Resenha: Te Amo, Te Odeio, Sinto Tua Falta - Elizabeth Scott


Já se passaram 75 dias. Amy está cansada do interesse súbito que seus pais tomaram nela. E ela está realmente cansada das pessoas perguntando por Julia. Julia se foi, e ela não quer falar sobre isso. Eles não entenderiam, de qualquer maneira. Eles não entenderiam como é ter sua melhor amiga arrancada de você. Eles não entenderiam como é saber que foi sua culpa. O terapeuta de Amy acha que ajudaria se ela escrevesse um diário. Ao invés disso, Amy começa a escrever cartas para Julia. Mas à medida que escreve as cartas, ela começa a perceber que o passado não foi tão perfeito como ela pensava - e que o presente merece uma chance também.

Editora: Underworld
Ano: 2011
Edição: 1 
Páginas: 180
Nota 4.
Skoob: Clique aqui

“Te Amo, Te Odeio, Sinto Tua Falta” é um livro curto (180 páginas) porém com um conteúdo denso e apaixonante. Amy é uma adolescente que sempre se sentiu deslocada e sua melhor amiga, a Julia era a única pessoa que a entendia. Infelizmente um acidente acontece e Julia faleceu, deixando Amy sozinha em um mundo estranho para ela. Amy começa a contar quantos dias fazem desde que Julia se foi e em um caderno/diário em forma de cartas, descreve tudo o que sente e o que passa.

O incrível desse livro é que trata de um assunto do nosso cotidiano. Quantos adolescentes sentem-se deslocados, tanto em casa quanto com os amigos, e acabam depositando toda a sua fé em uma única pessoa, ou em atividades destrutivas?
Amy é uma personagem extramente corajosa, pois vai analisar a sua vida de perto, e perceber que nem tudo era tão perfeito como ela se lembrava.
É uma linda história de superação, amor, fé e autodescoberta. Durante a leitura, é impossível não sentir as dores de Amy, seus desapontamentos, suas derrotas e vitórias. Vibrei e torci com a personagem. Eu me apaixonei por Patrick, me irritei com Kevin, me solidarizei com Caro.... Personagens tão bem construídos, ricos e profundos.

Quanto à diagramação, revisão e layout, a editora está de parabéns. A fonte delicada, os detalhes no início de cada capítulo, a forma como uma página do caderno é escrita, todos esses pequenos detalhes formam um rico cenário para essa história apaixonante. A capa apesar de simples é belíssima, trazendo os leitores a um cenário de fragilidade. 

5 comentários:

  1. Sinceramente, se a história fosse com uma pessoa adulta eu não iria me interessar, mas como amo histórias com adolescentes, amei o livro!
    A capa é linda!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu amei o livro, achei a história magnifica. Sem contar que a Amy passo pelos três estágios que dá nome ao livro.
    Realmente uma história muito bem escrita. Tenho muita vontade de ler mais livros da escritora.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Deu muita vontade de ler, a capa é tão linda <3
    A história me interessou bastante, não me lembro de já ter lido algo com esse tema. Quero ler em breve!
    beijos!

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro, mas fiquei com uma baita vontade de ler, adoro histórias simples, mas ao mesmo tempo muito boas. A capa ficou linda mesmo a editora caprichou!

    ResponderExcluir
  5. Desde que foi lançado ouvi falar tão bem desse livro... agora você me fez lembrar a quanto tempo ele está na minha lista de Vou Ler rs'

    Parece ser uma história tocante e os elogios que você fez, só e fizeram querer mais ler esse livro. Sempre achei que ele fosse mais longo, só 180 páginas?? rs' Acho que pelo modo como falam que ele é intenso e absorve o leitor, por alguma razão esperei mais páginas =P

    O fato de você dizer que os personagens são bem contruídos me cativou também. Vou ler ^^

    ResponderExcluir