Resenha: "Abençoadas" - The Blessed - Livro 01 - Tonya Hurley

Sinopse - "Três jovens completamente perdidas, cada uma tendo de enfrentar seus próprios “demônios”. Agnes é uma romântica convicta, mas uma recente desilusão amorosa fez com que ela fosse parar no hospital com os pulsos cortados. Cecília é apaixonada por música, mas acabou tendo que abrir mão de seu respeito próprio por um lugar para dormir ou até para ser paga pelos seus shows.Devido ao seu status de socialite teen, Lucy aparece com frequência nos tabloides sensacionalistas, mas seu estilo de vida superficial faz com que ela se sinta cada vez mais sozinha e vazia. Essas garotas se conhecem quando vão parar no hospital na mesma noite. Na manhã seguinte, cada uma acorda com um bracelete presenteado por um único rapaz, Sebastian – lindo, misterioso e com um plano para elas. À medida que as jovens vão se envolvendo com Sebastian, vão descobrindo suas próprias forças e entendendo que a única maneira de salvarem a si próprias é salvando umas as outras".

Minha opinião -  O livro "Abençoadas" possui um tema que é um pouco polêmico pois trata de religião e alguns leitores podem achar o livro ofensivo. Conforme a sinopse explica, as três jovens, cada uma perdida em seus próprios problemas, terão seus destinos cruzados com o jovem Sebastian. Conforme vão descobrindo a verdade sobre si mesmas, elas também vão perceber que o mundo que as rodeia está repleto de mal, e cabe a elas lidar com isso.
Uma grande parte desse primeiro livro da série irá mostrar a vida das três garotas antes de descobrirem a verdade e após o incidente que as levou ao hospital. Os capítulos vão sendo alternados entre suas vidas e mostrando algumas cenas horríveis dos seus cotidianos.
Agnes a primeira vista é a mais frágil de todas. Talvez por estar sendo criada por uma mãe egocêntrica, a Martha (aquela cena dela no hospital foi terrível), ela passa um aspecto de ingenuidade extrema.
As outras duas garotas, Cecília e Lucy são um pouco mais "agressivas", mas começam a repensar em suas escolhas na vida. Dr. Frey poderia ser considerado a representação do mal. Ele está diretamente ligado a violência e o caos. Sebastian é um personagem conciliador, tentando sempre mostrar as garotas a verdadeira origem delas.
Muitos leitores chamaram o livro de "bizarro" no skoob e de certo modo ele é. É um livro com uma trama inovadora, mas repleta de violência, drogas, mortes misturado com aspectos religiosos. Algumas cenas tem descrições impactantes, deixando o leitor um pouco assombrado com a riqueza dos detalhes. Se vai agradar todos os leitores? Com certeza não.
Em relação a revisão, diagramação e layout a editora realizou um excelente trabalho. Os detalhes internos, no início dos capítulos ou as folhas diferenciadas no meio do texto trouxeram um ar sombrio necessário a trama. A capa entra na categoria "excêntrica", pois ela chama definitivamente a atenção e não é por ser o que consideramos bonito. 

Edição: 1
Editora: iD
ISBN: 9788516083496
Ano: 2012
Páginas: 328
Tradutor: Áurea Akemi Arata
Skoob: Clique aqui
Avaliação: 4

7 comentários:

  1. Adorei, e a capa nunca tinha me chamado atenção... Mas deve ser super fofa as páginas diferentes no meio do livro...

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Será que só eu me lembrei da Amanda Seyfried quando vi essa garota da capa O.o' rsrs'

    Vou te dizer que a parte da sua resenha que diz: "Algumas cenas tem descrições impactantes, deixando o leitor um pouco assombrado com a riqueza dos detalhes" me deixou com um pé atrás... não sei se é meu tipo de leitura. Acho que em livros as coisas, cenas se tornam ainda mais vívidas... não sei se vou ler =*

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  3. Sempre acabo me decepcionando com livros que envolvem religião assim, acho que a mim ele não iria agradar muito não... Mas não custa nada dar uma chance :)
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Acho essa capa super esquisita, mas nesse ponto você tá certa, chama mesmo a atenção. No entanto, eu não conhecia a história desse livro, achei que tivesse alguma coisa a ver com anjos pelo título (e pela capa), mas pelo jeito é mais legal. Livro com religião sempre é polêmico e perigoso, porque é um assunto muito delicado, mas pelo menos inovaram, né? A autora conseguiu sair da mesmice.
    Também fiquei curiosa do motivo que levou as três no hospital e quem é o tal de Sebastian...
    Não tá no topo das minhas próximas leituras, mas certamente me deixou interessada.
    Beijos!
    Isa.

    ResponderExcluir
  5. Essa capa já é sinistra.
    Não curto bizarrices, então passarei longe dessa série.

    ResponderExcluir
  6. Confesso q essa capa me assusta...
    Não sei se teria coragem de ler,.sou super medrosa rsrs

    ResponderExcluir
  7. Como a Thaynara disse acima, esta capa assusta. E muito.
    Mas eu confesso também que acho a menina da capa uma deusa, sem mais UHSUAHSUAHSUAHSUAHSUA
    Beijos

    ResponderExcluir