Resenha || Morra por Mim - Amy Plum


Editora: Farol Literário
Páginas: 424
Depois que seus pais morrem em um acidente de carro, Kate e sua irmã, Georgia, vão morar com os avós em Paris. Enquanto Georgia encontra na balada a cura para sua tristeza, Kate é mais introspectiva e se recusa a sair e se divertir, até resolver ir para um café com seus livros para tomar um pouco de sol. Ela conhece Vincent, um belo e misterioso garoto parisiense. Ao se relacionar com o menino e descobrir sua história, Kate tem que escolher entre deixar sua paixão de lado e seguir a vida em segurança, e assumir seus sentimentos e toda a complicação que seria namorar alguém imortal e com inimigos, e mudar para sempre sua vida.

"Eu sabia que existia algo diferente em Vincent. Eu tinha sentido isso, mesmo antes de ver sua foto no obituário. Era algo distante de mim, e muito obscuro para eu conseguir entender. Então eu ignorei. Mas agora vou descobrir quem ele é."

“Morra por Mim” é o primeiro volume da trilogia Revenants e nos conta a história de Kate, que viu sua vida se transformar da noite para o dia após a morte de seus pais em um acidente de carro. Kate e sua irmã, Georgia, se mudam para Paris para viver com seus avós. Enquanto Georgia afoga sua dor em baladas, Kate se fecha em uma concha de tristeza. Introspectiva, ela se recusa a se divertir e se abrir novamente para o mundo, até o momento que resolve passar as tarde em um café com seus livros. Num desses passeios Kate conhece Vincent, um misterioso garoto parisiense. Vincent é doce, simpático e atencioso, um verdadeiro cavalheiro à moda antiga, mas traz consigo segredos que podem dificultar seu relacionamento com Kate. Ela, no entanto, ao descobrir seus segredos, terá que fazer várias escolhas, entre elas viver essa paixão ou deixar sua vida em segurança.

Não imaginei que a história aqui descrita poderia ser tão envolvente. Amy trás uma premissa diferente ao conceito sobrenatural, ela nos apresenta os "revenants" que são seres capazes de morrer, por outras pessoas, voltando depois a viver!

Você pode achar que esse é mais um livro sobrenatural, com triângulos amorosos e o mesmo blá. blá, blá  de sempre, mesmo tendo uma premissa tão diferente, mas se engana. Amy nos introduz a esse mundo de forma cautelosa, as explicações vão sendo dadas tranquilamente, sem atropelar qualquer acontecimento. Um livro de deixar qualquer leitor envolvido, bem escrito, uma trama bem elaborada e personagens bem construídos e cativantes. A leitura voa e quando menos se espera já se foram 100 páginas. Sem falar em Paris, que nos é apresentada e bem descrita com todos os seus detalhes, histórias e cultura! Apaixonei-me por essa cidade!

O livro em toda sua forma é perfeito: capa, diagramação, descrição, personagens. Ele tem tudo na medida certa: drama, romance, humor e ação... Tudo nele me prendeu, chegando ao ponto de querer protelar para terminá-lo, só de imaginar que a sequência vai demorar meses. No entanto, só me resta esperar até o ano que vem para ter o segundo volume da trilogia em mãos! Espero que todos tenham a chance de se deliciar e viajar nesse romance como eu, por que ele é simplesmente maravilhoso!


6 comentários:

  1. Oi, Pat! Desde a primeira vez que coloquei os olhos nesse livro, ele me conquistou. Foi paixão à primeira vista, sério. Hahaha. Acho a capa simplesmente divina, e a sinopse me envolveu de uma forma indiscutível. Sempre tive muita vontade de conhecer Paris, então, amo histórias que acontecem na cidade luz. Saber que a leitura é cativante e que você nem sente as páginas passarem, é outra coisa que super me agrada! Além do mais, fico feliz (de certa forma nem tanto, porque odeio esperar continuações) por ser uma trilogia; tenho fugido de séries muito longas. Estou super curiosa pra conhecer Kate e Vincent, e desfrutar dessa aparentemente incrível história de amor sobrenatural.

    ResponderExcluir
  2. Oi Amanda,
    Se você gostar de um bom romance e um pouco de ação vai amar Morra por Mim. Sem falar que a Paris apresentada é um sonho, ela é descrita detalhadamente e se você gosta de artes vai se deliciar com tudo que é mencionado!

    ResponderExcluir
  3. Ai, que tudo! Tenho certeza que vou amar, então. Hahaha. Esse livro foi já pra lista de próximas aquisições!

    ResponderExcluir
  4. Eu pensava que Morra por Mim era o mesmo de sempre (Sim, eu pensava mesmo, o mesmo blá blá de sempre rsrs), porém gostei da sua descrição da história, personagens bem construídos e ainda por cima Paris (Sim, um dos meus sonhos é um dia ir lá também). Esse Vincent parece ser bom demais pra ser verdade, curiosa para saber o segredo, se bem que eu já acho que sei mais ou menos hahaha Vou colocar na minha lista.


    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, :)

    Essa capa já tinha me fisgado há um tempão... mas, ai vi uma resenha negativa -que, depois de ler sua resenha, não sei como a blogueira pode não gostar desse livro! - que me desanimou, mas ainda assim não tirou completamente de mim a vontade de ler.

    Sério, sua resenha foi incrivelmente cativante! Essa parte já me fez sorrir e anotar Morra por mim, na minha lista:
    "Um livro de deixar qualquer leitor envolvido,
    bem escrito, uma trama bem elaborada e personagens bem construídos e
    cativantes." *_*

    Sinto que vou me apaixonar pelo Vincent e amei o modo como a autora inovou nesses 'seres', quero ler pra saber tudo já que ela pacientemente explica na escrita :)
    Ótima resenha Patrícia ^^


    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  6. Oi Patrícia,
    Eu achava isso também sabe?! Que era mais um desses livros YA maçantes e nem me interessei, cansei mesmo dessa fórmula e o fato de não ser volume único me deixou desanimada também, aliás, que mania é essa que os autores tem de alongar uma história o máximo que podem?!
    Hoje em dia encontrar um livro volume único, e bom, é quase como encontrar um tesouro no final do arco-íris, isso me deixa triste no geral pois não tenho como ($$$$$$$$) bancar uma série, principalmente das grandes.
    Mas falando da resenha, que é o que interessa, me surpreendi com sua resenha, o livro não é nada do que imaginei, só o fato de ter Paris já me deixou animadinha u.u
    Mas a capa é perfeita mesmo viu, gente que coisa linda!

    ResponderExcluir