Resenha: "O Projeto Rosie" - Graeme Simsion


Para se ter a vida de Don Tillman, não é preciso muito esforço. Às terças-feiras come-se lagosta com salada de wasabi (seguindo um roteiro com refeições padronizadas que evitam o desperdício de ingredientes e de tempo no preparo); todos os compromissos são executados de acordo com o cronograma – alguns minutos reservados para a prática do aikido e do caratê antes de dormir; uma hora para limpar o banheiro; três dias da semana reservados para suas idas à feira – e se, apesar dessa programação, algum desagradável contratempo surgir em sua rotina, não há nada que não possa ser solucionado com meia hora de pesquisa científica. Exceto as mulheres. Até o momento, a única coisa não esclarecida pelos estudos no campo de atuação de Don, a genética, é o motivo para sua incapacidade de arrumar uma esposa. Uma namorada ao menos? Ou até mesmo uma amiga para somar ao seleto grupo de amigos de Don, formado por Gene, também professor na universidade, e a mulher dele, Claudia, psicóloga e esposa muito compreensiva. Para solucionar esse problema do modo mais eficaz, Don desenvolve o Projeto Esposa, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a filtrar candidatas inadequadas a seu estilo de vida: fumantes JAMAIS, e mulheres que se atrasam por mais de cinco minutos ou que usam muita maquiagem estão fora dos critérios pouco flexíveis que o levarão à mulher ideal.O único problema é que um questionário desse tipo exige tempo e dedicação, duas coisas que começaram a diminuir exponencialmente no cotidiano de Don desde que ele conheceu Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. Ou esse era o único problema até Rosie entrar na vida de Don e – despretensiosamente, uma vez que ela nunca se candidatou ao Projeto Esposa – mostrá-lo que a mulher ideal não existe, mas o amor, sim.
 Editora: Record
Ano: 2013
Edição: 1
Páginas: 320
Avaliação: 4

"O projeto Rosie" é uma leitura deliciosa, um romance que trata de opostos. Don é um homem brilhante, mas sem muitas habilidades sociais. Sua vida é extremamente regrada, com cronogramas e planejamento, não gostando de surpresas ou acasos. Don não demonstra sentimentos e todos os aspectos da vida dele são guiados pela lógica ou pela ciência.
Seus dois amigos Gene e Cláudia, conseguem lidar com suas "excentricidades" e ao mesmo tempo ajudá-lo. Esses dois personagens são fofos, compreensivos e realmente amigos, sempre preocupados com o que é melhor para o Don. 
Percebendo que precisa de uma companheira, Don cria "O Projeto Esposa" que consiste em um questionário que irá avaliar se as pretendentes são ou não compatíveis.
Como no quesito "amor" as regras e a lógica não se aplicam, Don vai encontrar Rosie. Rosie é um personagem "espírito livre" que vive sem regras e que tem um único objetivo em mente, e acabará sendo ajudada por Don nessa busca.
A interação dos dois é incrível de se observar. Graças ao convívio com Rosie, Don vai ser tornando-o um pouquinho mais humano.

"Observe suas próprias emoções e não apenas a lógica. As emoções têm uma lógica própria. E tente deixar rolar". (p. 205)

O livro é narrado pelo Don que mesmo sem transmitir seus sentimentos, emociona o leitor. A narração é metódica, em alguns pontos descritivas e o leitor realmente acredita que é Don contando a história com o jeito geek dele. Durante alguns de seus devaneios, o personagem realiza listas para organizar suas ideias.
Apesar de alguns momentos em que a narrativa fica arrastada, o livro é de leitura rápida e garante ao leitor gargalhadas.
Os dois amigos, Gene e Cláudia também auxiliam nas risadas, principalmente o Gene, com o seu jeito de "garanhão".
Uma trama bem delineada, gostosa e cheia de aventuras e sentimentos. Um romance que reforça que os opostos se atraem.

"Tomei consciência dos aplausos. Parecia natural. Estivera vivendo no mundo das comédias românticas e aquela era a cena final. Mas era real". (p. 307)

Em relação a revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa é simples, mas contêm vários elementos do livro e tem um ar muito romântico.


8 comentários:

  1. Essa é a segunda resenha que leio sobre esse livro e em ambas me senti atraída pela história. Só de ler a sinopse e imaginar o Don e a Rosie, imagino um casal engraçado, por ter ideias completamente opostas. Costumo dizer que quem muito exige e escolhe, acaba sendo escolhido. Acredito que foi isso que aconteceu com o Don. Haha Por mais que a capa seja relativamente simples, ela é bem bonita.

    http://umadosemaisforte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Fiquei muito interessada pela história, que parece ter momentos de humor associados a romantismo, a novas descobertas. Achei bem bacana essa coisa de acompanhar a evolução do personagem, a sua transformação. É uma história que me deixou com muita vontade de ler, principalmente para a ver a bagunça que a Rosie faz na vida arrumadinha de Don.

    ResponderExcluir
  3. Olá Carol, tudo bem?
    A capa deste livro é demais e eu tinha uma ideia completamente diferente do livro. Um livro narrado por um homem "nerd", a procura de uma namorada perfeita para ele, e acaba se encantando com um oposto do que ele queria deve ser bem diferente e engraçado e com uma pitada à mais com está procura de seu pai verdadeiro. Achei bem interessante.

    ResponderExcluir
  4. Oi Carol!
    Quero ler essa trama em breve.
    Conhecer a escrita do autor e seus personagens.
    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, :)

    Primeiro; essa capa é linda, muito fofa *-*

    Segundo; já li outra resenha sobre esse livro que me disse o mesmo que a sua: preciso ler *---* rs'
    Só pela sinopse já deu mesmo pra perceber que seria uma leitura gostosa da qual não me arrependeria... além de romântica :D

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  6. A capa é muito singela eu gostei muito!!! Não conheço esse autor, mas pela sua descrição parece valer a pena ler, por isso vou acrescentar na minha lista infindavel!!!!kkkk

    Bjssssssssssssss

    ResponderExcluir
  7. Awmmm parece ser tão fofinho.
    E a capa é linda mesmo.
    Lembro do lançamento que a editora fez uns promocionais bem legais... está entre os meus desejados =)

    ResponderExcluir
  8. Há, eu nunca imaginaria que com essa capa fofa o livro seria narrado por um personagem masculino.
    Ansiosa para conhecer Rosie e Don agora haha

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir