Resenha: Caçadora de Unicórnios - Ordem da Leoa/Vol.01 - Diana Peterfreund

Esqueça a lenda. Unicórnios não são fofinhos. Nem alados. Muito pelo contrário: são cruéis, carnívoros e venenosos. É o que Ariel cansou de ouvir de sua, digamos, "um pouco obcecada" mãe. Ao que parece, as duas fazem parte de uma longa linhagem de caçadoras de unicórnios, descendentes de Alexandre, o Grande. Ah, e o Bucéfalo? O famoso cavalo do mais temido conquistador da história? Sim, você adivinhou... Unicórnio. Claro que Astrid costumava zombar dessas excêntricas histórias - até que o namorado foi atacado por um... pônei com chifre? E salvo do estranho veneno por uma droga milenar, um remédio mítico feito à base de unicórnios e guardado com zelo insano pela mãe de Astrid. Por isso, agora ela está indo para um claustro em Roma. Um antigo centro de treinamento para caçadoras. No entanto, na antiga Ordem da Leoa, nem tudo é o que parece. Fora de seus muros, os unicórnios esperam para atacar. E dentro, Astrid enfrenta outras ameaças inesperadas: paredes cobertas de troféus de caça vibram com um poder terrível, as outras caçadoras, e até mesmo seus patrocinadores sugerem intenções escurssas; mas o mais perigoso talvez seja a atração crescente por um estudante de arte... uma atração que pode pôr tudo a perder...
Editora: Galera Record
Ano: 2013
Edição: 1
Páginas: 364

Avaliação: 4


A escrita de Diana Peterfreund é simplesmente incrível. Com tom debochado em seus personagens e histórias bem incomuns ela mais uma vez me surpreende.
A primeira leitura que fiz da autora foi da série Sociedade Secreta, que, diga-se de passagem, deveria ser obrigatória! rs E quando soube do lançamento de Caçadora de Unicórnios, pensei: "Preciso.. Tipo já". Não me arrependo nem por um segundo de ter cedido aos encantos e aos meus desejos compulsivos e ter comprado o livro na Bienal! 
Vamos falar um pouco da história..

Diferente de Sociedade Secreta, Caçadora de Unicórnios tem um "Q" sobrenatural, porém a autora mostra que mesmo em um livro como esse, ela pesquisou muito e avisa desde o início da leitura que os Unicórnios de sua história são reais, que foram retirados de textos religiosos da Europa e Ásia!

Em Caçadora de Unicórnios conheceremos  Astrid uma jovem quase comum se não fosse por sua mãe obcecada por Unicórnios.. E pior.. Não são Unicórnios fofos como estamos acostumados, são Unicórnios macabros, assassinos e realmente de dar arrepios! Astrid simplesmente acha que sua mãe Lilith é maluca. 
Astrid cresceu com essas histórias macabras contadas pela mãe.. Sobre suas ancestrais virgens e Caçadoras desses monstros.. E que ela tem um legado caso os Unicórnios não tivessem extintos e coisa e tal. As impressões de Astrid e de todos ao redor é que isso é uma espécie de frustração por parte da mãe que perdeu a oportunidade em uma grande faculdade por ter engravidado após uma viagem, onde retornou, além de grávida, com um vidrinho amarelo contendo supostamente o "Remédio" para perfurações por Unicórnios que são extremamente venenosos! Coisa de maluco! Dá para perceber porque Astrid tem pavor de Unicórnios não é mesmo?

"Eu queria esquecer minha precoce lavagem
cerebral e ser otimista com essas histórias
melosas de unicórnios. Mas qualquer tipo de
animal com um único chifre ainda me dá arrepios."
(pág.11) 


Em determinada noite, quando Astrid está trabalhando como babá, recebe a visita de seu namorado que a convida para dar uns amassos no bosque que fica nos fundos da casa. Mesmo sem vontade nenhuma e com impressão de estar sendo observada Astrid topa, pois não quer dar uma impressão ruim a ele. Ela namora com Brandt, porque não namorar com ele seria suicídio social, já que ele é lindo! Mas não sente aquele friozinho na barriga de quando estamos apaixonados.. Brandt tenta ultrapassar o sinal e mais uma vez, como em todas as outras Astrid diz que não está pronta. E é aí que percebe algo a observando.. Se fosse um servo ou outra coisa qualquer já teria corrido, já que se assustam fácil com o que não pertence ao meio deles.. Mas seja lá o que for não se mexe. Com curiosidade, Astrid se aproxima e se depara com um bicho de um chifre só. Aff! Que loucura! Ela pensa ser um bode ou algo assim.. Tudo menos um Unicórnio. O bicho se aproxima dela e ela prepara-se para ser perfurada e morta, porém o animal apenas coloca a cabeça em suas mãos para ser acariciado. Brandt resolve ver o que está acontecendo.. O bicho sai de controle e perfura Brandt. 
Chocada, Astrid não sabe o que fazer e logo percebe que ninguém além de sua mãe pode ajudá-la com Brandt que parece estar morrendo a cada segundo. 
Sua mãe vai ao seu socorro, mais empolgada do que jamais esteve, leva o tal vidrinho amarelo e cura a perna de Brandt.

A partir deste momento a vida de Astrid muda e seus piores pesadelos tornam-se realidade. Ela leva um pé na bunda de Brandt que diz a todos que ela o drogou junto com sua mãe maluca que chamou primeiro, ao invés de chamar a polícia ou os paramédicos. E nesse momento sua vida social é arrasada, pois nem mesmo sua melhor amiga lhe dá ouvidos ou quer saber o que houve! Sua mãe a cada dia surta mais e mais, falando sobre a volta dos Unicórnios e em seguida envia Astrid para Roma para treinar e tomar para si seu legado como Caçadora! Tudo muito bizarro! E Astrid, mesmo tendo visto, ainda acha tudo meio louco. Mas logo que chega a Roma e se depara com o que lhe espera percebe que seus piores pesadelos não chegavam nem perto da realidade!

27 comentários:

  1. Amei essas livro!! Capa, sinopse, título, resenha, Tudo!!!
    Desde q vi o lançamento amei tudo! A resenha está incrível...
    Preciso, tipo, pra já!!!

    ResponderExcluir
  2. OMGOMG Eu não tinha ouvido falar nesse livro, a autora eu conhecia, mas apenas por nome, não por suas obras. Eu amo historias sobrenaturais, e nunca li nada com unicórnios D: Mas esse livro me encantou *--* Eu com certeza tentarei compra-lo amanhã na bienal. Bjs

    ResponderExcluir
  3. P.S. Como o cara foi furado na perna pelo chifre do unicornio? Ele foi chutar ele? D:

    ResponderExcluir
  4. Oi, :)


    Desde que li pela primeira vez a sinopse desse livro já estava 'pirando' para le-lo *----* rs'


    Adorei o modo como a história foge totalmente do clichê (ainda bem que não tinha uma opinião formada sobre unicórnios O.o' rs') ao mesmo tempo que parece ser narrado de maneira leve. Nunca li nada dessa autora - mas, depois de você dizer que é obrigatório, fiquei curiosa sobre "Sociedade Secreta".


    Quero muito conferir, - principalmente esse romance com o misterioso estudante de arte... mas notei que você não falou muito dessa parte do livro. Foi para manter o suspense ou o romance realmente não é o foco principal? =*

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  5. O romance com o Brandt não é o foco não.
    Mas haverá romance sim!

    O bom da autora é que ela consegue fazer um misto bacana de tudo.. então nem dá tempo de classificar o livro como meloso ou com muito suspense.. e etc. pq ela dosa direitinho um pouco de tudo!


    Simplesmente ela escreve muito!
    E as tiradas sarcástiscas são sempre as melhores!

    ResponderExcluir
  6. Não MAndah, o unicórnio assim que ele se aproximou começou a emitir sons diferentes dos que estava fazendo para Astrid e simplesmente atacou.
    Unicórnios nessa história só não atacam as Caçadoras Virgens.. Ou melhor .. essa raça especifica não as ataca.. essa raça especifica,, que se não me engano escreve Zhi (ou bem parecido com isso) sente-se atraída pelas caçadoras..
    e ataca todo o restante.
    As outras raças existente são mais mortais com as caçadoras tb!

    ResponderExcluir
  7. Compre já Thaynara!
    Eu adorei!
    E se tiver oportunidade leia Sociedade Secreta da mesma autora!

    ResponderExcluir
  8. Resenha muito interessante, familiarizando os leitores com o enredo, criando uma expectativa em relação ao desenrolar da estória

    ResponderExcluir
  9. Karini!
    Que história, hein? Gostei muito da resenha, bem detalhada e ainda com quote, legal!
    Gosto da leitura onde seres sobrenaturais estão presentes, agora fiquei intrigada por saber que os unicórnios não são bonzinhos como imaginamos...
    Quero muito ler.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  10. Ei, Ka! Histórias com seres sobrenaturais são sempre tão envolventes, né? Eu particularmente adoro! E, esses seres em particular, são bem diferentes. Nunca li nada sobre unicórnios, ainda mais do tipo carnívoros e venenosos. Hahaha. Acho que a autora fugiu bastante do clichê, e trouxe algo totalmente novo pro mercado editorial; o que é o máximo! Sempre tive vontade de ler a série "Sociedade Secreta", pois leio ótimos comentários a respeito da escrita da autora. Só é uma pena, o fato de os livros serem um pouco caros... isso dificulta, em termos de aquisição. Mas, fiquei super curiosa pra ler "Caçadora de Unicórnios". Já entrou pra minha listinha de desejados! Beijocas.

    ResponderExcluir
  11. Eu amo unicórnios, é um dos seres mais fofos, e o mais puro, e por sinal está na moda, tem diversas roupas com eles, já comprei uma até hahaha =P É mto original a ideia de colocá-los como vilões, então quero espiar e ver se encaro eles como maus.


    miquilis

    ResponderExcluir
  12. Confesso que a capa me chamou a atenção e a sinopse me deixou curiosa. Temos a premissa de que unicórnios são seres puros, mas pelo visto esses não são tanto assim (embora um tivesse querido ser acariciado). Fiquei curiosa. Vou favoritar o livro e esperar um momento oportuno para comprá-lo! (afinal, mês passado me desfalcou por compras de livros..hehehehehehe).

    ResponderExcluir
  13. Como assim, unicórnios não são fofinhos?? :O
    Amei a ideia de deturpar a mensagem dos cavalinhos alados, kkkkkk, com certeza um livro muito interessante!!!

    ResponderExcluir
  14. Achei a capa bem interessante e o enredo da história também.

    ResponderExcluir
  15. Sempre tive curiosidade com relação a algum livro da Diana, não queria começar por esse, porém ele tem uma proposta muito bacana o//, adoro unicórnios.

    ResponderExcluir
  16. Meuuuuuuuuu deus *_* amei a estória !!!! essa coisa sobrenatural me encantaa

    ResponderExcluir
  17. Apenas pensando :"Que Loucura!!!" kkk Sinceramente amo histórias de seres sobrenaturais..vampiros,anjos..mas unicórnios!À principio não leria nem pela capa,mas depois de ler sua resenha!Apaixonei-me imediatamente,adoro esse Q de mistério,suspense,ação e maluquice rsrs Super Beijos! ;*

    ResponderExcluir
  18. Oi Karini! *-*
    não sabia que a autora tinha outros livros publicados no Brasil além da série "Sociedade Secreta" - que por sinal eu ainda não li mas morro de vontade!.... infelizmente, o preço não ajuda muito né? \: - e muito menos que seria uma história de fantasia! *u*
    Achei a premissa bem interessante e original! Nunca imaginaria uma história que mostrasse o lado "macabro" dos unicórnios, que sempre são símbolos de bondade e pureza. E ainda por cima a autora se baseou em textos religiosos? meeeeeeu Deus, necessito ler! *.*
    Realmente curiosa, e sem duvida alguma já entrou para a lista de compras! *-----*


    Beeeijinhos! :*
    www.inconstantecontroversia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. bacana! tb fiquei surpresa ao ver que a autora ja chegou ao brasil!! (ceica.ltda@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  20. Ainda não li nenhum dos livros da autora mas Caçadora de Unicórnios me chamou a atenção pelo título, já que sempre me vem à mente que unicórnios são do bem então me parece estranho ter alguém caçando os bichinhos. Mas parece que tem muita loucura aí. Vonta mega de ler.

    ResponderExcluir
  21. Não conhecia as histórias dessa autora e você me deixou bem curiosa, sinto que preciso ler urgentemente, apesar de que não entra na minha cabeça uma pessoa ter medo de unicórnio rsrrsrrs

    ResponderExcluir
  22. Parece que a historia é
    muito boa, louca pra ler :)

    ResponderExcluir
  23. Já tinha lido a sinopse desse livro e fiquei tipo "Unicórnios Macabros? Tenho que ler esse livro" haha
    Achei a história toda meio doida, pra falar a verdade, mas a criatividade e inovação da autora são admiráveis. A capa tbm é muito bonita!

    ResponderExcluir
  24. Fiquei bem curiosa depois de ler sua resenha!! É o tipo de história que eu gosto....vou pesquisar mais sobre esse livro!!

    ResponderExcluir
  25. Só eu que achei a historia meio 'hein?', mas enfim fiquei com vontade de ler o livro, espero que seja bom porque olha me decepcionando com muitos livros.


    xx

    ResponderExcluir
  26. A primeira coisa que pensei assim que li a sinopse do livro " Unicórnios? Como assim?" e essa é a primeira resenhe que leio sobre ele. Antes não acreditava que gostaria der ler por achei muito estranho isso de unicórnio porem agora acabei de mudar de ideia, continuo achando isso de unicórnio esquisita mas agora também estou curiosa para ler.

    ResponderExcluir
  27. Capa maravilhosa, e a resenha entao?! Amei, nao vejo a hora de ler, uma historia muito boa, deve ser bem legal...

    ResponderExcluir