Resenha || Eva - Anna Carey




Galera Record, 2013, Edição 1ª
A guerra dos sexos está apenas começando... No futuro, uma praga mortal aniquilou a população da terra. Homens e mulheres seguem segregados. Os meninos são mandados para campos de trabalho forçado. As meninas, para Escolas onde aprendem uma profissão chave na reconstrução mundial. Mas as aparências enganam... E Eva está prestes a descobrir que a verdade pode ser muito mais terrível do que o vírus que varreu seu país. Está prestes a descobrir que seu futuro pode ser mais parecido com a da primeira mulher a levar seu nome...




Distopia é um dos gêneros da literatura que me deixa fascinada, por tudo que ele engloba. Cada universo criado por essas mentes brilhantes me deixa ávida por mais dessas histórias.

E com “Eva” não foi diferente; o enredo me chamou atenção de cara, um mundo que foi destruído por uma praga aniquilando praticamente toda a população da terra, deixando os poucos que restaram dividindo homens e mulheres, elas em Escolas do governo sendo educadas, onde aprendem uma profissão chave para reconstrução e eles em campos de trabalhos forçados. Amor sentimento que não existe, o único homem de confiança é o Rei, o governante da Nova América. E é nesse mundo pós- apocalítico que vive Eva, uma menina forte e inteligente que se destacou na Escola por seu esforço e determinação. Mas na véspera de sua formatura ela descobre através de Arden, sua colega de Escola que tudo não passa de aparência e que a verdade pode ser muito mais terrível do que o vírus que varreu seu país.

Gostei da leitura, apesar de em alguns momentos ela ficar um pouco arrastada, mas isso não tira os méritos da autora, o enredo é bem construído com alguns momentos de ação e os personagens são bem desenvolvidos.

Não posso deixar de mencionar que o romance de Eva e Caleb é fofo, não há exageros e é verdadeiro e tocante. Eva aprendeu na Escola que não se pode confiar nos homens, que esses são perigosos, traiçoeiros e capazes de fazer qualquer coisa para conseguir o que querem, mas ao conhecer Caleb ela percebe que existem diferenças e seu coração lhe guia para o reconhecimento desse sentimento.

“Eva” não me conquistou totalmente, eu esperava por mais, a autora não chegou a se aprofundar no que realmente causou a praga e o que levou a dizimar a população da terra, e o seu final meio que estragou tudo... Ficou com se fosse o final da série, como se Eva conseguisse atingir o seu real objetivo, mas claro que ficaram outros ganchos a serem resolvidos e é neles que me apego e aguardo os próximos volumes da série, afinal Eva é uma distopia e como tal vale a pena ser conferida.

5 comentários:

  1. parabens pela resenha! tambem sou do tipo q adora distopias... estou viciada no genero e sou fa numero 1 de A seleçao e Jogos vorazes! O nome nao me cativou, muito menos a capa e a sinopse de Eva.."guerra dos sexos??" O.o nao curti isso. maas, devido essa premissa, acho q o romance entre os dois personagens deve ter ficado interessante...
    vou esperar mais resenhas sobre o livro.. mas por enquanto n quero ler nao kkk

    ResponderExcluir
  2. Pela capa eu não daria nada pelo livro. Gostei de saber que se trata de uma distopia só não me agradou o fato de que talvez haverá uma continuação. Estou fugindo de séries literalmente.
    Não sei se leria o livro no momento, mais gostei da resenha. Primeira que eu leio do livro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Gostei, sou a louca das distopias, adoro demais! *-*
    Essa ai esta com uma temática bem diferente, usando isso da guerra dos sexos. Vou conferir certeza.

    ResponderExcluir
  4. Sou apaixonada por distopias!! Essa capa já havia me chamado atenção, mas ainda não tinha procurado informações sobre o livro, mas agora com a resenha fiquei muito interessada e é mais um que vai pra minha lista!!!

    Bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  5. I like your website and post in this
    sbobet

    ResponderExcluir