Resenha: "Lágrima" - Teardrop - Lauren Kate


Depois de perder a mãe em um acidente no mar, Eureka acha que nunca mais voltará a sorrir. E a promessa que fez à mãe – a de nunca mais chorar – se torna quase impossível… até conhecer Ander. Louro, alto e de pele muito branca, o rapaz parece estar em todos os lugares e saber coisas que não deveria sobre Eureka. Inclusive um estranho segredo relacionado às suas lágrimas e aos três artefatos que herdou da mãe: uma carta, uma pedra e um misterioso livro que conta a história de uma menina com o coração partido. Ela chorou tanto que deixou debaixo d´água um continente inteiro. Logo Eureka vai descobrir que a antiga lenda é mais que uma história, que Ander pode estar dizendo a verdade e que sua vida pode ter um curso mais sombrio do que ela imaginou.


Editora: Galera Record
Ano: 2013
Edição: 1
Páginas: 336
Avaliação: 3/5

"Lágrima" é o primeiro livro da nova série da autora Lauren Kate publicado aqui no Brasil. Apesar de ser fã da autora e gostar da escrita dela, esse livro não é um livro fácil de apreciar. Em "Lágrima" a narração ficou um pouco arrastada e em alguns pontos extremamente repetitiva. Esses elementos fizeram com que a leitura se tornasse lenta e um pouco densa. Narrado em terceira pessoa, a trama foca-se quase que completamente em uma personagem. O livro traz como protagonista uma jovem chamada Eureka, que passou por muitas adversidades em sua vida. Eureka tinha tudo para ser uma personagem carismática e ganhar o público de imediato mas não foi o que aconteceu. Como a sinopse explica ela perdeu a sua mãe o que é uma situação simplesmente horrível e é claro que por isso não poderia ser uma personagem alegre e saltitante. O problema é que a tristeza de Eureka torna-se um pouco demais para o leitor, sendo em algumas passagens deprimentes. Sim, ela é determinada e sem frescuras, o tipo de garota prática que não fica babando e suspirando pelos cantos, mas faltou "algo" nela para ser uma personagem incrível. 


"Suicídio. A palavra tinha um ar mais violento do que a tentativa havia sido.... Tentou pensar em algo animador sobre o futuro, mas sua mente só rolava para trás, aos momentos de alegria perdidos que nunca mais poderia ter. Ela não podia viver no passado, então concluiu que não podia viver". (p. 18)

Geralmente quando a protagonista não é cativante, os personagens secundários ganham destaque, tornando a leitura mais leve e divertida.  Seus dois melhores amigos Brooks e Cats são os que se destacam, mas mesmo assim não são extraordinários. Cats é engraçada e divertida, mas em alguns momentos chega a ser egocêntrica (ou sem noção, fica a escolha do leitor) ao não perceber certas situações. Brooks é o típico melhor amigo/ garoto apaixonado, mas é muito calmo, extremamente passivo e sem sal.

Ander, o garoto misterioso, tem potencial em se tornar um personagem muito bom, mas nesse livro ele é apenas ok. O livro tem seus diversos mistérios e uma história complexa que só foi revelada quase que no final do livro. Em termos de criatividade a autora realmente fez um ótimo trabalho, o modo como ela misturou mitologia foi realmente fantástico, mas como no resto do livro, faltou desenvolvimento. Existe a possibilidade de que a continuação seja melhor, caso alguns pontos sejam melhor elaborados. A obra no geral não é ruim, mas não é incrível. 

A trama foca na mitologia, na perda e na tentativa de se seguir em frente. Não há um romance predominante no livro. Sim, existe indícios de que os próximos livros irão trazer grandes dilemas nos assuntos do coração da protagonista, o que é bom pois pode ser trabalhando com calma, ao invés dos romances "miojos" frequentemente encontrados na literatura juvenil.

Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. Foram encontrados alguns errinhos de digitação, mas nada que interferisse na leitura. A capa é extraordinária e sem sombra de dúvida chama a atenção do leitor.

"Ele a observara desde antes de ele ou ela saberem falar. Eles nunca se falaram. Ela era a vida dele. Ele tinha de matá-la". (p. 11)

4 comentários:

  1. Adoro essa autora!!! Gosto muito de temas mitologicos, então esse livro ja esta na minha lista. Pena que a protagonista deixou a desejar, mas vou me arriscar e ler mesmo assim!!!

    Bjsssssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Bom, normalmente quando o primeiro livro da serie não emplaca eu não tento o segundo...
    Pq tudo agora é serie?! Difícil esse povo ser sucinto e botar tudo em um livro só hj em dia, né?! ¬¬
    Q nome foi esse da pobre da protagonista, Eureka?! U oh! kkkkk
    A parte de mitologia chamou minha atenção, acho q arriscaria a leitura por isso.
    A capa esta linda demais. *-*

    ResponderExcluir
  3. eu sou louca pra ler esse livro.. primeiro pq a capa e muuuuuito linda!! esse lilas com azul ficou incrivel!! depois pq adorei a sinopse e sua resenha tbm!! acho louco o nome da menina ser Eureka ( fala serio kkkkkkkkk ) e a outra chorar tanto q inundar um continente... oi?! kkkkkkkk mas toda a mitologia q envolve esse livro chama muito a minha atençao!! quero muito!
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Faz tempo que não leio algum livro que tenha mitologia, e olha que eu gosto. Talvez mate a saudade com o tema lendo este.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir