Resenha: "Filho das Sombras" - Trilogia Sevenwaters - Livro 02 - Juliet Marillier

Sinopse:

Filho das Sombras narra a história da jovem Liadan, que, tal como a sua mãe, Sorcha, herdou a habilidade de falar com os espíritos da floresta, os quais lhe segredam que ela deve permanecer, para sempre, em Sevenwaters, se quiser que as ilhas Sagradas sejam retomadas dos bretões. A Irlanda está numa avassaladora guerra, onde um misterioso homem é temido e reconhecido como um mercenário feroz. E, assim como sua mãe no passado, ela acaba por ser capturada e sente-se cada vez mais atraída pelo ser das sombras, apesar de saber da maldição da profecia que Seres da Floresta lhe preveniram... 



Edição: 1
Editora: Butterfly 
ISBN: 9788588477995
Ano: 2013
Páginas: 608
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4


Minha opinião - O livro "Filho das sombras" leva o leitor novamente a incrível floresta em Sevenwaters. 
Um dos pontos muitos positivos desse livro é que a autora deu continuidade a série através dos filhos de Sorcha, a heroína do primeiro livro. Mas mesmo sendo focado na "nova geração" da família Collum, o livro ainda traz alguns dos personagens tão amados de "Filha da Floresta". Red e Sorcha tiveram três filhos: Niamh, uma garota um pouco mais fútil e que não tem noção da sorte que têm, Liadan e seu gêmeo Sean. Do mesmo modo que Sorcha e seus irmãos, Liadan e Sean possuem a habilidade de se comunicar mentalmente. Liadan é a mais tranquila dos irmãos, sempre grata pela vida que tem e apaixonada pela floresta. Consegue manter as mesmas tradições de Sorcha com o dom da cura e está sempre disposta a ajudar o próximo. 
Apesar de Nianh ser mimada, o trajeto dela é cheio de percalços e dores, e ela se mostra uma pessoa forte também. Sean foi treinado por seu tio Liam desde o início para se tornar um grande líder e guerreiro e tem a mentalidade um pouco mais fechada para os assuntos de uma forma geral.
Do outro lado da trama, temos um clã de mercenários, que é liderado pelo "Homem pintado", um homem com a metade do rosto tatuada. Com fama de malvados, esses mercenários irão inicialmente aterrorizar Liadan e sua família.
Um dos pontos positivos da trama foi a autora ir desenvolvendo as tramas paralelas de modo que o leitor ficasse completamente angustiado para saber o que iria acontecer em seguida. Liadan, uma outra protagonista feminina, também é muito forte e essa força faz com que o leitor lembre do primeiro livro e dos sofrimentos que Sorcha passou.
A força de Liadan também é muito bonita de se ler, pois vem do amor aos seus entes queridos. 
Outro ponto positivo da história foi como a autora relacionou eventos do primeiro livro como consequências do segundo. Pois, apesar de todos os sacrifícios que Sorcha havia feito, sua jornada deixou marcas em diversos locais, seu carisma tocou diversas pessoas e isso acabou trazendo resultados inesperados.
"Filho das sombras" vai se relacionar com o líder dos mercenários,  o Homem pintado ou Bran, como fica posteriormente conhecido. A história pessoal dele é linda, e apesar da primeira impressão não ser muito positiva, quanto mais o leitor o conhece, mas ele se apaixona pelo Bran e por todo o clã de mercenários.
Vamos ainda ter um terceiro clã, formado por Eamonn e sua irmã Aisling que terá papel fundamental no desenrolar da história. 
O livro traz as mesmas lições do primeiro, uma jornada magnífica e personagens envolventes. Ainda assim, talvez pelo fato do primeiro livro ter trazido situações mais impactantes, "Filha da Floresta" acaba se tornando o favorito até agora.
Em relação à diagramação, revisão e layout, mais uma vez foi realizado um trabalho excelente. A capa segue o modelo da do primeiro livro, mas não é tão atraente, pois ficou um pouco escura demais.

"Isso era o que eu dizia a mim mesma cada vez que via mamãe nos olhando daquele jeito, com seus olhos verdes, intensos e penetrantes. E um arrepio me percorria a espinha. Eu sabia que era hora de as coisas começarem a acontecer novamente". (p.25)

5 comentários:

  1. Oi, :)

    Ainda não li o primeiro, mas depois de sua resenha de Filha da Floresta não tem como não estar ansiosa pra conferir essa trilogia *---*
    Ainda mais que, pelo jeito, a autora conseguiu manter o nível - é tão triste quando as continuações não consegue manter o ritmo do primeiro =/ - e seguiu um caminho totalmente diferente do que imaginei ao saber que era uma trilogia; estou acostumada a séries sempre narradas pela mesma pessoa então acho que vai ser interessante que siga a história com essa segunda geração. :)

    Já está na minha lista de preciso muito ler *---* rs'

    Parabéns pela resenha o/

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  2. Oiiiiiiiiiiiiii
    N conhecia essa trilogia, mas pela sinopse parece ser mt boa!!
    Ah!E adorei a capa! Mais uma série pra listinha!!!

    Bjoooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Hey! Após a sua resenha, Filha da Floresta entrou para a minha lista de desejados entre os 10+. Kkkkk. Como ainda não tenho tanta certeza de que irei gostar, deixarei para adicionar o segundo depois da leitura. Eu gostei bastante do que você falou dos personagens, e acho que eu gostaria dessa leitura, embora não tenha romance.kkkkk tem? Enfim, amei a resenha, bjos.

    ResponderExcluir