Resenha nacional: "Claro que Te Amo!" Tammy Luciano


Piera tem certeza: está cometendo a maior loucura da sua vida ao assistir, escondida, ao casamento de seu ex-noivo. Depois de seis anos de relacionamento, entrar de penetra na comemoração foi tudo que André deixou para ela. E olhar a cena não a faz feliz, mas encerra uma fase de sua vida. Hora de recomeçar. Mas como recomeçar se seu coração está cheio de dor? Envolver-se com a história de Piera é como descobrir que sempre há um lado muito bom a ser revelado… Mesmo que tudo pareça tão difícil.


Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Edição: 1
Páginas: 320
Avaliação: 3

Piera é a protagonista de "Claro que te amo!" e é uma personagem que desperta sentimentos contraditórios no leitor: logo no início do livro ela está assistindo o casamento do ex com outra mulher e passa um bom tempo dos capítulos iniciais se lamentando. No começo a personagem parece ser sem graça, e com falta de amor próprio. 

"Muitas vez, mesmo que seja dolorido, é necessário assistir ao vivo a situação até o fim para se libertar, para seguir em frente.... Para, quem sabe, tomar vergonha!..". (p.06)

As divagações da Piera vão tornando a leitura arrastada, mas quando ela fala de suas melhores amigas e de seu pai, a narração se torna mais alegre, leve. As três melhores amigas junto com Piera formam o quarteto fantástico, sempre apoiando-se mutuamente e tentando alegrar Piera. Seu pai, foi pai solteiro, criou Piera desde pequena e a ama profundamente.

"Drê, Denise e Renata chegaram, me tiraram daquela cena clichê de mocinha-que-perde-o-namorado-e-quer-morrer. Eu estava salva. Minhas amigas amadas - o esquadrão de salvamento mais bonito de todos - estavam ali e eu me sentia segura. Podia desmaiar, chorar, me sentir acabada que elas me levariam para casa em segurança". (p.14)

Nos tempos atuais Piera está com 19 anos e na trama ela passou seis anos de um relacionamento com o André mais um de separação, o que coloca o início do namoro aos 12 anos. Apesar de existirem casos de precocidade entres os jovens, e a descoberta sexual estar começando cada vez mais cedo, a idade de Piera pesou muito na história. Provavelmente se ela estivesse com uns 24, 25 anos fosse mais crível entender um relacionamento tão longo e uma maturidade da Piera em relação a ele, que já estava fazendo planos a longo prazo. Foi de se estranhar também que o pai foi tão omisso quando ela era tão jovem, a ponto de não ver problemas nesse relacionamento (a propósito não foi o único relacionamento dela). Tal atitude não condiz com a descrição feita de um pai tão zeloso.

Narrado através do ponto de vista de Piera, o leitor conhece os problemas da personagem com o abandono, a ausência de um relacionamento com a mãe e como seguir em frente.
Após uma situação que a coloca frente a frente com a sua mãe e dá a ela a oportunidade de entender o passado, Piera conhece Marcelo, um estudante de medicina muito lindo, quase beirando ao príncipe encantado.
Nesse ponto do livro, alguns detalhes ficaram confusos, como o fato do Marcelo ter passado por um procedimento aos 16 anos que caso eu não esteja enganada só pode ser realizado após os 20 poucos anos (se estiver enganada, por favor desculpem-me e desconsiderem).
A leitura é rápida e flui muito bem, mas os personagens não convenceram muito. A impressão que o leitor tem é que Piera é acomodada, no sentido de gostar de fazer o papel de vítima nas situações, o que a torna muito cansativa.
Marcelo é um personagem que tem todas as características perfeitas, mas perfeitas até demais. 

Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. No início dos capítulos existem detalhes delicados e a revisão foi muito bem feita. A capa é auto explicativa e tem um ar romântico.

"Antes de ir embora, tive a certeza de que a gente briga para ser amada, busca respostas, chora, quando na verdade a resposta é uma só: sua vida vai ser muito melhor quando você perder esse jogo. Só é possível entender isso depois, muito depois". (p.17) 



11 comentários:

  1. oi Carol!
    gostei muito de sua resenha, tenho visto muitas resenhas sobre esse livro e acho que a sua foi uma das mais sinceras que li. Eu não gosto de personagens que se fazem de vítimas ou são coitadas/acomodadas, e acho que pela temática ela deveria mesmo ter um pouco a de idade né? ou demonstrar que mesmo com planos futuros, são fantasiosos, como os de qualquer jovem adolescente ♥
    um abraço!
    Pan
    http://pansmind.blogspot.com.br
    http://www.youtube.com/user/pansmind

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nenhum dos livros da Tammy Luciano e o que me chamou a atenção na sua resenha foi mesmo essa coisa da idade da protagonista. Também achei muito criança para um relacionamento sério, fica a impressão de que algo no enredo "não encaixa" e se os personagens não convencem, aí fica complicado para gostar da história. Parabéns pela resenha tão coerente!

    ResponderExcluir
  3. Oi Carol,
    Sinceramente? Eu não tenho interesse na leitura que a Tammy escreve, porque acho fraca e futil.
    Já vi várias resenhas dos livros dela e todo mundo fala dessa superficialidade na escrita dela, enfim.
    Gostei da sua sinceridade enquanto resenhista, porque vou te contar é muito dificil achar isso nos blogs literários, e como blogueira e sincera que sou preservo muito isso, está de parabéns.

    Bjs,
    http://www.romanceseleituras.com/

    ResponderExcluir
  4. Muito legal a resenha!! Não conheço a autora, mas estou curiosa a respeito do livro!! Quanto a idade do inicio do primeiro namoro da protagonista não acho nada demais não, afinal hoje em dia as meninas estão "crescendo" cada vez mais rapido!!

    Bjssssssssss

    ResponderExcluir
  5. Tenho o livro, mas ainda não o li. Pretendo começar no início de dezmbro.
    Bjs, ROse.

    ResponderExcluir
  6. Esse é um dos livros que sempre vejo por aí, mas nunca me interessei, Principalmente por causa da capa estilo Nicholas Sparks, um casal na capa. A Novo Conceito faz capas maravilhosas, mas algumas vezes deixa a desejar e essa foi uma delas. Por essa razão, devo dizer que foi a primeira resenha que li sobre "Claro que te amo". O tema que aborda é bom, mas poderia ter sido produzido de outra forma. É o tipo de situação que pode ter acontecido na vida de muitas pessoas, por ser algo comum, ou seja, a autora poderia ter dado uma personalidade diferente a sua protagonista. Uma que tivesse grande influencia ao leitor, mostrando um tipo de personalidade exatamente contrária do que ela colocou. Em relação a idade da personagem, também concordo que um relacionamento aos 12 anos é um pouco prematuro e não achei muito legal evidenciar isso. No entanto, há casos de pessoas que tiveram um namorado na adolescência e este foi seu único homem em toda vida, mas são poucos e muito raros. Em suma, não é o tipo de leitura que me prenderia.

    http://umadosemaisforte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Tenho interesse em ler essa trama.

    Bjo!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. To louca pra ler esse livro, ele me chamou muita atenção desde o inicio quando vi ele foi lançado. Depois dessa resenha então...E amo romances assim, e espero poder ler em breve!! E acho esta capa linda =)
    Bjuss

    ResponderExcluir
  9. Oi, :)

    Quando esse livro foi lançado fiquei louca pra ler... mas li umas resenhas que sinceramente me desanimaram totalmente. Eu sei que sempre é bom ler e tirar suas próprias conclusões, mas sabe quando uma resenha é tão negativa que tira até sua curiosidade? haha'

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  10. Fiquei até animada para ler assim que soube do lançamentos, mas depois de resenhas mil rsrs eu meio que desanimei um pouco, só que não desisto de ler nenhum livro que eu queira. Não gostei muito de Piera, ela me parece um tanto imatura. O pior é que crianças de 12 anos namorando é um fiasco pra mim, criança tem que ser criança oras! Não sei se irei gostar, mas continuo com o livro na lista de leituras próximas.

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  11. Depois de não curtir o outro livro da autora, quero ler esse logo para ver se gosto. Espero que sim, pois a autora é um doce de pessoa...

    ResponderExcluir