Resenha:Vida após a morte - Damien Echols

30.6.13

Sinopse:

Aos dezoito anos, Damien Echols foi apontado como líder de um grupo satanista e principal responsável pelo assassinato de três garotos de oito anos em West Memphis, no Arkansas. Após um julgamento marcado por falsos testemunhos, provas manipuladas e histeria pública, em 1994 seus amigos Jason Baldwin e Jessie Misskelley foram condenados à prisão perpétua, e Damien foi enviado ao corredor da morte, onde aguardaria sua execução. As irregularidades gritantes no desenrolar do processo, bem como a apatia dos advogados de defesa, chegaram ao conhecimento do público dois anos depois, quando a história conquistou repercussão mundial através de um documentário. Nos anos seguintes, foram produzidos outros três documentários sobre o caso e a causa foi abraçada por celebridades de Hollywood, que se empenharam vigorosamente para que a justiça fosse feita, o que culminou com a libertação do trio de West Memphis em 2011.




Em Vida após a morte conheceremos a história de Damien Echols, que foi condenado aos 18 anos por assassinatos que ele não cometeu.

Damien inicia narrando sua sofrida infância em West Memphi onde tinha uma família nada equilibrada com uma irmã que sofreu abuso, uma mãe distante e um padrasto de dar asco em qualquer um! Ele era um jovem que curtia Rock, Skate e vestia-se de preto constantemente, sendo visto como um esquisito.

Damien foi condenado por assassinatos em 1984 após um julgamento marcado por testemunhos falsos e um povo alucinado clamando por justiça. Provas foram plantadas ou manipuladas para que parecesse que o trio realmente havia cometido o assassinato. 

Nos relatos de Echols pude perceber como ele se sentia, pois sua narrativa nos conta com riqueza de sentimentos e detalhes o que passou nos anos em que esteve no corredor da morte!

Essa é uma história verídica e chocante, que deixará o leitor boquiaberto e se perguntando quantas pessoas estão no corredor da morte injustamente. Quantas pessoas são simplesmente executadas sem realmente terem feito nada? Será que é correto o homem determinar a morte de alguém através de seus próprios julgamentos que muitas vezes podem ser falhos e dúbios?
 
Uma história triste, que poucos conseguiriam suportar e se reerguer. Damien é uma pessoa muito forte e admirável. Não tinha ouvido falar nele até ter esse livro em mãos, apesar de hoje saber, através de pesquisa que o caso teve repercussão mundial através de um documentário. Várias celebridades ficaram indignadas com o caso de Damien e através de suas possibilidades buscaram ajudar Damien e seus amigos.

Sou grande fã de Johnny Depp e ele foi uma das celebridades que ajudaram financeiramente na defesa de Damien, como se colocou diante o público pedindo a liberação de Damien, acreditando piamente em sua inocência, mediante tantas incoerências apresentadas como provas!

Damien encontrou esperança através de pessoas que acreditaram nele, bem como sua esposa, que após assistir o documentário a respeito da condeção injusta passou a corresponder-se com ele e se casaram através de uma cerimônia na penitenciária.

Em vários momentos me vi espantada com tudo que lhe aconteceu e se hoje ele estivesse diante de mim, certamente lhe daria um forte abraço com lágrimas nos olhos!

Eu recomendo o livro com certeza, pois o mesmo nos faz refletir em como vemos o mundo, como julgamos as pessoas, como levamos nossas vidas!


Esse livro me fez ter um pouco mais de fé nas pessoas e perceber que não devemos julgar as pessoas severamente, mesmo que tudo aponte para essas pessoas.. As vezes podemos nos surpreender e cometer injustiças irreparáveis!
 

Resenha Nacional: "Apanhando Amoras" - Valdir O. Ferreira

27.6.13

Sinopse:



Clarisse, uma jovem sem maldade, aos 16 anos se apaixona profunda e prematuramente por Marcelo, um moço da cidade e, por puro capricho, decide seduzi-la. Eduardo, um psiquiatra angustiado por conflitos profissionais e conjugais, será uma peça importante no desenlace da estória de Clarisse mesmo sem conhecê-la. Atormentado por visões e sonhos onde vê a jovem com um bebê, tentando se jogar de uma ponte... Acredita conseguir mudar o destino de Clarice, empreendendo uma jornada em busca de informações sobre sua real existência, ao mesmo tempo em que tenta dar sentido a sua própria vida. Até que ponto a estória de Clarisse é real para Eduardo? Conseguirá ele salvá-la de seu destino ou tudo não passa de um simples pesadelo?




Minha opinião - Quando iniciei a leitura de "Apanhando amoras" do autor Valdir O. Ferreira não sabia muito bem o que esperar. A sinopse é intrigante e após começar a conhecer Clarisse, ficou impossível largar o livro até chegar ao final. Clarisse é uma jovem de 16 anos que mora em uma cidadezinha chamada Ponte Nova, com sua mãe Jandira, seu padrasto Amador e seus irmãos. Seu padrasto é um homem rude, que tem a sua palavra como lei. E quando Clarisse se apaixona por Marcelo, caindo na lábia dele, acaba se tornando motivo de chacota na cidade e desgosto de seu padrasto. 


"Nem o desabrochar da mais bela flor é tão belo como você!" (p. 19)

Com a situação doméstica ruim, Clarisse vai procurar seu pai, Toninho, que a abandonou quando pequena. E essa viagem mudará completamente a sua vida.... A pureza de Clarisse é motivo de cobiça de diversas pessoas, que acabam magoando-a profundamente, adicionando uma carga emocional terrível a alguém tão jovem. Mas nem todas as pessoas que cruzam seu caminho tentam lhe fazer mal. Outras tentam lhe trazer conforto, amizade e amor, como seu João do táxi, Maria do Carmo e o Arnaldo.

Eduardo é casado com Dora e pai de Christine, e após um episódio marcante em sua vida, está tendo problemas pessoais. 



"Fez-se um silêncio que me incomodou e me fez pensar no quanto o homem cria para si seus próprios infortúnios e o quanto ele se enreda numa espécie de teia, e preso nas artimanhas do que ele próprio criou, faculta à fatalidade a sua má sorte, quando, na verdade, é ele próprio o artífice de seu sofrimento". (p.11) 

O livro começa pelo fim. A ponte. Dois desconhecidos que tem um impacto na vida um do outro. Uma vida cheia de angústias. Onde a inocência perdida levou Clarisse a um caminho sem volta. Aí nós temos Eduardo. Um homem que vive lutando com os seus próprios demônios, inseguranças e questionamentos. E se? E se ele tivesse se dedicado mais? E se ele tivesse insistido mais para que Paulo Henrique desabafasse? E se o que Paulo Henrique escondia mudasse a vida de Eduardo? São essas e tantas outras questões que o livro relato, que ficamos sem fôlego ao avançar nas páginas. 
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora está de parabéns. Encontrei apenas uns dois errinhos de digitação que não atrapalharam em nada a leitura. O início de cada capítulo possuí um lindo detalhe e no final das páginas, onde constam os números das páginas, temos a imagem de uma pequena ponte. A capa combina perfeitamente com a trama.
Uma trama delicada, repleta de lições marcantes e personagens apaixonantes. 

Edição: 1
Editora: MODO EDITORA
ISBN: 9788565588249
Ano: 2012
Páginas: 280
Skoob: aqui
Avaliação: 4.

Resenha | O Futuro de nós Dois - Jay Asher & Carolyn Mackler

25.6.13


É 1996, e menos da metade dos alunos das escolas de ensino médio nos Estados Unidos já tinham usado a internet. Emma acaba de ganhar o primeiro computador e um CD-ROM da America Online de Josh, seu melhor amigo. E ao instalar o programa, logo no primeiro acesso, descobrem que acabam de entrar no Facebook, dali a quinze anos. Todos se perguntam como será o futuro. Josh e Emma estão prestes a descobrir...
Editora: Galera Record
Ano: 2013
Páginas: 384
Tradutor: Ana Ban
Avaliação: 4

O ano é 1996 e menos da metade dos alunos das escolas de ensino médio já tinham usado a internet. E imagina ter um PC só para você? Emma acaba ganhando seu primeiro computador de seu pai e um CD-ROM AOL de seu melhor amigo Josh.
O que Emma não imagina é que ao instalar o programa, logo em seu primeiro acesso, ela seria conduzida ao FACEBOOK, dali quinze anos.

1996 é um ano espetacular, em especial para mim que era adolescente nessa época: inicio do meu ensino médio, primeiros amores, amigos, festinhas, boy bands... Ai, ai que saudade dessa época! Imagina se eu tivesse acesso ao FACEBOOK naquela altura da minha vida? Haha, não queria outra coisa a não ser ficar navegando e verificar o que meu EU futuro estaria fazendo... Pois bem, foi exatamente o que aconteceu a Emma, ao descobrir o site. Sua primeira reação foi ficar assustada, por isso mesmo procurou por Josh, seu melhor amigo de uma vida e que há meses estavam afastados. Ambos, ao começarem a navegar na pagina, acharam que era uma brincadeira de um colega de classe, mas só ao perceberem que suas atitudes, sendo elas positivas ou não, refletiam em seu futuro, eles caíram na real. A página existe e o que estamos vendo é o nosso futuro.

Foi ai que Emma resolveu mudá-la ao perceber que não estava feliz com suas escolhas e conquistas. O problema era que tudo, absolutamente tudo que se modificava no decorrer do dia era respingado no futuro. Emma e Josh começaram uma verdadeira luta: um para mudar o que não estava lhes fazendo feliz e o outro, exatamente o contrário, lutava para ter aquele futuro que lhe pareceu tão feliz.

O que se percebe no livro é o quão a tecnologia e as redes sociais lhe deixam dependente, você vive por eles. Você acha que eu estou exagerando? Então veremos: me diga quanto tempo você é capaz de ficar sem seu celular ou sem acessar sua pagina no “face”? Qual a primeira coisa que você faz ao "logar" em seu computador? Qual o primeiro objeto que você pega ao acordar? Esses são os pequenos exemplos que temos ao perceber que somos totalmente dependentes da tecnologia e das redes sociais.

E é claro que isso não seria diferente com Emma e Josh, principalmente se você tivesse a oportunidade de saber como seria seu futuro e que poderia mudá-lo para tentar ser feliz. Se eles foram felizes ao final do livro só o futuro dirá, mas a mensagem que ficou clara para mim é que deixemos de viver mais online e passemos a viver mais off-line aproveitando as pequenas oportunidades que a vida nos oferece e que rede social e tecnologia nenhuma poderão viver por nós.

Boa Leitura!

Resenha:Garota Exemplar - Gillian Flynn

24.6.13



Sinopse:

Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo – o maior sucesso editorial do ano, atrás apenas da Trilogia Cinquenta tons de cinza –, "Garota Exemplar" alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?


Esse definitivamente foi um dos melhores thrillers psicológicos que eu já li. Gillian Flynn entrou para o hall dos meus autores preferidos com toda sua desenvoltura em relatar o dia a dia do casamento aparentemente comum e feliz, mas que aos poucos foi se revelando perturbador e destrutivo.

Em Garota Exemplar teremos acesso aos bastidores da mente do ser humano em um cotidiano teoricamente comum que é o casamento. Conheceremos o casal Amy e Nick
Ela uma mulher extremamente inteligente, bonita e bem articulada que foi inspiração para uma série de livros escritos por seus pais (psicólogos) - "Amy Exemplar" - os livros foram sucesso por muitos anos e utilizados até mesmo em escolas, pois eles retratam como uma garota deve se comportar e que decisões tomar mediante situações diversas. Ele, um cara comum, vindo de uma família humilde, com um pai ausente em termos de exemplo e amor, uma mãe extremamente carinhosa ao ponto de ser omissa mimando demais seu filho e uma irmã gêmea que também o ama incondicionalmente e o paparica.

Amy e Nick aparentemente vivem um casamento feliz. Amy é o tipo mulher descolada que não incomoda o marido com as bobagens femininas. Nick é um cara descontraído que gosta de se sentir livre e ama sua esposa e a forma como se relacionam. Eles são o típico casal apaixonado, até não serem mais. Os problemas vão surgindo, pois Amy não consegue ser a garota descolada por muito tempo e passa a exigir de Nick mesmo que internamente, com isso aos poucos vai crescendo uma grande insatisfação por sua parte. 
Ambos em dado momento perdem o emprego e as coisas vão se complicar ainda mais quando Nick anuncia que irão embora de Nova York e irão morar na cidade onde Nick cresceu, pois precisa partilhar com sua irmã Go a responsabilidade de cuidar da mãe com câncer e do pai que sofre de Alzheimer. Amy, mesmo insatisfeita se muda e sempre com expectativas na cabeça, de como Nick deveria agir para com ela.

Com a perda do emprego, Nick demonstra ser um cara insatisfeito com a vida que leva; frustrado, sem perspectiva e que culpa Amy por todo o seu fracasso!

Amy desaparece e a culpa recai sobre Nick, pois o mesmo não demonstra qualquer exasperação pelo sumiço de sua amada esposa, chegando a se comportar de forma bizarra em alguns momentos.

Iremos pouco a pouco conhecer a verdadeira face dos personagens após o desaparecimento de Amy, pois teremos o ponto de vista de Nick que sempre demonstra sua insatisfação com relação a sua vida e seu casamento e sempre colocando Amy como culpada em tudo e o de Amy, relata seu ponto de vista através de um diário encontrado pela policia onde ela relata seu sofrimento com relação a ser uma esposa dedicada, amável e compreensiva para com um marido abusivo, grosso, indiferente e até mesmo assustador!

Todo o enredo gira em torno desse desaparecimento ocorrido no dia do quinto aniversário de casamento do casal. O desaparecimento de Amy torna-se algo viral, sendo sua história transmitida na TV, internet e demais mídias.. E aos poucos Nick vai se revelando como principal e único suspeito.
O que será que aconteceu com Amy? Onde está o corpo? Será que ela está viva? Será que Nick é o culpado pelo desaparecimento de sua esposa?
Essas e muitas outras perguntas serão desvendadas aos poucos e acredite, o leitor ficará de cara com os acontecimentos!

Amy tornou-se minha personagem feminina favorita de thrillers psicológicos, desbancando a "beleza mortal" da série de Chelsea Caim. 
Ela é complexa, inteligente.. Excepcional! 

O final de Garota Exemplar foi ainda mais perturbador do que todas as revelações ao longo dessa história tão bem elaborada e envolvente. 
As perguntas normais que nos fazemos.. Será que ele gosta de mim? O que será que ele está pensando e até mesmo o sentido de relacionar-se em um casamento nunca mais terão a mesma banalidade após essa leitura! 

Extremamente perturbador, envolvente, perverso e prazeroso são as definições que tenho para Garota Exemplar!

Leiam e deliciem-se com um livro realmente inteligente e que não te permitirá parar até que tenha chegado ao final!




ISBN:9788580572902
Livro:Garota Exemplar
Autor (a):Gillian Flynn
Editora:Intrínseca
Tradutor:
Alexandre Martins
Ano:2013
Edição:1
Páginas:448
Avaliação: 5 S2

Lançamentos de junho - parte 2


EDITORA NOVO CONCEITO




No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos. O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração. E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal. Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós.


Cassie Madison fugiu de Walton, Geórgia, para Nova York quando soube que sua irmã, Harriet, e seu amor, Joe, tinham-na traído e iam se casar. Ao chegar em Manhattan, sua ideia era se reinventar, mergulhar de cabeça na carreira e até mesmo perder o sotaque provinciano. Tudo para apagar seu passado marcado pela traição e por uma família que não lhe tratara com o devido cuidado. Mas, numa noite, um único telefonema de sua irmã trouxe de volta tudo que ela pretendia esquecer. Com o pai muito doente, ela foi obrigada a fazer a viagem de volta e, enquanto arrumava as malas, seus maiores medos eram que o pai morresse sem que ela pudesse estar com ele e... encontrar a família feliz que Harriet e Joe tinham construído. Já em Walton, Cassie percebe que enfrentará uma imensa batalha particular, porque, afinal, ela não consegue deixar de amar seus sobrinhos — e nem deixar de se sentir em casa, naquela cidadezinha de sua infância. Enquanto se divide entre o rancor e a esperança, velhas e queridas lembranças e uma mágoa insustentável, o destino arrumaria uma forma de aproximá-la do que realmente importa: o verdadeiro amor.






Milhares de pessoas já conhecem o rosto sorridente e a mensagem revigorante de Nick Vujicic, o coach motivacional que é, ele mesmo, uma motivação para todo o mundo. Apesar de ter nascido sem braços nem pernas, Vujicic não deixou de desfrutar de grandes aventuras, desenvolver uma carreira excepcionalmente compensadora e viver significativos relacionamentos amorosos. Nick Vujicic consegue superar as provações e dificuldades de sua vida ao concentrar-se na certeza de que nasceu com um propósito único e relevante. E não importa o quanto tudo pareça, às vezes, desesperador e difícil, Nick continua a acreditar, porque ele sabe: seu poder é desencadeado quando a fé entra em ação. E esta experiência de fé, esta certeza de que a dificuldade está aí para ser superada, pode ser conquistada por qualquer pessoa que realmente queira ter uma vida inacreditavelmente maravilhosa. As adversidades do mundo moderno como: problemas de relacionamento; desafios da carreira e do trabalho; preocupações com a saúde; pensamentos autodestrutivos e vícios; bullying e intolerância são infortúnios que podem ser descartados. É realmente possível conquistar o desejado equilíbrio entre corpo e mente; coração e espírito. Mas esta é uma conquista que demanda know-how;um conhecimento que Nick Vujicic tem de sobra — e está disposto a compartilhar.



Chris Astor é um homem de seus quarenta e poucos anos que está passando pelo mais difícil trecho de sua vida. Ele tem uma filha, Becky, de 14 anos, que já passou imensas dificuldades até chegar a se tornar uma moça vibrante e alegre, mas que parece que terá que enfrentar mais um grande problema em sua vida. Quando Becky era pequena e teve câncer, Chris e ela inventaram um conto de fadas, uma fantasia infantil que adquiriu vida e tornou-se um terrível, provavelmente fatal, problema. Agora, Chris, Becky e Miea (a jovem rainha da fantasia criada por pai e filha) terão que desvendar um segredo: o segredo de por que seus mundos de fantasia e realidade se juntaram neste momento. O segredo para o propósito disso tudo. O segredo para o futuro. É um segredo que, se descoberto, irá redefinir a mente de todos eles.A menina que semeava é um romance de esforço e esperança, invenção e redescoberta. Ele pode muito bem levá-lo a algum lugar que você nunca imaginou que existisse. Uma fantasia que trabalha assuntos densos como a separação dos pais, oncologia infantil, separação de filha e pai, adolescência. A menina que semeava não é um livro sobre adolescentes comuns. É sobre uma que se deparou prematuramente com a ameaça do fim e teve de tentar aprender a lidar com ele.




Os apaixonados, Tristan, o anjo, e Ivy, a mortal, finalmente conseguem se tocar. Isto só pode acontecer porque Tristan ocupou um corpo, o corpo de Luke. Mas Luke era procurado pela polícia — que não sabe que ele está morto e continua a persegui-lo. Portanto, Tristan torna-se, sem querer, um alvo da polícia. Da polícia e do verdadeiro criminoso, a quem não interessa ver Luke vivo. É preciso dar fim a esta perseguição. O casal precisa esclarecer rapidamente toda a confusão em que Luke se meteu. Mas, ao conviver com pessoas perigosas e chantagistas — e insistir em fazer o que for para ficar perto de Ivy —, o anjo aproxima-se das coisas ruins que podem levá-lo a fraquejar e perecer, especialmente agora, que ele é um anjo caído. Por causa de Ivy, Tristan vem se aproximando cada vez mais das forças mundanas e das trevas — e de Gregory também. Por outro lado, Gregory vem aumentando seu poder, especialmente depois que possuiu o corpo de Beth. E esse desequilíbrio de forças pode acabar em uma triunfante vitória do mal. A não ser que Ivy tome a frente dessa batalha...





A Garota do Penhasco é um romance que enreda o leitor através de vários fios: a história de Grania Ryan e sua querida Aurora Devonshire, a garota do penhasco, nos fala sobre mudança de vida. A história das famílias Ryan e Lisle é um lindo conto sobre um século de mal-entendidos e rancor entre inimigos que se acreditam enganados por falcatruas financeiras. O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza. Mas, sobretudo, A Garota do Penhasco é um livro que mostra como é possível encontrar uma finalidade, um propósito, quando todas as esperanças parecem perdidas. “De ritmo tenso e original, este é um romance envolvente sobre recuperação, resgate, novas oportunidades e amor perdido.” -- Booklist




Evie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é, e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, ela logo começa a “melhorar” seu currículo. E consegue um ótimo emprego: acompanhar turistas por toda Paris. Agora é só uma questão de se firmar como profissional demonstrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos... E seu tutor, Rob, é bonito demais! O primeiro romance de Molly Hopkins é um livro que todo mundo gostaria de ler. É verdade que você pode se incomodar com o comportamento de Evie quando ela descobre que Rob é muito rico, e pode até ser que você ache que Rob é exageradamente controlador. Mas nada é maior que as gargalhadas que você dará quanto mais conhecer a garota descomedida, apaixonada e com um imenso coração que é Evie. Uma moça como muitas que conhecemos.




SUMA DAS LETRAS





Em “O vento pela fechadura”, Stephen King retorna ao Mundo Médio, cenário da “A Torre Negra”. O novo livro encaixa mais uma peça no vasto quebra- cabeças que cerca a saga, oferecendo lendas e histórias fantásticas de Gilead, ao mesmo tempo em que investiga o passado doloroso do pistoleiro Roland Deschain. No meio do caminho entre o Palácio Verde e Calla, o pistoleiro Roland Deschain e seu ka-tet — Jake, Susannah, Eddie e Oi, o trapalhão — são obrigados a acampar numa cidade fantasma. Caso contrário, seriam congelados com a chegada súbita e mortal de uma borrasca, tempestade única ao Mundo Médio. Para afastar o tédio da espera, Roland distrai o grupo com uma história de seu passado. Porém, no centro dessa lembrança, o jovem Roland, do passado, também narra uma fábula de sua infância, registrada em seu livro favorito: “O vento pela fechadura”. A lenda do menino Tim e suas aventuras em busca do mago Merlyn acabam revelando muitas verdades sobre Gilead, o Mundo Médio e o Pistoleiro.



Num e-mail enviado por engano, começa um relacionamento virtual que testa as convicções de Leo Leike e Emmi Rothner. Leo Leike, ainda digerindo o fracasso de seu último relacionamento, responde de forma espirituosa a duas mensagens enviadas por engano por Emmi Rothner, casada. Inicialmente, ela só queria cancelar uma assinatura de revista. Depois, inclui Leo por engano entre os destinatários de um e-mail de boas festas. Na terceira troca de e-mails, o mal-entendido dá lugar à atração mútua, reforçada pelo fato de um nunca ter visto o outro. Nada como a curiosidade instigada por frases bem encadeadas chegando a intervalos regulares numa caixa postal eletrônica para que os dois se esqueçam dos possíveis impedimentos. A cada dia, Leo e Emmi se sentem mais impelidos a marcarem um encontro. Após trocas contínuas de mensagens, está claro para ambos que o marido dela e as feridas emocionais dele não serão obstáculos para que marquem um encontro. O único obstáculo real é a insegurança de ambos quanto à transformação da fantasia em realidade. O austríaco Daniel Glattauer dá nova vida à tradição epistolar em @mor, primeiro de dois romances que exploram um relacionamento sustentado basicamente em trocas de e-mails. Romance de estreia de Glattauer e campeão de vendas na Alemanha e na Espanha, o livro explora, sob roupagem moderna, sentimentos familiares a amantes de todas as gerações.




Em @mor, o escritor e jornalista austríaco Daniel Glattauer se utiliza dos princípios dos romances epistolares – trocas de cartas – com uma roupagem contemporânea: o contato virtual. Ao contar a fortuita atração mútua entre os jovens Leo Leike e Emmi Rothner por meio de conversas por e-mails e os sentimentos que desenvolvem um pelo outro, o autor utiliza pontos de vista alternados para contar uma inusitada história de amor.
Emmi & Leo: a sétima onda é a sequência dessa história tão intrigante quanto inusitada e que surgiu por erro de endereçamento no envio de um email. Na atual etapa, Leo Leike retorna de Boston após uma longa ausência, e é recebido por uma caixa de emails lotada de notícias de Emmi Rothner. O sentimento dos dois não mudou, e eles reiniciam a troca de mensagens. Só que agora Leo está namorando a americana Pamela, e Emmi continua casada. A orgulhosa Emmi e o tímido Leo nunca estiveram tão próximos, e ao mesmo tempo tão distantes.
Daniel Glattauer reconquista os leitores e a crítica internacional com seu peculiar olhar sobre as relações amorosas dos tempos atuais. A prova do fenômeno editorial da dupla de romances: @mor e Emmi & Leo foram traduzidos para quarenta idiomas e tiveram 64 montagens teatrais na Alemanha e Áustria.


Ben e Sheere são irmãos gêmeos cujos caminhos se separaram logo após o nascimento: ele passou a infância num orfanato, enquanto ela seguiu uma vida errante junto à avó, Aryami Bosé. Os dois se reencontram quando estão prestes a completar 16 anos. Junto com o grupo Chowbar Society, formado por Ben e outros seis órfãos e que se reúnem no Palácio da Meia-Noite, Ben e Sheere embarcam numa arriscada investigação para solucionar o mistério de sua trágica história. Uma idosa lhes fala do passado: um terrível acidente numa estação ferroviária, um pássaro de fogo e a maldição que ameaça destruí-los. Os meninos acabam chegando até as ruínas da velha estação ferroviária de Jheeter’s Gate, onde enfrentam o temível pássaro. Cada um deles será marcado pela maior aventura de sua vida. Publicado originalmente em 1994, O Palácio da Meia-Noite – segundo romance do fenômeno espanhol Carlos Ruiz Zafón – traz uma narrativa repleta de fantasia e mistério sobre coragem e amizade. 




GALERA RECORD


Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra... Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio.





Black John está mais perto do que nunca. Depois de ter sua energia libertada do crânio de cristal e de retornar do mundo dos mortos, tudo que mais deseja é reunir o coven de bruxos e bruxas que há muitas décadas lhe foi prometido. Para isso, tomou a forma humana e prepara-se para lutar e vencer. Seja matando as pessoas ou subjugando os mais fracos graças ao seu poder psíquico. Para impedi-lo, o círculo precisa encontrar uma fonte de poder tão grandiosa quanto a de seu inimigo. Talvez a própria Cassie seja a solução. 




Se tivesse a oportunidade, que adolescente de 16 anos não mergulharia de cabeça na chance de ir morar com um amigo e viver sem os pais? Nesta engraçadíssima história, Sarah Mlynowski investiga o coração e a mente de uma garota que está, pela primeira vez, por conta própria. Para chegar ao fim do ano, ela precisará fazer malabarismos com um triângulo amoroso, aprender a lavar roupa e aceitar que seu mundinho pode estar prestes a ser detonado… por cada coisa que não deveria ter feito.








Cuidado! Segredos perigosos situam-se entre as páginas deste livro. Ok, eu avisei. Mas se você acha que vou te dar algo de qualquer forma ou que esta é a sequência do meu primeiro empreendimento literário você está errado. Eu não vou lembrá-lo de como nos vimos nossos heróis por último, Cass e Max-Ernest, enquanto aguardavam a iniciação na misteriosa Sociedade Terces, ou a luta constante contra o maléfico Doutor L e Ms. Mauvais. Eu certamente não vou lhe dizer sobre a forma como as crianças se depararam com o Museu da Magia, onde eles finalmente conhecem o incrível Pietro. Oh! Ops... Eu fiz isso de novo. Bem, pelo menos eu não te disse sobre o desaparecimento da Sinfonia dos Cheiros, o nefasto Senhor Faraó, ou a misteriosa criatura nascida em uma garafa de mais de 500 anos atrás, a chave para o maior segredo de todos. Eu realmente não posso me ajudar, ou posso? Vamos ser claros, afinal se você está lendo este livro é tarde demais...

O Gigante acordou e o Povo quer melhorias!

22.6.13



Boa tarde leitores, hoje a equipe do Mix se reuniu para falarmos sobre as manifestações que vem ocorrendo em todo o território nacional e ganhando corpo a cada dia! 

O gigante acordou! É isso que tenho ouvido nas últimas semanas, durante essa onda de protestos que estamos vivendo. O maior país da América do Sul, que viveu submetido à corrupção desde a sua “tomada” pelos portugueses, finalmente abriu os olhos e descobriu a força que tem. Aquela velha frase: “O povo unido jamais será vencido” finalmente foi posta e prática e milhares de pessoas estão saindo às ruas para expor a indignação diante de tanta roubalheira. Finalmente o povo descobriu o que pode fazer e se uniu em prol de justiça.

O que começou com protestos pelo aumento das tarifas das passagens, acabou se transformando em um estopim para uma bomba que já estava armada a anos. E agora? O que fazer? Vamos protestar? Acho que o povo tem todo o direito de expor a sua indignação e protestar contra os desmandos desses governantes corruptos, displicentes e omissos. A democracia permite ao povo o direito de protestar sim! 

Não somos representados por essa minoria de vândalos e ladrões, que estão destruindo o patrimônio público e desvirtuando o intuito do movimento. Essas pessoas são ladrões, assim como aqueles que desviam o dinheiro público destinado à educação, saúde, saneamento básico e segurança, e devem receber o tratamento adequado. 


É a primeira vez que vemos o povo não se focar no futebol e na seleção brasileira, quando ocorre um evento de tal importância, principalmente sendo em nosso próprio país. Acreditávamos que a velha soberania e o orgulho por esse esporte seria capaz de aplacar a fúria dos brasileiros. Mas o fenômeno incrível que vemos é o povo contra todos os gastos absurdos com a Copa e etc. enquanto muitos estão morrendo de fome; enquanto tantos outros estão nas ruas se drogando, enquanto jovens estão sem educação de qualidade, enquanto estamos morrendo por falta de qualidade e atendimento adequado na saúde!
Os gastos absurdos para fazer uma copa do mundo, assim como os desvios de verbas, deixaram o brasileiro desgostoso com o evento e deixando claro que não são a favor desses gastos.Hoje o que temos não é mais o suficiente. Acabou! Não queremos mais “pão e circo”. Queremos investimentos nas áreas que realmente são importantes!

A taxa tributária no país é alta demais e não temos retorno. O governo quer fazer bonito para os estrangeiros, quando o seu povo sofre doente e sem uma educação adequada. Os professores, médicos, policiais, bombeiros e a maioria dos profissionais que deveriam ter um salário digno, não recebem o valor devido. Ai perguntamos: Que país é esse? O país do "apenas" futebol? Esse é o país da roubalheira, da corrupção e da impunidade, mas principalmente de um povo que anseia e exige mudanças.

#vempraruavem #ogiganteacordou #semviolência Abrace essa ideia, pois o Brasil precisa de cada um de nós, pois juntos somos mais fortes!  

Vamos mostrar um pouco do que temos visto na internet e pessoalmente


Rio de Janeiro:


Somos completamente a favor das manifestações, pois nós também não aguentamos mais corrupção e tanta roubalheira. O custo de vida está cada vez mais alto, enquanto o povo continua ganhando uma miséria que mal dá para comer, dirá pagar todas as contas e investir como gostaríamos em educação, já que temos uma grande deficiência nessa área, bem como na saúde, na segurança pública, no transporte.. São tantas deficiências, que realmente já era o momento de nos unirmos contra esse governo que só nos rouba e nos omite. Um país com um potencial sem tamanho que vem sendo saqueado pelos nossos governantes..Isso precisa parar! Somos a geração Coca-cola sim, somos das redes sociais, somos da blogosfera literária, somos cidadãos como todos vocês e estamos insatisfeitas com o rumo que o Brasil vem tomando!

#oGiganteAcordou #vempraruavem #semviolência 

Karini Couto E Glaucia Santos - Rio de Janeiro


São Paulo: 



Tem coisa mais bonita de se ver do que dezenas, centenas, milhares de pessoas desconhecidas juntarem-se de forma pacífica para defender seu ponto de vista? Ser parte  de um trechinho da história do nosso país me deixa tão orgulhosa. Ver que os brasileiros cansaram de esperar pelas mudanças e foram as ruas mostrar a sua indignação deixa claro para os nossos governantes que não vamos tolerar mais sermos feitos de bobos. Será que estamos pedindo tanto assim? Saúde, educação, salários melhores, segurança. Todos quesitos básicos para uma vida plena. É tão difícil entender que estamos saturados da corrupção, do dinheiro dos nossos impostos serem desviados?
Que a manifestação continue até que os nossos representantes entendam e atendam as nossas solicitações. De modo pacífico, sem violência, sem vandalismo.

Manifestação aqui em Santos - SP.

Carolina Durães - Santos/SP


Fortaleza:



Estamos felizes e orgulhosas de fazer parte desses jovens que nada mais buscam que um pais justo para todos, com uma saúde digna, uma educação melhor, segurança para que possamos passear com nossos filhos e sair para trabalhar com a certeza de que estaremos de volta à  noite. Isso é o que todos querem, viver em um país onde seus impostos são investido no que você realmente precisa. 

#ogiganteacordou #vemprarua #semviolêcia #empaz

Patrícia E Nice - Fortaleza

Outras Cidades: 




Já que “acordamos” e decidimos fazer algo, vamos então colocar em prática não somente com protestos. Precisamos de ações de cidadania, também. É importante respeitar as leis, o próximo, pagar os impostos em dia, não usar o velho jeitinho brasileiro para tirar vantagem sobre os outros. Se é para mudar, comecemos a mudança por nós mesmos, com pequenas ações que parecem insignificantes, mas que fazem a diferença - como não jogar lixo na rua, não furar filas, não fazer gato para pagar menos a conta de luz -, ou seja, não cometer pequenas infrações que parecem insignificantes, mas que fazem a diferença.
 
Agora.. A grande mudança começa nas urnas, gente! O povo não sabe votar e muitos vendem seus votos a preço de banana. Vamos demonstrar a nossa força nas próximas eleições. A democracia nos permite isso, então que façamos a diferença e mostremos a eles como estamos cansados. AGORA É A HORA DE VOCÊ DEMONSTRAR QUE É BRASILEIRO E NÃO DESISTE DA LUTA... Nós do Mix somos brasileiros e não desistimos Nunca! Queremos um país melhor para os nossos filhos e nossos netos. Chegou a hora da mudança!!
 
Precisamos de uma liderança organizada para esse movimento e por em pauta projetos PALPÁVEIS. Não adianta sair para protestar por livros mais baratos ou coisas que não terão significância nesse momento. Se a Dilma se propôs a receber os líderes, então que se coloque no papel projetos para mudanças e vamos a luta! Sair para protestar sem ao menos ter um foco não adianta. Agora o país inteiro protesta por tudo, mas isso acabará sendo em vão se não houver organização.
 
Nós do Mix literário somos a favor da democracia, do protesto civilizado e pacifico! Deixamos claro que não somos representados por vândalos, baderneiros, ladrões e muito menos partidos!. Queremos um país melhor e apoiamos o movimento pelas mudanças!

A rua é a maior arquibancada do Brasil! 

O texto é de autoria da Equipe Mix Literário e as imagens foram retiradas da internet!

Novo Resultado || "No Limite da Atração"

20.6.13

Bom dia queridos,

Como a ganhadora do sorteio de "No Limite da Atração" não fez contato no prazo enviando os dados de postagem, fizemos um novo sorteio.


O novo ganhador foi:
  


Parabéns Cris Aragão!!!

Você terá 72 horas para nos encaminhar os seus dados para o e-mail: mixliterario@gmail.com ou patriciacc@gmail.com. Caso não encaminhe neste prazo será feito um novo sorteio. 

Lembrando que o envio do livro é de responsabilidade da Editora.

Até próxima!!!


© MIX LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por