quadro pode afetar a vida das pessoas e quanto sofrimento e amor pode haver por detrás do mesmo.. É no mínimo perturbador!

A garota que você deixou para trás me encantou de todas as maneiras assim como me aterrorizou com tanto sofrimento enfrentando não só por Sophie e sua irmã, mas por toda uma cidade, e também perceber que mesmo em momentos de sofrimento as pessoas não deixam de julgar umas as outras e serem cruéis como foram com Liliane e com a própria Sophie!

Volto a dizer que não existem palavras suficientes que eu possa usar para descrever meus sentimentos com relação a esta obra maravilhosa! Só posso recomendar que leiam sem medo de se entregarem a emoção!

30 comentários:

  1. Sou apaixonada pela escrita da Jojo Moyes depois que li como eu era antes de você, que por sinal super recomendo, pelo que vejo a autora utilizou novamente argumentos, histórias de nos fazerem terminar a leitura e ficar refletindo sobre a obra.
    Apesar de ainda não ter lido este livro, algo que pretendo remediar logo, posso afirmar com base em sua resenha que o livro é totalmente MARAVILHOSO!
    E sabe o que gostei também nesse livro foi a maneira como ela soube falar a história em duas épocas diferentes.

    ResponderExcluir
  2. Até agora só li resenhas positivas sobre essa autora e espero poder ler algum dos livros dela logo, A garota que você deixou para trás foi o que chamou mais a minha atenção, sem contar que acho essa capa linda!
    Beijos!
    http://sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Quero tanto ler este livro. Uma estória forte e sofrida, que me conquistou de cara. Não vejo a hora de poder desfrutar desta leitura. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. eu acho essa capa tão fofa :3 e já vi varias resenhas positivas sobre o livro que já esta na minha lista de desejados ^^ a história me deixou curiosa no primeiro momento em que li, me interessou bastante e vou ler em breve!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Este livro parece que encanta a todos. Eu não tive oportunidade de ler ainda,o que é uma pena, as com certeza vou querer conhecer e me emocionar.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  6. Já tinha ouvido falar desse livro bem superficialmente. Mas com essa resenha tão completa, fiquei bem curioso em relação a leitura!

    Bjs,

    ResponderExcluir
  7. O livro parece ser lindo e muito triste ao mesmo tempo, pela resenha dá para se perceber que derramarei rios de lagrimas quando o ler, ainda não li o outro livro da autora, mas pretendo faze-lo em breve, e devo dizer que podemos ver o que realmente é o amor, depois de todo esse tempo que o marido de Liv morreu e ela continua em luto.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  8. Tô muito curiosa pra ler algum livro da Jojo, tenho lido coisas ótimas dela.
    Amei de resenha :D

    ResponderExcluir
  9. Estou louca para ler e a resenha ainda me deixou tocada. O primeiro livro é incrível, mas comprei em ebook. Chorei tanto lendo pelo celular, tablet e até escondidinho no trabalho. Foi emocionante. Ansiosa para ler. E ainda tem mais, eu AMO histórias que envolvem a guerra ou os tempos da guerra em outros países. Boa resenha! Beijos!

    ResponderExcluir
  10. O Mesmo fascínio que tive ao ler a primeira resenha, surtiu o mesmo efeito na segunda. Claro que irei ler.
    Fiquei deveras curiosa e emocionada.
    bjos
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  11. A Jojo Moyes é demais mesmo, adoro os livros dela e suas histórias de amor cheias de desencontros. Pelo visto esse novo livro tem uma estrutura narrativa semelhante ao primeiro romance que li dela A última carta de amor, onde duas histórias correm paralelamente e a gente fica o tempo todo se perguntando como elas vão se entrelaçar em algum momento da narrativa. Apesar de ter achado a capa bonita acho que ela deveria ter um projeto gráfico diferente, não vejo motivo para que essa capa lembre a capa do livro anterior.

    ResponderExcluir
  12. Eita acho que a Jojo parece querer falar direto aos corações, outro livro dela carregado de emoções. Eu nunca li nada dela, e ainda não tenho, mas tenho bastante curiosidade em conhecer a narrativa emocionante dela =D

    miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito da sua resenha. Ainda não li nenhum livro de Jojo Moyes, mas tenho certeza que vou derramar muitas lágrimas ao lê-los.

    ResponderExcluir
  14. Estou fascinada por essa história! Preciso ler logo! *0*

    ResponderExcluir
  15. Karini eu tinha ficado curiosa pela leitura do livro, mas aí quando vi que era passado em dois tempos, fiquei com receio não curto muito livros com passagens históricas, não é meu tipo de leitura, mas sua resenha toca tanto na beleza do livro na história de superação que acaba nos convencendo a dar uma chance a a leitura do livro.

    monica.oli@oi.com.br
    @Moniiqueta

    ResponderExcluir
  16. Não li nada dessa autora ainda, mas essa historia deve ser muito triste por se tratar de uma epoca de guerra!! Mas estou muito interessada em ler e ja imagino que vou chorar rios de lagrimas!!!kkkkkkk

    Otima resenha!!!!

    Bjssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  17. Esse eu fiquei afim de ler pq vi que a capa era parecido com Como Eu Era Antes de Voce kkk
    logo fui ver e descobri que era da mesma autora, ~para a minha alegria~ a princípio pensei que fosse continuação ;;; adorei por ser dividido em dois tempo, ser no passado e tudo mais *-*
    gostei e pretendo ler esse ano KKKK espero ter oportunidade pra isso D:

    ResponderExcluir
  18. Mas um livro que leio resenha super positiva da Jojo. Ainda não li nada da autora, mas esse livro me parece tão interessante.
    Acho que antes dele vou ler ''Como eu era antes de você''.

    ResponderExcluir
  19. Essa temática é sempre delicada, mas parece que a autora utilizou da melhor maneira possivel.
    Gostei muito da resenha!

    ResponderExcluir
  20. Tb ainda n li nada da Jojo, mas tenho certeza de que a melhor maneira de conhecê-la é através desse livro. Estou encantada com as estórias.

    ResponderExcluir
  21. Obrigada pela belíssima resenha, amei. Já sou fã da escritora, e depois desta resenha, fiquei mais ainda. Me parece um romance lindo e delicado. Quero muito ler.

    ResponderExcluir
  22. ainda nao li nada da Jojo mas so tenho lido criticas positivas. adorei a historia e sua resenha. quero muito ter a chance de poder ler esse livro.

    ResponderExcluir
  23. Preciso ler algo dessa autora, agora! haha
    Esse livro não me chama tanto a atenção quanto "Como eu era antes de você", mas ainda assim merece estar na minha lista de desejados. Quanto a capa não tenho nem comentários, simplesmente encantadora!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  24. Depois que li Como Eu Era Antes de Você fiquei louca pelos livros dessa autora.
    Pretendo ter não só esse mas os outros lançados no Brasil também, achei a capa desse linda e pelas resenhas que li também deve ser bem emocionante.

    ResponderExcluir
  25. Nossa, parece ser emocionante mesmo. Eu sempre fico chocada com histórias sobre guerra, mas nunca me canso de ler...
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Esse romances que se passam na época de guerra são sempre tão tristes mas sempre atraem minha atenção! Eu começo a ler com receio de me apegar demais aos personagens e acontecer uma tragédia na história mas quando vejo, já estou mergulhada na leitura! O último desse tema, e que não fugiu dessa descrição, foi 'O Pacifista', gostei muito!
    'A garota que você deixou para trás' não poderia ficar de fora da minha lista de desejados. ;)

    ResponderExcluir
  27. Gosto muito de romances desses periodos, cheios de sofrimentos, mas também de esperanças. Acabei de ler A chave de Sarah, que amei e que de certa forma é meio semelhante. Esse livro já está em minha lista de desejados. As historias de Jojo M. parecem ser mesmo tocantes. Bjksss

    ResponderExcluir
  28. Mal posso esperar para ler esse livro. Conheci a Jojo pelo livro Como eu era antes de você e simplesmente me apaixonei!

    ResponderExcluir
  29. Vi que a narrativa dele parece com o outro livro dela, A Última Carta de Amor, histórias da época de Hitler são sempre profundas demais!

    ResponderExcluir
  30. O primeiro que li da autora foi: "Como eu era antes de você" e a pouco tempo "A garota que você deixou para trás", estou me sentindo completamente vazia, não tem um unico livro que me preencha da maneira que ela preencheu. A cada pagina era um suspiro (literalmente), e o mais engraçado é ela utilizar com tanta sutileza dando ao mesmo tempo uma lição de vida, de amor, de sonhos e esperanças. De verdade, já li muitos livros, mas ela é sensacional em todos os aspectos!

    ResponderExcluir